Uma visão diferente da despedida do Brasil rumo às finais



Estive no Maracanãzinho, na manhã deste domingo, para ver de perto a despedida da Seleção masculina antes das finais da Liga Mundial, na Argentina, já nesta semana.

Vou ressaltar algumas situações extraquadra antes de fazer uma breve análise do jogo:

1) Que falta faz a tecnologia! No fim de semana, os árbitros erraram muito. O Brasil, inclusive, foi bastante favorecido. Se tivéssemos o auxílio externo, vários pontos teriam mudado de lado. Bolas que bateram no bloqueio, mas os juízes não viram e apontaram quarto toque; bolas nitidamente resvalando em bloqueios e sendo marcadas como “limpas”; e as quase impossíveis marcações de bola dentro ou fora em saques os ataques, já tão costumeiras. Ora, como ninguém mais duvida da eficácia do desafio eletrônico, passou da hora de implementá-lo de vez nas grandes competições.

2) Ainda sobre o assunto acima, é engraçado ver como funciona o “tira-teima” para quem está em quadra. Os reservas brasileiros davam uma espiada em um monitor da Rede Globo, usado por pessoas da área técnica da emissora durante a transmissão, na expectativa do replay. Em vários deles, as reações dos atletas do banco entregavam a marcação equivocada. O ponta Maurício e o oposto Renan foram os que mais “utilizaram” a telinha para o fim das dúvidas.

3) Aos poucos, o entretenimento vai cativando os torcedores nos ginásios em grandes jogos de vôlei. João Sorrisão e homens-pilha à parte, o trabalho audiovisual merece crédito. Torcida aplaudindo ídolos que aparecem no telão (Fofão foi o maior exemplo hoje), pessoas se rendendo à câmera do beijo, arrancando risadas quando se surpreendem e são obrigadas a entrar no clima (Fofão também foi vítima e participou), um cardápio mais variado de músicas (para todos os gostos)… Muitas vezes, elogiamos o estilo americano de fazer entretenimento e criticamos o tupiniquim. Mas o nosso está evoluindo.

4) O assunto RJX tomou conta dos bastidores. Terminará nesta segunda-feira o prazo de inscrição na Superliga e a dificuldade do time para fechar o orçamento existe. Um corte maior na verba de Eike  para a temporada e algumas negociações com co-patrocinadores que não avançaram são as responsáveis. Ainda assim, ninguém acredita na ausência do atual campeão na temporada 2013/2014. Mas é nítido um desconforto de alguns sobre o tema, já que várias situações de jogadores que eram dadas como certas agora estão em compasso de espera. É esperar para ver.

5) Por fim, é muito bom reencontrar companheiros de outras coberturas jornalísticas, ex-atletas que até outro dia eram entrevistados na saída da quadra, fontes das antigas… São coisas que sinto falta da vida de repórter.

Ah, o jogo… No terceiro 3 a 0 do time na competição, apenas dois jogadores da base titular estiveram em quadra: Lucão e Mario Júnior. O restante foi poupado: Bruninho, Dante e Leandro Vissotto (repetindo a estratégia de sábado), além de Eder e Lucarelli (que ficaram no banco de reservas). Assim, Bernardinho rodou suplentes que serão importantes em Mar del Plata e aproveitou para fazer os cortes: Rapha, Renan e Alan estão fora do Final Six.

Não me surpreendi com a ausência dos titulares contra os americanos e com o nome dos cortados. Eu tinha uma dúvida se ele levaria dois líberos, abrindo mão de Isac, por exemplo, que vem em recuperação daquele problema no dedo. No mais, ele foi coerente e lógico na escolha.

Gostei da atuação de Wallace em comparação ao jogo de sábado. O saque do oposto e do central Lucão desequilibraram e serão importantes contra times com bloqueio e ataque mais pesados, como a Rússia. Em outro post, voltarei a falar do jogador do Sada/Cruzeiro, com a comparação que o levantador William fez em entrevista após  o jogo sobre o companheiro.



  • emanuella

    acho que o Brasil teria perdido o primeiro jogo se não fosse a arbitragem, só erros a nosso favor. A FIVB ao invés de se preocupar com 21 pontos e agradar a tv deveria era se preocupar em fazer o desafio acontecer sempre.
    Quando fui aos jogos em Brasilia vi a mesma coisa, os jogadores que não estavam inscritos pendurados nos monitores da globo para ver a chamada do juiz, mas no Rio a coisa foi muito pior.
    também achei a festa da torcida bonita, e é bem divertido mesmo. uma coisa que acho que faz falta e a gente ve nos esportes americanos e como se fosse um narrador em quadra. Uma pessoa que diz o que foi, tipo: bloqueio do Brasil, lucão. Pra quem esta no estadio o fato de não ter narrador e nem replay faz a gente dispersar um pouco.
    Falando de quem viu pela tv, aguentar Luiz Carlos Jr. e Tande na transmissão é sofrivel. que dupla insuportável. cruzes

    • Perikito

      E quando Tande e Nalbert começam a rasgação de seda um com o outro? É complicado, viu! A única pessoa que vi comentar decentemente uma partida de vôlei foi Sandra Pires. Uma pena que ela fique limitada ao vôlei de praia.

      Para narrar, eu escolheria o Eusébio, que é o narrador oficial de tênis do Sportv, embora também faça umas partidas de vôlei. Além de elegante, ele faz só o que se espera dele, que é apenas narrar. Os comentários são parcos, porém objetivos, sem gracinhas.

      Voltando ao jogo, tá mesmo chato ver essa arbitragem favorável ao Brasil. Tá vergonhoso e nos prejudica, porque cria a falsa ideia de que estamos bem.

      Eu não to suportando os animadores dos ginásios cantando: “Aê, aê, aê, aê / Ei, ei, ei, ei / Oô, oô, oô, oô, oô…”. Gente, essa música se chama “Prefixo de verão” e é mais velha do que a primeira medalha de ouro olímpica do Brasil no vôlei. Daqui a pouco vão ressuscitar o “em cima, embaixo, puxa e vai”.

      • emanuella

        euzébio e bom mesmo. Tande e gallery e sofrido. Podiam levar o marco ftitãs pelo menos. Concordo com sua opiao sobre a arbitragem o brasil era para perder e como ganhou todo mundo achou lindo.

  • emanuella

    sobre os inscritos, Alan não foi bem na chance que teve, então acho que mereceu ficar fora. Rapha esteve machucado e não teve muita chance, então é normal. e Renan ainda esta longe dos dois opostos. Ainda tem muito que aprender. Fico feliz pelo Lipe, ainda prefiro ele a Mauricio.

  • Bethania

    Não me conformo com o atual campeão da Superliga passando por dificuldades em arranjar patrocinadores.

    • Caco

      A questão financeira tem muito mais a ver com uma boa administração do que com as vitórias. Talvez o RJX tenha dado um passo maior do que as pernas.

  • João Lucas

    A Seleção foi muito beneficiada pela arbitragem. Ary Graça deveria rever seus conceitos no que concerne à utilização da tecnologia nos jogos de voleibol, ao menos acabaria com injustiças como vistas principalmente no primeiro jogo entra Brasil e USA.

    Falando do jogo, gostei muito da atuação de Lipe, é um ponteiro com um bom fundo de quadra e que não dá prejuízo algum na rede, pelo contrário. Lucão é a estrela deste time, é praticamente imarcável. Mário Junior após as desastrosas atuações contra a França finalmente fez um bom jogo e merece ser o líbero desta equipe, eu pedia muito que Alan fosse testado, entretanto, o líbero do time campineiro também não foi bem e Alan foi justamente cortado da Final Six e eu percebi que o problema não é Mário Júnior. O problema está no nosso padrão que é muito elevado, pois, não é fácil substituir um mito chamado Serginho. Thiago Alves nunca justifica e nunca justificará suas convocações, até hoje me pergunto o que o mesmo foi fazer em Londres, enquanto que Lucarelli ficou de fora. Maurício Souza é um grande central, assim com Isac e Éder. Rapha e Renan foram justamente cortados. O levantador não teve tempo de ser melhor avaliado e o oposto está abaixo de Vissoto e Wallace. Wallace é um excelente jogador e na minha opinião erra tanto quanto Vissoto, entretanto, é mais vibrante que o Leandro que por muitas vezes tem um ar de preguiça. Maurício Borges é uma boa opção no banco e enquanto Murilo não volta Dante e Lucarelli são titulares absolutos. Agora vou entrar na questão do levantamento, ficou nítido neste jogo que Willian tem uma mão muito mais calibrada que Bruninho, o levantador do Sada é incrível nas bolas de pontas e levanta no meio tão bem quanto Bruno, o problema é a estatura, pois, Willian é ignorado no bloqueio quando está na rede. Se Willian tivesse ao menos mais uns 5 centímetros não teria para ninguém.

    • Marcelo

      Não, para mim Bruno é melhor no meio do que o William. Mauricio Souza tinha muita dificuldade pra atacar as bolas, com Bruno não.

      • Mateus

        A melhor jogada do Bruno é realmente, a bola de meio, e nesta talvez ele seja melhor do que o William, nas outras jogadas o William é superior. Bruno não seria o que é hoje se não tivesse o Lucão no mesmo time em boa parte da carreira.

      • João Paulo

        Não acho que o Bruno seja melhor nas bolas de meio, e ainda que seja, é pouco para ser titular da seleção. A seleção precisa de um levantador completo.

        • Marcelo

          Bruno é mais completo do William, saca, defende bloqueia…..William?

    • João Paulo

      Muito boa análise. Sobretudo quando trata Thiago Alves e William.

  • Leo

    Do Raphael nem falo nada, só desconfio que o coitado foi experimentado nestes dois ultimos jogos, justamente porque está sem ritmo de jogo, se recuperando de uma cirurgia.. Bernardinho não jogaria pra perder colocando dois levantadores em ação, que são superiores ao fllho. Ainda acho que nessa fase final o William terá o seu momento.. aguardemos.

    • Marcelo

      Raphael não é superior a Bruninho nem no sonho.

  • Priscila

    Não querendo fazer nenhuma critica ao Bruno, é sem duvida um dos melhores jogadores atualmente, é de fato um jogador completo, vibrante, mas sinceramente, do fundo do meu coração, uma torcedora que com cinco anos de idade a sua diversão era assistir voleibol aos sábados, é brilhante poder assistir o william jogar, grande erro do bernardo nas olimpiadas foi ter colocado marlon no lugar do William. William é espetacular, chega a ser quase tão brilhante que o Ricardo, talvez a grande diferença seja realmente no bloqueio, é muito baixo para os padrões atuais, mas sinceramente, já acho que poderia ser de fato titular. É muito lindo vê-lo jogando, a maneira como consegue fintar o bloqueio, a rapidez das suas bolas, acho que dificilmente veremos isso novamente. O raphael é realmente bom, mas não é de hoje que ele nao consegue jogar bem, ainda que sem entrosamento, o William conseguiu jogar bem desde o primeiro momento com a seleção, até mesmo com os centrais, jogadores com quem nunca tinha jogado antes. Enfim, apenas digo que vejo Raphael como um levantador limitado, apesar de ser na minha opiniao melhor que o Bruno nas jogadas de pontas. Mas o William, de quem falava, ele é realmente completo em todas as jogadas, e me surpreendeu a facilidade com que ele tem jogado com o lucão e mesmo com o Éder, lembrando que o Bruno tem tido dificuldade de jogar com o Éder, principalmente pelo seu jogo lento. Sem mais é nítido como o jogo da seleção ganha ritmo com o William, é incrivel a facilidade dele jogar com as pontas, e com o meio também, sem queda de rendimento de nenhum dos setores. A toalha atrás do short, lembra ainda mais Ricardinho, rsrs, mas é sensacional poder vê-lo jogar, de verdade. Agradeço a ele por isso, pois a muito tempo nao via a seleção jogar tão bonito, independentemente de resultado. Me entristece ver o jogo lento do Bruno algumas vezes, vendo tanta dificuldade em bolas lindas como fundo meio e ponta, onde sempre brilhamos com nosso jogo rápido. Enfim, vamos com tudo, feliz que temos um levantador a altura novamente, um levantador que pode entrar como substituto e definitivamente manter e na maior das vezes aumentar o nivel do nosso jogo. É algo que nao via com o Marlon, e nao vejo com o Raphael, apesar de, como disse antes, achar o Raphael mais técnico e mais rápido que o Bruno. Fico realmente feliz. Avante Seleção, vamos para cima da Rússia na quarta.

    • Marcelo

      Amiga, o William também errou bolas e errou para Wallace, menos muito menos, Raphael mais técnico e mais rápido do Bruno? Onde se ele joga somente bola alta? Acho que entende pouco de volei.

    • Vivi

      Adorei o seu comentário. Realmente o William joga muito bem. Eu comecei a observar melhor outros levantadores de outras seleções e não vi nenhum q levante bolas tão perfeitas como ele. Por isso q eh chamado de mago na Argentina e agora pelos seus fãs. Realmente ele faz mágicas com a bola.

    • Alex

      Acredito muito no potencial do levantador Raphael, mas ele só terá chances qnd voltar pra Superliga.
      Só assim poderá ter entrosamento com alguns jogadores e poderá ser observado de fato.
      No mais já tem alguns levantadores que já estão na mira pro futuro da seleção.

  • Kaká

    Concordo com você em relação aos erros dos árbitros.O Brasil foi muito beneficiado. Houve um no primeiro jogo, que foi terrível, quando o Lucão invadiu a quadra americana e o juiz não marcou. Realmente está na hora de se usar a tecnologia nos jogos. Quanto ao jogo, o Wallace realmente melhorou muito de sábado para ontem. Deve ter ouvido muito do Bernardinho. Acho que a seleção está muito bem e tem grandes chances nessas finais. Acho que o Bernardinho fez as escolhas certas, pois os meios de rede são ótimos, os levantadores estão bem e os opostos estão desequilibrando. Mesmo se o Vissotto não estiver bem, o Wallace mostrou que pode substituí-lo. Minha única preocupação neste time diz respeito aos ponteiros, pois o Dante já não está mais em forma há muito tempo. O Lucarelli é bom no ataque, mas às vezes, por ser muito jovem, comete erros bobos e falha na recepção. Quanto aos outros três – Lipe, Maurício Borges e Thiago Alves – não os acho confiáveis, pois falham muito no passe e erram no ataque. Realmente, Murilo faz muita falta. Mesmo assim, estou confiante e torço para que o Brasil possa conquistar essa liga a fim de ganhar confiança para o Mundial do ano que vem e para as Olimpíadas 2016.

  • Everton

    Como jogaram bem Mário Jr e Willian. O levantador deu outra dinâmica ao ataque. Líbero precisou ficar fora para abrir os olhos e mostrar que tem talento inclusive na defesa. No mais Earth de esperar os cortes, Raphael pela infeliz fratura e Alan não aproveitou

  • Tereza

    Realmente a atuação da arbitragem foi lamentável no mais o EUA apesar de renovado tem potencial acho que o Brasil tem tudo para ganhar o 10º titulo da liga. Daniel você sabe se a Russia vai vim com a seleção completa ou vem com aquela limitada que jogou a fase de classificação se bem que quando o jogo é contra o Brasil eles sempre se superam.

    • Daniel Bortoletto

      a da fase de classificação com alguns reforços, como Mihaylov

  • Angelo

    Não acho que o Renan deveria ser cortado, pois nos confrontos com a Rússia, se eles usarem o Muserskiy como oposto, só o Renan teria condições de bloquer o cara, pois ele tem 2,17, contra 2,18 do russo.

    • Donizeti

      Altura não quer dizer bom bloqueio, veja o exemplo do Vissoto, que tem 2.12m e bloqueia menos que o Willian.

      • emanuella

        Tá louco? vai ilhas as estatísticas de bloqueio. O visito esta muito bem

      • newton

        Falou bobagem. Nos dois jogos contra Búlgaria o Vissoto bloqueou muito, só na última partida fez 3 ou 5 ponto de bloqueio. William nem sequer pressiona no bloqueio (Por razões óbvias)

        • Emanuella

          o bloqueio do Brasil caiu muito só pela presença do Willian em quadra. Porque ele vira o alvo preferido dos levantadores.

  • Alex

    Há muito tempo venho observando um futuro problema na seleção: Atacantes de ponta!!

    Contamos com uma excelente safra de centrais e de opostos. Ainda sinto falta do Gustavão de 2.15, mas os que foram convocados respondem bem e merecem estar na seleção.
    Quanto aos opostos temos ótimas opções até 2016 e ainda sobram opostos que não foram convocados.
    Porém está faltando atacantes de ponta de qualidade pra seleção!!!
    Então me pergunto… Pq não tranformar alguns opostos em pontas???
    Como já aconteceu na seleção antes. Dante era oposto no começo de carreira e foi justamente o Bernardinho que o tranformou em ponta. Hoje um dos melhores do mundo!!!
    Fico pensando se o Wallace não poderia, tb, ser tranformado num ponta/passador.
    Na seleção feminina isso aocntece com mais frequência. Mari, Natalia e Tandara cumprem as duas funções tanto na seleção quanto nos clubes.
    Imagine uma dupla de atacantes no calibre de Wallace e Lucarelli?!?!
    E tb penso que os opostos The e Franco tb possuem características de ponta/passador.
    Lógico que ainda temos futuros pontas pra seleção como o Ary, o Lucas Loh e o Mão.
    Mas fico imaginando o Wallace na ponta… Só começar a treinar o passe o quanto antes!!!
    Bruninho 1.90 – Levantador
    Lucão 2.09 – central
    Lucarelli 1.96 – ponta
    Vissotto 2.12 – oposto
    Eder 2.04 – central
    Wallace 1.98 – ponta

    Mario Jr. 1.92 – líbero

    • Perikito

      Wallace pra defender uma bola é todo desajeitado, imagine passando! Dá até pra visualizar a torcida gritando “saca no Wallace”.

      • Alex

        Dante tb sofreu muito no começo, qnd se transformou de oposto pra ponta, e hj é um dos grandes passadores!!! Treino, treino, treino!!! Theo tb seria uma opção e o Franco tb tem características de ponta!!

    • Hewerton

      Sem chances do Wallace ser ponteiro passador, o cara é todo jegue, não tem tanta coordenação assim. Ele tem muita explosão, velocidade e impulsão, mas pra ponteiro não serve, é a mesma coisa que botar zagueiro de roça pra ser meio-campista.

MaisRecentes

Sada/Cruzeiro sai do Mundial com bronze e cabeça erguida



Continue Lendo

Rodada define confrontos da Copa Brasil masculina



Continue Lendo

Dia de aplaudir o Zenit Kazan



Continue Lendo