Título do Funvic/Taubaté ficou em segundo plano



O Funvic/Taubaté não deu chances para o Brasil Kirin, dono da casa, e faturou a Copa “Banco do Brasil” masculina por 3 a 0, ontem à noite, em Campinas. Merecidamente conquistou vaga no Sul-Americano, que classificará para o Mundial.

Mas o desempenho do time de Cezar Douglas ficou em segundo plano, já que o assunto que tomou conta das redes sociais, enquanto a bola rolava no Taquaral, foi a transmissão da final pela TV.

O SporTV, parceiro de longa data da CBV e canal oficial do vôlei no país, não transmitiu o primeiro set da decisão. Contrariando o que estava na própria grade de transmissão, o SporTV manteve a transmissão do UFC em seu canal principal (39), mostrava o basquete do Flamengo no 38, com Circuito Banco do Brasil de vôlei de praia no 37. Foi o estopim para um caminhão de reclamações de jogadores, ex-jogadores e fãs do esporte.

“Não to acreditando nisso!! Obrigado Sportv Obrigado CBV”, escreveu o central Gustavo, do Canoas, antes de reproduzir uma postagem de outra pessoa, que reclamava da falta de respeito da entidade e do canal com os fãs, pedindo uma satisfação para Renan dal Zotto e Radamés Lattari, dirigentes da CBV.

Como escrevi ontem no Twitter, o UFC, segundo a grade distribuída para a imprensa no fim de semana, começaria às 19h, terminando três horas depois para entrada do vôlei. Por algum motivo que apenas o canal pode explicar a transmissão das lutas avançou mais do que o previsto. E o vôlei entrou com o jogo – a final de um campeonato – já em andamento.

Escolhido o vilão da história, o enredo precisa ter um mocinho. E este foi a TV Brasil, canal que pouca gente tem o hábito de acompanhar (sejamos sinceros, pessoal!) e que fechou um acordo com a CBV para transmitir a competição. Mesmo chamando em parte do jogo o time da casa de Brasil “de Kirin”, a TV Brasil agradou o público justamente por chamar o time pelo nome do patrocinador (faltou fazer o mesmo com a Funvic, para ser justo), além de bons comentários do ex-jogador Fernandão. A transmissão aproveitou a maré positiva e leu dezenas de elogios de telespectadores durante o jogo.

A TV Brasil ficou feliz pela noite de sábado. E quem mais tem motivos para sorrir? O Banco do Brasil, que dá nome ao torneio e recentemente resolveu manter o patrocínio milionário à CBV? Certamente não. Já a entidade máxima do vôlei nacional volta a ser motivo de reclamações de todos os lados. E quem perde mais é o esporte, que vai vendo, dia após dia, os fãs – leia também como consumidores – perdendo o TESÃO (em maiúsculo mesmo) de acompanhar o vôlei.



  • Valdir

    Eu sou um que não assisto mais volei no Sportv por isso.
    Além dos problemas citados no texto, que são bem graves, ainda ter que aguentar comentarista que fica puxando sardinha pra time x ou time y é inaceitável (pratica importada do futebol, aliás). Enfim, ta mal o volei brasileiro.

    • LUCAS

      EXATAMENTE. FICAR OUVINDO CERTO COMENTARISTA PUXAR O SACO DE TIME A OU B….NINGUÉM MERECE. Na transmissão de osasco e minas, ele deve ter ficado decepcionado c a derrota do osasco, pq visivelmente, o comentarista sportv daquele jogo é fã do time.

  • klaus

    É revoltante.Já tem o canal Combate exclusivo para o UFC e ainda assim tem que passar lutas no Sportv?É uma falta de respeito muito grande pois o assinante se sente enganado pelo canal que promete algo e não cumpre.Você fica esperando pra acompanhar o jogo, se programa e tem que ver UFC por mais de três horas.Será que não foram suficientes ?Por que nunca o vôlei é prioridade? Espero que tudo isso possa ser colocado na mesa numa futura negociação dos direitos televisivos.A Turner é mais um canal esportivo chegando no Brasil, pois acaba de adquirir o EI, então acho bom o Sportv melhorar muito nas transmissões, pois tentaram a Liga dos Campeões de futebol e perderam, será que vão querer perder o vôlei também?

    • Manuel Nóia

      Olhe lá se o Fox Sports resolver aprontar e tirar a Superliga do SporTV a partir deste ano!

  • Afonso RJ

    Eu sou um que está perdendo o TESÃO de acompanhar o vôlei. E o motivo vai além do eventual descaso das emissoras de TV. Antes, por mais amadora que fosse, tínhamos transmissão dos jogos pela internet. Podíamos acompanhar bem mais de perto aos nossos times e ao campeonato como um todo. Agora dependemos totalmente da TV. A única alternativa seria ir aos ginásios assistir ao vivo, o que nem sempre é possível para a grande maioria. Some-se a isso os escândalos e a roubalheira na CBV (que tudo indica vai dar em pizza), exodo de atletas para o exterior, diminuição drástica da contratação de estrangeiras de nome, e realmente a empolgação de acompanhar o vôlei já não é a mesma de outras temporadas.

  • Osmar Cordeiro

    Lamentável está falta de comprometimento não apenas para os fãs de vôlei , mas sim para os consumidores do Sportv . Eu já achei que o horário das 22 horas era muito tarde e pode ter certeza se fosse bem mais equilibrado o jogo ia varar da meia noite . Sem falar em outros jogos a emissora troca de canais para não prejudicar outras competições e sinceramente o vôlei está sendo deixado de lado comparado com outras competições e daí esses falsos falam de boca cheia das conquistas que o Brasil pode ter nas olimpíadas . Já está na hora do vôlei ser valorizado mais . Sobre a conquista do Taubaté , super merecida e o investimento se fez presente , agora podemos dizer que o Sada Cruzeiro tem um candidato à altura pra brigar pelo título , só algumas coisas q não só o Sportv , mas a CBV deveria dá explicação a classificação direta do Brasil Kirin para a semi-final ( coisa que no ocorreu com o Maringá ano passado ) , a vaga do sul-americano que valeu no masculino e no feminino não . Está na hora de ter um padrão todas as competições . Parabéns ao Taubaté , o Brasil Kirin infelizmente sofreu muito com as contusões do Wallace , Michael , Luizinho e Alan .

  • Mari

    Nossa!! Eu não sabia desse babado todo!! Só cheguei em casa no terceiro set. Mas lamentável o que a SporTV faz com o vôlei no Brasil sempre em segundo plano. Tirando isso, parabéns ao Funvic/Taubaté pelo título, mas sinto q esse time tá igual ao RJX muito dinheiro no primeiro ano, título da SL e depois morreu….
    Outra reclamação pertinente é o time do Pinheiros no feminino não disputar sulamericano, um absurdo sem tamanho!! Pq tem q ser o Molixo?? Só pq vai sediar o evento?? Se for por isso pq os jogos não são no Maracanãzinho? Afinal o Rexona já está classificado. É uma pouca vergonha isso!!

    • klaus

      Eu concordo com você.As regras não são claras, você é pego de surpresa de uma hora pra outra.Agora é muito hilário o time do Molico ser chamado de Molixo,é cada denominação.kkkkk

    • Carlos

      Mari, o Molico foi o único time a bancar os gastos da competição. O campeonato é oferecido a outros times, mas nenhum quis bancar os custos.

  • Bernardo

    Infelizmente a única solução que vejo é uma união dos clubes para criarem sua própria liga, com seus regulamentos e direitos de Tv para quem bem entenderem, enquanto dependermos da CBV e Sportv o volei cada dia ficará pior, certamente este canal é um câncer para o vôlei brasileiro, rezo para que os clubes acordem pois já passou dá hora. Achava que não podia piorar, mas a cada dia vejo o contrário, o próximo passo do canal será a final da superliga que já é desvalorizada e escanteada para as 10:00 da manhã.

  • Bernardo

    Mensagem enviada por mim a CBV:

    Parabéns CBV a cada dia o vôlei brasileiro cresce mais, com mais partidas sendo transmitidas para o Brasil inteiro, o vôlei é o principal esporte televisionado e muito valorizado tendo finais de competições muito bem transmitidas pelo Sportv com grande cobertura. O vôlei é o número um do canal Sportv e fica a frente de UFC e basquete quando se trata de preferência televisiva do Sportv. Nós fãs estamos orgulhosos e esperançosos pelo futuro do nosso esporte. Se vocês acreditaram nisso tudo talvez é porquê acreditem também em PAPAI NOEL E SACI PERERE.

    Não sei se chega até alguém, mas fiz a minha parte.

  • Luiz

    Realmente triste a situação do vôlei brasileiro, essa “nova CBV” é uma PIADA.

  • Leo

    Daniel, a CBV nao tinha cortado a exclusividade da globo?! Isso foi so ilusao?! Pelo amor de Deus. A culpa disso tudo é somente da CBV. Todo mundo sabe que a globo/sportv NUNCA prioriza o volei, entao pq dar exclusividade a essa emissora?! Cambada de dirigentes incompetentes, pra não falar burros. Essas pragas so pensam no dinheiro que a globosta paga e que se dane a massificaçao do esporte. Velho, to muito revoltado. Deus queira que a Band consiga transmitir o volei novamente. Em nome de Jesus, amem.

    • Daniel Bortoletto

      exclusividade não era de transmissão, mas de negociação com patrocinadores

  • “Doidinha por vôlei”

    Prezados Daniel Bortoletto, Valdir, Kkaus, Afonso, Osmar Cordeiro e Mari, estão todos vocês certíssimos quanto ao descaso do SPORTV e da TV Globo com a Superliga e com o vôlei em geral. Mas a culpa foi, é e continuará sendo da CBV e do Ary Desgraça que fez contratos absurdos com a poderosa, sabe-se Deus até quando, seria 2016? 2018? ou 2020? Com a palavra os gestores atuais da CBV, os senhores Renan, Radamés, Neuri Barberi e Walter Laranjeiras, eles têm a obrigação de vir à público e explicar direitinho todo sob o contrato entre a CBV e a Globo. Aliás, o tal do Renato Dávila que era o responsável pela Superliga na gestão do Ary deve saber tudo sobre estes contratos leoninos que permitem o SPORTV fazer o que quer é o que bem entende com as transmissões do nosso vôlei. Não é de hoje que desrespeitam o vôlei, interrompendo transmissões para passar lutas do MMA, motociclismo, futebol de 2ª divisão etc. Com a palavra também os senhores do Banco do Brasil que acabam de reatar o patrocínio com a CBV. Afinal o que mudou na CBV? NADA! Sem nenhuma dúvida são todos farinha do mesmo saco. E estes caras da CBV prometeram ao BB que iriam mudar tudo, e cumprir tudo o que o CGU determinou etc. E continua tudo a mesma coisa? Acorda Banco do Brasil!

  • Sergio Roberto Santos

    O que está por trás da submissão da Vôlei à rede Globo?
    Eu não entendo como aceitam está coisa ridícula de quartas de final e semi-final em três jogos e uma final em jogo único.
    A Globo é um mal para o esporte brasileiro

  • LUCAS

    Isso é uma palhaçada. A Band ou a Record seriam alternativas à palhaçada q a globo vem fazendo c o esporte q , nos últimos anos, mais dá medalhas e vitórias ao brasil, ao contrário do futebol(q gosto mto tbm, acompanho td) q está em decadência. Na transmissão aberta , por exemplo, a globo só mostra a final e muito mal. Ora, se existe outra emissora q qer valorizar a modalidade beeem mais q a atual detentora dos seus diretos, pq a cbv n abre mão da globo?
    Qual é o patrocinador q , apesar de gastar milhões c um time, banca-lo d todas as formas, n qer ver sua marca divulgada? Isso n existe. Essa cbv é uma BOS@?% MERMO.EITA ÓRGÃO INCOMPETENTE!!!

  • perikito

    Senti um ódio tão grande quando deu a hora da partida e vi que o SPORTV não estava respeitando a sua grade. Pôr o vôlei para passar às 22:00 já é ruim, visto que é um esporte sem hora definida para terminar – e uma partida pode durar mais que 2 horas -, imagine começar a transmissão com mais de quarenta minutos de atraso e com a partida em andamento! Me deu ódio, revolta, indignação… Com quem eu vou reclamar? Quem vai punir o Sportv? Nem um pedido de desculpa foi feito ao telespectador.

    A TV Brasil, por mais honrosa que tenha sido a sua transmissão, não é um canal HD, e me vi obrigado a mudar para o Sportv quando percebi que já estava com o vôlei no ar. É muito revoltante essa subserviência da CBV. De que serve a visibilidade que o canal proporciona se ele está afastando o telespectador habitual do esporte?

  • Billy

    Para o pessoal que ainda NÂO SABE: a TV BANDEIRANTES muito em breve voltará a transmitir a superliga de vôlei aos sábados(o acordo já esta praticamente fechado com a globo-detentora dos direitos na tv aberta) E isso inclue também os jogos do grand prix e da liga mundial.Acho ótimo, pois assim teremos mais uma alternativa para acompanhar o vôlei e sair da MESMICE de sempre das transmissões do Sportv.Assisti o primeiro set na tv brasil(pena que a imagem estava horrenda em comparação ao hdtv do Sportv,mas pelo menos a tv brasil teve a decência de transmitir a final desde o começo-DIFERENTE do Sportv que não honrou o compromisso com todos os telespectadores e com isso se perdeu um terço da transmissão).E o que são aquelas lutas de vale-tudo? Prá mim são o horror dos horrores.Somente gente medíocre assiste aquilo.

  • BEM FEITO. QUEM MANDOU NÃO SE DAR O RESPEITO!

    O vôlei brasileiro tem que se libertar das correntes da Rede Globo/Sportv/Cbv. Enquanto isso não acontecer essas aberrações vão ocorrer, porque o vôlei brasileiro não se dá o respeito. Não me canso de dizer que o mal desse país chama-se Rede Globo.

  • Epstein

    Geralmente quando ocorria atraso eles remanejavam para um dos outros canais.Porém, concomitantemente naquele horário dois eventos também eram promovidos ao vivo nas grades.A Globo , pelo que li na coluna do Flávio Ricco no Uol, andou conversando com a Band para repassar dois jogos, um feminino e um masculino, nas tardes de sábado para aquela emissora aberta.Não sei se foi por alguma pressão externa do BB , como anunciante gigante do mercado e certo descaso com que o Sportv tem transmitido a Superliga neste ano com seu rodizio de horários,fazendo a maioria das transmissões no esquema ON Tube(na sede da emissora no RJ, com comentarista e narrador) e o visível relegamento da seleção brasileira e os campeonatos mundiais pela própria Globo na transmissão em canal aberto.Outro fator são os comentaristas:a chamada chapa branca do Nalbert e o ufanismo do Marco Freitas colocando a Superliga como maior campeonato de vólei do universo galático.O Nalbert, como outros atletas e ex-atletas, é detentor de um patrocínio pessoal de 10 mil reais mês do BB como embaixador do esporte e esse fato já o coloca no caráter desconfiança do conteúdo de seus comentários,O próprio Carlão, da mesma emissora e também contemplado com esse mesmo patrocínio parece ser mais rigoroso e critico em relação a qualidade da competição e as medidas da CBV como a qualidade da arbitragem. Para finalizar, caro Daniel, a Funvic é o vinculo federativo que o Ricardo Navajas tem no bolso do colete para regularizar o time nas competições perante a Federação Paulista e a CBV.É uma entidade educacional localizada em Mococa, distante 352 km,da cidade de Taubaté.Fica naquele quesito fato inexplicado de forma convincente no esporte.Os patrocínios do Taubaté são constituídos em 18 empresas de diversas áreas comerciais que foram captados de forma bem participativa e com bastante auxilio do público daquele município.

    • Epstein

      Leia-se “auxilio do poder público daquele município”.Interferência , diga-se de passagem , considerável.

  • Roberto Luiz

    Eu lá de besta, sentado na frente da tv com a minha camisa do campinas sendo feito de trouxa pela sportv.

    Um absurdo imenso com o vôlei, com os espectadores, mas infelizmente continuará assim.

    Sempre que houver transmissão na tv brasil (mesmo sem ser em HD) vou ver por lá, pra ver se escuto uns comentários decentes durante as partidas, porque no atual canal tá difícil!

  • lucoelho

    Será que o atraso na transmissão não foi uma retaliação velada a decisao da CBV de liberar a final para a transmissão da TV Brasil? Uma forma do Sportv mostrar que o esporte ainda é muito dependente da emissora para ter visibilidade junto ao grande público? Fiquei, honestamente, com essa sensação mesmo sabendo que é meio teoria da conspiração.

    Agora, o mérito da TV Brasil foi o de transmitir o jogo e só. A transmissão foi pra lá de amadora. A sensação que eu tive era que o narrador tava vendo volei pela primeira vez na vida.

    Aliais, isso é uma constante nas transmissões de volei, mesmo no sportv. Reporteres de quadra que ignoram a possibilidade tática da inversão de 5-1 e tratam com assombro toda vez que levantador e oposto são substituídos.

    O volei não é um esporte tão complicado assim… Custava reporteres e narradores estudarem um pouquinho antes das transmissões. Coitados dos ex-atletas comentaristas que tem que se desdobrar para corrigir s bobagens que sao ditas…

    • Mari

      O mais engraçado é que quando há a inversão eles falam que o jogador vai descansar….huhauhaua…piada

  • André

    Assisto os jogos de vôlei quando o comentarista Marco Freitas não está participando, pois como o puxa saco dos times do Rio de Janeiro.

MaisRecentes

A dor de Gabi e de quem estava ao lado



Continue Lendo

Duas gratas surpresas na Superliga



Continue Lendo

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo