Três semifinalistas e um duelo completamente aberto



A Superliga feminina 2016/2017 já conhece três semifinalistas: Rexona-Sesc, Vôlei Nestlé e Camponesa/Minas.

A classificação do trio aconteceu com vitórias incontestáveis por 3 sets a 0, na segunda partida da série em melhor de três das quartas de final (só para derrubar minha tese de equilíbrio nos playoffs).

O time carioca teve dificuldade apenas no terceiro set diante do Pinheiros. Durante todo o jogo demonstrou muita consciência tática para anular as melhores peças de ataque do rival. O Rexona só foi testado no terceiro set, quando esteve atrás até o 20º ponto. Dali em diante o Pinheiros deu vários pontos em erros e se despediu da Superliga. Nota negativa da partida: menos de mil torcedores na Jeunesse Arena. Esperava bem mais.

Rexona eliminou o Pinheiros (Alexandre Arruda)

Rexona eliminou o Pinheiros (Alexandre Arruda)

Nas semifinais, o Rexona vai encarar o Camponesa/Minas, que ontem foi até o Ginásio Panela de Pressão e derrotou o Genter/Bauru em sets diretos Surpreendente pelo equilíbrio do primeiro jogo em BH, por ser o duelo do quarto colocado contra o quinto e por ter sido tão categórico na casa do rival. Hooker mais uma vez liderou o time de Paulo Coco.

Bernardinho já havia dito em entrevistas que considerava o Minas favorito ao título após a chegada de Hooker e Jaqueline. Certamente aproveitou para jogar o peso para o lado do rival, mas demonstra também respeito pelo bom momento mineiro iniciado no segundo turno da competição. Promessa de uma série em melhor de cinco de altíssimo nível.

Já no acanhado Ginásio da Hebraica o Fluminense deu adeus à competição talvez no melhor jogo do Vôlei Nestlé nos últimos meses. Quase impecável em todos os fundamentos, o time de Osasco não deu qualquer chance para o Tricolor. O torcedor espera que a atuação seja a prova de que o crescimento da equipe está acontecendo na hora certa.

Comemoração de Paula Pequeno & Cia (Inovafoto)

Comemoração de Paula Pequeno & Cia (Inovafoto)

No sábado, o Vôlei Nestlé estará de olho no terceiro confronto entre Dentil/Praia Clube e Terracap/Brasília. Ontem, no Distrito Federal, o time de Anderson Rodrigues foi implacável. Depois de um primeiro set equilibrado, atropelou nas parciais seguintes e levou a decisão para Uberlândia. A pressão estará em cima do time da casa, mesmo sem Fabiana e com Alix longe do ideal.

 



MaisRecentes

Atuação ruim tira Brasil da final da Copa Pan-Americana



Continue Lendo

Vôlei Renata anuncia novidades para a temporada



Continue Lendo

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção



Continue Lendo