Superliga recomeça com Gabi titular, Hooker voando e Tifanny MVP



O returno da Superliga feminina recomeçou com cinco jogos na noite desta terça-feira. Os favoritos venceram em casa e nomes badalados brilharam.

No Tijuca, o Sesc não teve trabalho para superar o Renata/Valinhos por 3 a 0 (25-15, 25-19 e 25-12). A novidade foi a presença da ponta Gabi como titular após cirurgia para corrigir uma tendinite crônica no tendão patelar direito. Ela marcou cinco pontos, sendo quatro no ataque e um no bloqueio. A dominicana Peña liderou as cariocas na pontuação: 15. A levantadora Roberta levou o Troféu VivaVôlei Cimed como a melhor em quadra.

Bom público no Tijuca para ver o Sesc (Divulgação)

– Entramos muito concentradas. O Bernardo pediu que fôssemos muito agressivas no saque e acho que a gente correspondeu muito bem nesse quesito. Conseguimos quebrar o passe delas e isso facilitou para a gente. Para o primeiro jogo do ano, era isso que estávamos esperando: sair com um 3 a 0, jogando bem. Agora, focamos no próximo jogo que deve ser bem difícil – disse Roberta, citando os nove aces feitos pelo Sesc.

Em Belo Horizonte, o jogo em tese mais equilibrado da rodada terminou em apenas três sets. O Camponesa/Minas passou pelo Fluminense com parciais de 25-23, 25-17 e 25-13. A central Mara foi eleita a melhor em quadra, mas a maior pontuadora foi a americana Hooker, com 17 acertos (16 no ataque e um no saque).

– A concentração fez a diferença. Já conhecíamos a equipe delas e estudamos muito a forma como elas jogam. Todo o time se comprometeu em fazer aquilo que planejamos e, felizmente, conseguimos fazer um bom jogo. Deu tudo certo – comentou Mara.

O jogo marcou também a apresentação da ponta americana Sonja Newcombe. A jogadora de 29 anos e 1,88m deve ser relacionada para as próximas rodadas.

Outro 3 a 0, este bem mais esperado, aconteceu em Barueri. O Hinode derrotou o lanterna Sesi com parciais de 25-17, 27-25 e 25-7. As pontas Suelle e Jaqueline comandaram o triunfo das donas da casa, com 14 e 13 pontos, respectivamente. A levantadora Naiane ganhou o VivaVôlei Cimed.

– Não paramos no fim de ano, fizemos muitos treinos bons, pegados. E o jogo mostrou isso, que nossa equipe pode dar mais nos jogos e conquistar mais vitórias – analisou Naiane.

Os outros dois confrontos da rodada terminaram com vitória dos times da casa por 3 a 1: Vôlei Nestlé sobre o São Cristovão/São Caetano e Bauru sobre o BRB/Brasília.

Comemoração do Vôlei Nestlé no José Liberatti (Divulgação)

Em Osasco, a ausência de Tandara (com torcicolo) foi sentida, tanto que o Vôlei Nestlé perdeu o primeiro set. Mas os 20 pontos da peruana Leyva ajudaram a construir a virada, parciais de  22-25, 25-23, 25-18 e 25-18. A levantadora Carol Albuquerque foi eleita a melhor do jogo.

– Elas vieram soltas, sem responsabilidades, pois o favoritismo era nosso e meteram a mão no saque desde o início. Demoramos um pouco para encontrar nosso ritmo. Mas aos poucos fomos achando o nosso jogo e todo mundo que entrou contribuiu para a vitória – disse Carol.

Por fim, no Ginásio Panela de Pressão, Tifanny foi eleita a MVP após marcar 24 pontos no triunfo do Bauru sobre as brasilienses, parciais de 25-15, 25-17, 26-28 e 29-27. Após a partida, em entrevista ao SporTV, ela fez questão de agradecer pelo apoio dos fãs, mas deixou claro também o incômodo com a situação. Para quem não leu, segue texto publicado ontem sobre a situação dela: http://blogs.lance.com.br/volei/coluna-tifanny-segue-dando-o-que-falar/

Tifanny comemora ponto com Angélika (Divulgação)

Falta um jogo para o complemento da rodada: o invicto Dentil/Praia Clube contra o Pinheiros.

Na classificação, o Praia lidera com 39 pontos, dois a mais do que o Sesc. O Vôlei Nestlé está em terceiro com 31, três à frente do Camponesa/Minas. O Fluminense permanece em quinto, com 24, seguido por Hinode/Barueri (21) e Bauru (20). O Pinheiros, com 18 e um jogo a menos, fecha o G8. São Caetano (16) e Brasília (10) ainda brigam pelos playoffs, enquanto Valinhos (4) e Sesi (1) seguem nos dois últimos lugares.

 



MaisRecentes

Fabi e destaques do Praia analisam final da Superliga



Continue Lendo

Craques mandam mensagens para a agora aposentada Fabi



Continue Lendo

O Dentil/Praia Clube fatura título inédito



Continue Lendo