“Time do Qatar” quase surpreende tricampeões



As aspas no título do post não foram colocadas por acaso. O Al-Rayyan, com apenas um jogador do Qatar na equipe titular, deu muito trabalho para o Trentino, sendo derrotado apenas no tie-break, parciais de 22-25, 25-18, 23-25, 25-17 e 15-9, após quase duas horas de confronto em Doha.

O time da casa teve apenas o líbero Saeed como “nativo” na formação. Entre os gringos, o brasileiro Rodrigão marcou dez pontos, o cubano Mendez fez 12, enquanto o finlandês Mikko oivanen e o búlgaro Valentin Bratoev somaram 20 cada. O outro Bratoev (Georgi), o levantador, terminou com três, metade da pontuação do americano David Lee, que ficou devendo na estreia no Mundial.

O resultado serve como um recado para o Sada/Cruzeiro, que vai enfrentar os dois rivais no complemento do Grupo A.  A grosso modo, podemos resumir assim: os cataris não são um saco de pancadas, enquanto os italianos não são um bicho-papão tão grande assim.

Pelo Trentino, Juantorena e Birarelli fizeram 15 pontos cada, um a menos do que Kaziyski. O levantador brasileiro Rapha colaborou com quatro.

Na classificação do grupo, o time brasileiro soma três pontos, um a mais do que o Trentino. O Al-Rayyan ficou com um pela derrota no tie-break.



MaisRecentes

Atuação ruim tira Brasil da final da Copa Pan-Americana



Continue Lendo

Vôlei Renata anuncia novidades para a temporada



Continue Lendo

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção



Continue Lendo