Thaisa escapa de atentado terrorista na Turquia



A bicampeã olímpica Thaisa, por pouco, não esteve no palco de um atentado terrorista em Istambul, na Turquia, na noite do Réveillon.

A central do Eczacibasi Vitra desistiu de passar a virada do ano na boate Reina, local de eventos muito frequentado por jovens, celebridades turcas e estrangeiros.

O jornalista Guilherme Pallesi, marido da jogadora, confirmou a informação nas redes sociais, admitindo que desejava ter ido, mas acabou desistindo por Thaisa.

Thaisa em ação no Grand Prix (FIVB Divulgação)

Thaisa em ação no Grand Prix. Jogadora atualmente atua no vôlei turco (FIVB Divulgação)

“Rapaziada, eu e a Thaisa estamos bem. Iríamos ao Reina, Thaisa não quis ir e fiquei bravo com ela. Graças a Deus não fomos”, escreveu Pallesi.

A boate foi alvo de um ataque a tiros de um terrorista, que invadiu o local por volta de 2h da madrugada, horário local (21h de Brasília). O ataque deixou 39 mortos e 69 feridos. Havia pelo menos 700 pessoas no local. A polícia ainda não havia identificado o atirador, que estava foragido.

Segundo as autoridades turcas, há vários estrangeiros entre os mortos já identificados. Por enquanto, foram divulgados alguns dos países das vítimas: Arábia Saudita, Marrocos, Líbano, Líbia e Israel. Ao menos três feridos no ataque são franceses.



MaisRecentes

Sesi joga melhor, bate Sada/Cruzeiro e fatura Supercopa



Continue Lendo

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo