Título e recado do Camponesa/Minas aos rivais



O Camponesa/Minas conquistou, na noite desta sexta-feira, o título do Campeonato Mineiro feminino pela primeira vez desde 2003.

E a quebra do tabu aconteceu em grande estilo. Em Uberlândia, vitória incontestável sobre o Dentil/Praia Clube por 3 sets a 0, parciais de 25-20, 25-14 e 25-22.

Um resultado para ser muito festejado pela torcida do tradicional clube de BH. Foi a segunda vitória do Minas sobre o reforçado Praia na competição, com Fernanda Garay em quadra, ao lado de Fabiana, Walewska, Amanda, Suelen. No duelo anterior, em casa, mais dificuldade para o triunfo do Minas: 3 a 2. Carol Gattaz foi eleita a melhor em quadra.

O título também serve como recado para os adversários às véspera do início da Superliga 2017/2018. O Minas, pela primeira vez em muitos anos, vai entrar na “mesma prateleira” do próprio Praia, do Sesc e do Vôlei Nestlé no item favoritismo teórico para o título.

Com grande parte da base mantida da temporada passada (Rosamaria, Pri Daroit, Carol Gattaz, Mara e Léia), o Minas tem como novidades o técnico italiano Stefano Lavarini e a levantadora Macris no lugar de Naiane. Além disso espera o retorno da americana Hooker, um dos principais nomes na campanha que levou o time a ficar a uma vitória da decisão da última Superliga.

Para Lavarini o título estadual pode aumentar a confiança do Minas para a disputa da Supercopa, na próxima sexta-feira, em Fortaleza, contra o Sesc, e logicamente na Superliga.

– A gente sempre joga para ganhar. É muito bom conquistar um campeonato, mas é só o começo da temporada. Temos que treinar muito e cuidar da construção do nosso time. É o começo do caminho que temos que percorrer. Espero que este título dê confiança ao nosso trabalho.

Já Rosamaria vê a comprovação da evolução minastenista:

– Já deu para mostrar que estamos em crescimento. O mais importante foi que jogamos o Campeonato Mineiro como um grupo e vamos continuar o trabalho desta forma.

Walewska, por sua vez, lamentou as falhas do Praia.

– Nós erramos muito. Temos equipes muito fortes pela frente, então temos que rever, estudar tudo o que foi feito para tentar consertar isso. Temos um tempo antes de estrear na Superliga, então vamos nos preparar. A comissão técnica é muito estudiosa, então a certeza é que estamos em boas mãos. Vamos acreditar nessa evolução daqui para frente – disse.

 



  • Re Cs

    Na quarta foto não é a Rosamaria e sim a Pri Daroit.
    ATENÇÃO!!!

MaisRecentes

A dor de Gabi e de quem estava ao lado



Continue Lendo

Duas gratas surpresas na Superliga



Continue Lendo

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo