Turquia limita número de estrangeiros no país



Muita gente estranhou o fato de Fofão não jogar parte da última temporada pelo Fenerbahce, já que José Roberto Guimarães possuía cinco estrangeiras no time e só podia escalar três.

Agora, a regra fica ainda mais rígida. Apesar da reclamação dos clubes, que dizem perder força nas competições europeias, a federação local aprovou a diminuição no número de estrangeiros em quadra, tanto no feminino quanto nas masculino. Dois atletas não-turcos poderão estar em quadra e outro poderá ficar no banco.

A limitação vai causar uma debandada de estrangeiros do país, já que a Turquia era um mercado em crescimento e que estava pagando bem para astros e estrelas.

Já a Itália vê com bons olhos a mudança, pois deve receber vários atletas de volta.



  • Vitor

    A medida visa dar força a sua seleção. Seleção essa que conta com nomes interessantes como a oposto Darnel (melhor pontuadora dos últimos dois Mundiais), a levantadora Naz Aydemir e a central Eda Erdem, mas que nunca consegue obter grandes resultados. No Fenerbahce, por exemplo, se a Fofão pudesse jogar, a Aydemir teria sido banco a temporada inteira e não iria adquirir experiência, uma vez que se trata de uma jogadora ainda jovem. Vamos ver se essa mudança surtirá efeito. Espero que sim, pois seria mais uma seleção forte em um cenário já bastante competitivo.

  • Luciano

    Então isso significa que a Fabiana não irá para o Fenerbace, pois pelo que sei já foi contratada uma coreana e o Zé pretende continuar com a Sokolova.

MaisRecentes

A tabela da fase final da Liga Mundial



Continue Lendo

Vaivém: Rapha dá dicas para reforços gringos de Taubaté



Continue Lendo

Os finalistas da Liga Mundial



Continue Lendo