Uma nova Superliga vem aí!



Pessoal, bom dia. Abaixo minha coluna Saque de hoje, publicada no LANCE!. Vejam as novidades que a CBV estuda para a próxima Superliga. Íntegra abaixo.

A CBV deve tirar do papel um projeto de remodelação da Superliga já na temporada 2011/2012.

A intenção da entidade é fazer a principal competição de clubes de maneira mais enxuta, sem tanto desnível técnico entre os times, e criar uma divisão de acesso, punindo os piores com descenso e estimulando o acesso. Inicialmente discute-se a Superliga A, se podemos chamar assim, com 12 participantes, e a B com pelo menos oito.

O investimento de um patrocinador para montagem de um time de ponta aumentou muito nos últimos anos. Orçamentos passam de R$ 12 milhões. Quem faz um time com metade, valor capaz de garantir presença na semifinal cinco anos atrás, agora briga pela última vaga nos playoffs e olhe lá. Com Ligas A e B, espera-se que novos patrocinadores sejam atraídos para a Segunda Divisão e, em um projeto de longo prazo, caso subam para a Primeira, aumentem o montante investido.

Clubes já foram comunicados de que as mudanças já podem ser implantadas na próxima edição, mesmo aqueles que não teriam mais espaço na elite, por exemplo, como o Santo André, que vai manter-se no esporte mesmo que na divisão de acesso Já existe respaldo também da Rede Globo, por intermédio do canal SporTV, que garante a transmissão de jogos também da Superliga B.

A Liga Nacional, que atualmente serve para times entrarem na Superliga, pode ser mantida, mas com presença de times semi-profissionais das cinco regiões do país, além da presença de equipes universitárias. Mas as discussões sobre essa competição ainda vão se estender por mais tempo.

Além de Superliga e Liga Nacional, é provável que saia do papel uma espécie de Copa do Brasil, sem qualquer ligação com o formato visto na competição com mesmo nome no futebol. No vôlei, ela reuniria os três primeiros colocados da Superliga A e inicialmente um convidado. No segundo ano, o campeão da Superliga B substituiria o convidado.

Por fim, até o Jogos das Estrelas, pedido pelo central Gustavo no ano passado, pode entrar no calendário.



MaisRecentes

Vaivém: Sesc confirma renovação de ponteiras



Continue Lendo

Seleção mantém embalo e não toma conhecimento das dominicanas



Continue Lendo

Vaivém: Site crava volta de Hooker ao Osasco



Continue Lendo