Trechos exclusivos da entrevista com Lucão



No LANCE! deste domingo você lê uma entrevista com o central Lucão, titular da Seleção e do RJX.

O blog separou algumas perguntas exclusivas sobre as perspectivas dele para a Olimpíada de 2016.

O que você imagina de cenário da Olimpíada do Rio, em 2016? Os mesmos rivais de sempre?
Acho que não vai fugir muito do que estamos acostumados. No início do último ciclo olímpico, a Polônia estava em transformação e conseguiu chegar bem no fim do ciclo. Os Estados Unidos têm uma escola muito forte e, quando acham que não vão chegar, eles conseguem por conta da organização e do conjunto forte. Cuba sempre tem renovação. A Rússia é uma escola do vôlei como o Brasil. Talvez a Itália caia pela falta de novos jovens jogadores.
 
Como você vê o Brasil, que também terá a saída de jogadores? E o Bernardinho, ele continuará como treinador?
Acho que o Bernardinho continua. Não vejo outro treinador assumindo a equipe. Trata-se de um técnico extremamente competente e ninguém pode questionar o trabalho que fez nestes anos. Quanto à equipe, o grupo que acabou disputando a Olimpíada tinha eu e o Sidão de centrais, o Wallace de oposto, Bruno de levantador, Dante e Murilo nas pontas e o Serginho era o líbero. Desses, acredito que apenas o Serginho saia. Temos uma base, mas é claro que novos jogadores vão chegar. Isso é necessário pois o ciclo é grande, os atletas estão sujeitos a lesões. A garotada precisará ter paciência pois teremos muitos testes no início e muita ralação. Tudo para chegarmos em 2016 com a equipe mais perfeita possível.
 
Olimpíada já é importante. No Rio, a pressão será ainda maior…
Nos últimos ciclos, o vôlei sempre foi cobrado para trazer medalhas. Com certeza a pressão será grande. O Comitê Olímpico Brasileiro conta com essas medalhas. Mas vejo muito disso a nosso favor. Ninguém gosta de vir jogar no Brasil com ginásio lotado.
 
Você se vê jogando no Brasil por todo o ciclo olímpico?
Hoje não me vejo saindo do Rio de Janeiro. Gosto muito daqui e tenho uma excelente estrutura de trabalho. O Brasil melhorou não só em estrutura de clubes, mas também em termos financeiros. Antigamente, muitos jogadores saíam por conta das propostas financeiras. Todo mundo ia para a Itália porque o Euro estava valorizado e o campeonato era forte. Hoje em dia já não é mais assim. Talvez a Rússia ainda esteja um pouco acima, mas os outros campeonatos estão bem nivelados.



  • NEIDE

    Bom Dia Daniel! Excelente entrevista a do Lucão um dos melhores meios-de-rede dessa SUPERLIGA, craque de bola!
    Em relação às perguntas vou comentar:
    1)O que você imagina de cenário da Olimpíada do Rio, em 2016? Os mesmos rivais de sempre?
    Eu acrescentaria o IRAN nessa lista, uma vez que a Confedereção Iraniana de Vôlei renovou contrato com o campioníssimo JULIO VELASCO, eleito o melhor técnico do século XX pela FIVB, responsável pela fase de ouro da ITÁLIA no vôlei mundial.

    2)Como você vê o Brasil, que também terá a saída de jogadores? E o Bernardinho, ele continuará como treinador?
    Se JULIO VELASCO foi o melhor do século XX, BERNARDINHO é o melhor do século XXI concordo com o LUCÃO, que deve pensar como os demais jogadores. Não vemos nenhum substituto para BERNARDINHO na seleção, o trabalho do cara é magnífico e ele tem muita lenha para queimar.

    Quanto à saída de jogadores, as substituições mais importantes são as de Giba e Serginho uq ainda batem um bolão, mas para o novo ciclo tem 2 substitutos à altura: Ricardo Lucarelli de ponteiro e Lukinha de líbero.
    O excelente líbero LUKINHA coleciona títulos e premiações individuais nas categorias de base da Seleção Brasileira, ele vem com tudo para substituir o Serginho que se aposentou da seleção adulta. LUKINHA está fazendo uma excelente temporada no VIVOMINAS, mostrando que amadureceu bastante e está pronto para a seleção adulta. Foi campeão Sul-americano Infanto; vice-campeão do Campeonato Mundial Infanto e eleito a Melhor Recepção; campeão do Campeonato Sul-americano Juvenil e eleito Melhor Recepção e Melhor Líbero; campeão do Campeonato Mundial Juvenil e eleito Melhor Líbero.
    Ricardo Lucarelli: substituto natural de GIBA na seleção, vem tendo atuações fantásticas na ponta do VIVO-MINAS, e vem forte na briga para ser o maior pontuador da SUPERLIGA.

  • NEIDE

    Bom Dia Daniel! Excelente entrevista a do Lucão um dos melhores meios-de-rede dessa SUPERLIGA, craque de bola!
    Em relação às perguntas vou comentar:
    1)O que você imagina de cenário da Olimpíada em 2016? Os mesmos rivais de sempre?
    Eu acrescentaria o IRAN nessa lista, uma vez que a Confedereção Iraniana de Vôlei renovou contrato com o campioníssimo JULIO VELASCO, eleito o melhor técnico do século XX pela FIVB, responsável pela fase de ouro da ITÁLIA no vôlei mundial.

    2)Como você vê o Brasil, que também terá a saída de jogadores? E o Bernardinho, ele continuará como treinador?
    Se JULIO VELASCO foi o melhor do século XX, BERNARDINHO é o melhor do século XXI concordo com o LUCÃO, que deve pensar como os demais jogadores. Não vemos nenhum substituto para BERNARDINHO na seleção, o trabalho do cara é magnífico e ele tem muita lenha para queimar.

    Quanto à saída de jogadores, as substituições mais importantes são as de Giba e Serginho uq ainda batem um bolão, mas para o novo ciclo tem 2 substitutos à altura: Ricardo Lucarelli de ponteiro e Lukinha de líbero.
    O excelente líbero LUKINHA coleciona títulos e premiações individuais nas categorias de base da Seleção Brasileira, ele vem com tudo para substituir o Serginho que se aposentou da seleção adulta. LUKINHA está fazendo uma excelente temporada no VIVOMINAS, mostrando que amadureceu bastante e está pronto para a seleção adulta. Foi campeão Sul-americano Infanto; vice-campeão do Campeonato Mundial Infanto e eleito a Melhor Recepção; campeão do Campeonato Sul-americano Juvenil e eleito Melhor Recepção e Melhor Líbero; campeão do Campeonato Mundial Juvenil e eleito Melhor Líbero.
    Ricardo Lucarelli: substituto natural de GIBA na seleção, vem tendo atuações fantásticas na ponta do VIVO-MINAS, e vem forte na briga para ser o maior pontuador da SUPERLIGA.

  • LEANDRO

    Lucão é um central fantástico, mas precisa aprender a bloquear. Nos jogos olímpicos foi nítido essa sua deficiência. Se o Lucão aprender a bloquear será o melhor central do mundo.
    Abaixo a minha observação sobre a renovação:
    Oposto: Na minha modesta opinião, o oposto Renan Buiati tem que estar nesse cíclo olímpico, tem velocidade, grande alcance e potência no ataque, defende muito, saca muito, tem um ótimo bloqueio, é novo e tem um diferencial, sua altura, 2,17. Diferentemente do Vissoto que é muito lento. O Wallace é um bom oposto, mas só sabe atacar e sacar, não sabe bloquear, não tem técnica e não sabe defender.
    Centrais: O Brasil não tem problemas para renovação. Temos ótimos centrais e também altos na Superliga: o gigante Gustavão merece uma chance. E tem outros: Isac, Otávio, etc. O que não falta é centrais;
    Ponteiros: é o gargalo dessa renovação. O Lucareli também tem que estar dentro, apesar de ser baixo, tem muita técnica e talento
    Levantadores: Murilo do Medley Campinas é novo ainda, tem muito que aprender, merece uma chance. Temos bons levantadores para o cargo. Pelo amor de Deus, o William do Sada não, é um grande levantador, mas já está velho e é muito baixo. Rafa do trentino tb é um grande levantador mas é outro velho.
    Líbero: outro gargalo da seleção. Não vejo líberos novos e bons para substituir o Escadinha. Novamente não me venha com o nome do Serginho do Sada, que também é um grande líbero, mais é velho.

    • Substituicoes na selecao

      Do time PRATA em LONDRES/2012, 3 se aposentaram da selecao: GIBA, SERGINHO e RICARDINHO.
      LUCARELLI do VIVOMINAS e o substituto do GIBA;
      LUKINHA,libero do VIVOMINAS, e o substituto do SERGINHO;
      P/ substituir RICARDINHO na reserva do BRUNINHO, as melhores opcoes sao: SANDRO do SESI, RAPHA do TRENTINO e WILIAN ARJONA do CRUZEIRO.
      Que falta de respeito desdenhar do Wilian e do Rapha os rotulando de “VELHOS”!
      Todos sabem que a posicao de levantador e extremamente cerebral e exigemuita experiencia. Todo grande levantador chega ao auge apos os 30 anos, foi assim com Mauricio, Ricardinho, Marcelinho, Wilian, Rapha, Marlon,Sandro etc… Bruninho tem somente 26 anos, ja e muito bom e vai evoluir mais ainda e precisa de um levantador experiente para revesar com, papel que ja foifeito por Marlon e Ricardinho. Agora e a vez de SANDRO,RAPHA ou WILLIAN Substituirem o Ricardinho e fazer dupla com o Bruninho.

MaisRecentes

Vaivém: Mais estrangeiras na Superliga?



Continue Lendo

Com emoção, Corinthians se garante na Superliga



Continue Lendo

Com méritos, Brasil cumpre obrigação



Continue Lendo