Uma escadinha, literalmente, na classificação da Superliga



1) Sesi – 34 pontos

2) Vôlei Futuro – 33

3) Cimed/Sky – 32

4) Sada/Cruzeiro – 31

5) Vivo/Minas – 30

Os cinco primeiros colocados da Superliga masculina, após  a quarta rodada do returno, estão separados por apenas cinco pontos.  Por ironia do destino, cada posição é separada por um mísero ponto.

A campanha do quinteto é igual: 15 jogos, 11 vitórias e quatro derrotas para cada um. A diferença está nos triunfos ou derrotas no quinto set, que passaram a ter diferentes pesos na pontuação nesta temporada.

Quem tem a comemorar na rodada é o Sesi, que passou sufoco no ABC contra o BMG/São Bernardo, vencendo por 3 a 1, mas em um jogo que o tie-break era quase uma certeza. O atual campeão sentiu a falta de Murilo, poupado após sentir dores musculares. Mas somou três importantes pontos e dorme na frente na classificação.

O Vôlei Futuro precisou de cinco sets para passar pelo Medley/Campinas, que ainda briga para se firmar no G8. Já o ex-líder Cimed/Sky caiu, também no tie-break, diante do RJX, que se firma em sexto lugar (24 pontos), mas dificilmente vai entrar no equilibrado G5. Já os mineiros Sada/Cruzeiro e Vivo/Minas também se deram bem, vencendo seus jogos contra Londrina/Sercontel e BMG/Montes Claros, respectivamente, por 3 a 1.

Assim, a reta final do returno ganhará ainda mais emoção, já que muita gente vai começar a fazer as contas para saber quem poderá enfrentar nos playoffs. Está bonito de ver a acirrada disputa.

Alguém arrisca como ficarão os duelos nos playoffs?



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo