Uma família em festa



Material publicado neste domingo, no LANCE!

Durante mais de uma década, os irmãos Vlad e Nikola Grbic  foram sinônimo de vôlei para a Iugoslávia e, após a Guerra dos Balcãs, para a Sérvia. Hoje, com Nikola no banco, como treinador, uma outra dupla de irmãos pode entrar para a história do vôlei, às 11h30, no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

Nikola  e Uros na selfie da vitória

Nikola e Uros na selfie da vitória

Os pontas Uros e Nikola Kovacevic foram decisivos, ontem, para que a Sérvia conquistasse a vaga na decisão da Liga Mundial. Cada um marcou 18 pontos no triunfo sobre os Estados Unidos, que defendiam o título, por 3 sets a 2, parciais de 25-23, 25-21, 25-27, 20-25 e 15-12. Contra a França, que eliminou a Polônia, também após um tie-break (25-23, 25-23, 19-25, 22-25 e 17-15), a Sérvia jogará pela quinta vez uma final de Liga. Nas outras quatro (2003, 2005, 2008 e 2009), eles ficaram com o vice. Para os franceses será também a segunda decisão, já que perderam em 2006 para o Brasil.

– Hoje pude estar ao lado dele, ambos sendo titulares. É meu irmão, é sempre especial, mas o importante neste caso não é a família, mas sim o time. É importante ganhar cada jogo, não importa quem jogue – comentou Uros ao LANCE!.

Nikola é o mais velho dos irmãos Kovacevic. Tem 32 anos, 1,93m, e jogou com o xará Grbic, atual treinador. Ele viveu o auge e a reconstrução da Sérvia como time. Participou dos vice-campeonatos em 2008 e 2009 e agora vê a seleção voltar ao grupo dos melhores do mundo. Condição que Uros, dez anos mais novo, vivencia pela primeira vez. Apontado como um dos mais talentosos da nova geração, o jogador de 1,97m atua ao lado de Bruninho, no Modena, da Itália.

Eles atuaram juntos pela primeira vez pela Seleção em 2011, durante o Copa do Mundo, no Japão. Na derrota para a Polônia, Uros substituiu Nikola. Na fase final da Liga Mundial, eles começaram no banco de reservas na derrota para a Itália. Viraram titulares diante da Polônia, na vitória no tie-break que garantiu a passagem para a semifinal, seguindo no time contra os Estados Unidos. Hoje, novamente como titulares, os irmãos Kovacevic podem dar para a Sérvia o título que os irmãos Grbic não conseguiram.



  • Aline

    Uros e Nikola: lindos e craques de bola. A comemoracao dos 2 juntos apos a vitoria sobre os EUA foi emocionante!
    Parabens aos irmaos Kovacevic!!!

  • Billy

    O Nikola(veterano)realmente joga bem,já do Uros não dá prá dizer o mesmo.E ele(Uros) não têm 1.97m como dizem na transmissão.Ele não aparenta ter isso.É mais baixo e não o acho grande coisa ainda como jogador(têm pouca técnica e é fraco fisicamente).Branquelo(como a maioria dos europeus)Coitado…precisa pegar um bronzeado esperto e tirar aquela barba comprida medonha dele).Não dá prá dizer JAMAIS que um jogador desse é bonito.Pelo amor de Deus…

MaisRecentes

Seleção masculina terá logística complicada na Liga das Nações



Continue Lendo

Seleção feminina jogará em Barueri na Liga das Nações



Continue Lendo

Sábado dos visitantes na Superliga masculina



Continue Lendo