Thiaguinho ganha elogios do “rival” Maurício



O bicampeão olímpico Maurício Lima, embaixador do projeto do Vôlei Renata, apontou o levantador Thiaguinho, do Sesc, como o levantador que mais o surpreendeu durante a fase de classificação da Superliga Cimed.

Com conhecimento de causa, o ex-levantador explicou os motivos da escolha.

– O Thiaguinho me surpreendeu positivamente esse ano. Ele está jogando bem e vem conduzindo a equipe de uma forma bacana. Apesar de ter um time bom, ele está surpreendendo pela velocidade que está imprimindo. Sabemos do seu potencial e acho que evoluiu muito jogando um ano fora do Brasil. Além disso, acredito que o Giovane deve ter ajudado muito a imprimir essa velocidade. E é isso que está fazendo a diferença, porque o Sesc RJ tem atacantes muito rápidos e tem que usar isso a seu favor – analisou Maurício.

Thiaguinho admitiu que Maurício foi uma das inspirações do início da carreira na posição.

Encontro entre Maurício e Thiaguinho em Campinas (Divulgação)

– Cheguei a pegar alguns jogos dele como titular, mas eu era bem pequeno. Foi logo quando comecei a jogar, em 2001, 2002, por aí. Na época, eu não entendia tanto, mas para mim, o Maurício era o cara por ser o levantador da Seleção Brasileira. Aos poucos fui conhecendo mais e percebendo o craque que ele foi. Lembro que todo levantador, na época, usava a camisa seis por causa dele. O Maurício é um exemplo para mim e para uma geração inteira. Infelizmente, o vi jogar pouco. Queria ter tido a oportunidade de vê-lo jogar ao vivo”.

Sesc e Vôlei Renata farão um dos confrontos das quartas de final. No Rio de Janeiro, o time carioca venceu. Em Campinas, o troco foi dado. A primeira partida dos playoffs será no sábado, na Jeunesse Arena, no Rio de Janeiro, com transmissão ao vivo pela RedeTV. O segundo confronto da série melhor de três jogos acontecerá no dia 28, no Ginásio do Taquarak. Em caso de necessidade do terceiro e decisivo confronto, ele será novamente no Rio, no dia 1 de abril.

VEJA TAMBÉM

+ Velocidade de Thiaguinho impressiona



MaisRecentes

12 anos. Mas parece que foi ontem em Pequim



Continue Lendo

Unir concorrentes mostra o tamanho de Rodrigo Rodrigues



Continue Lendo

O indispensável fair play precisa evoluir



Continue Lendo