Um panorama do vaivém italiano (masculino)



Já que pediram, separei um tempinho nas minhas férias e fiz um balanço do mercado masculino italiano até agora. A fonte foi o sempre confiável Volleyball.it, do amigo Luca Muzzioli.

Aqui estão apenas as principais contratações dos melhores times da Itália até o momento. Não coloquei os especulados, pois isso depende de apuração e prefiro sempre acreditar na minha.

Trentino: Acertou com os pouco conhecidos Djuric, central grego ex-Olympiakos (GRE), e Verhanneman, ponta belga ex-Knack Roeselare (BEL). O levantador brasileiro Rapha segue como um dos intocáveis do time.

Cuneo: Leandro Vissotto, oposto ex-Vôlei Futuro, Ngapeth, ponta francês ex-Tours (FRA), Baranowicz, ponta ex-Resovia (POL), são os principais reforços. Vai ser interessante ver o brasileiro tendo Grbic como levantador.

Macerata: Fechou com os italiano Travica (levantador, para substituir Vermiglio) e Parodi (ponta). Manteve Savani, novo capitão da Azzurra. Aposta em talentos locais. Gostei da base montada.

Modena: O problema é o levantador, já que Bruninho disputou apenas os playoffs da última temporada. O finlandês Esko não inspira confiança. Até agora fechou com o ponta americano Anderson e o central tcheco vesely. É pouco.

Piacenza: Fechou o levantador búlgaro Zhekov, o oposto e compatriota Nikolov e o veterano ponta Papi. Manteve o líbero Marra e o ponta Zlatanov. Deve fazer sombra aos favoritos agora.

Verona: Contratou o gigante alemão Kromm, mas perdeu o oposto e selecionável Lasko. O levantador segue sendo o veterano Meoni.



MaisRecentes

Vaivém: Sada/Cruzeiro emite nota oficial sobre situação de Simon



Continue Lendo

Lucas Lóh reforçará Seleção Brasileira na Austrália



Continue Lendo

Vaivém: Walewska confirmada pelo Osasco/Audax



Continue Lendo