Superliga masculina: dois disparam e o restante se embola



Bem curiosa a classificação da Superliga masculina após o encerramento da quarta rodada e início da quinta.

O Sada/Cruzeiro, com um jogo a mais, lidera com 14 pontos, dois a mais do que o RJX, o outro invicto da competição. Até aí nenhuma novidade. Fora a dupla, porém, o restante vive um perde-ganha bem inusitado.

Vejamos. Nos jogos de quinta à noite, o Móveis Kappesberg/Canoas surpreendeu o Medley/Campinas por 3 sets a 1 (25-17, 25-17, 22-25 e 25-14). As parciais mostram bem o domínio dos gaúchos nas três parciais vencidas.  Já o Vôlei Futuro, que vinha embalado após triunfo sobre o Sesi, caiu em Floripa diante do Super Imperatriz, parciais de 25-19, 25-21 e 25-20. Foi a primeira vitória catarinense na competição, impedindo que o time de Araçatuba assumisse o terceiro lugar.

E, com esses resultados, a classificação embolou.

3) Vivo/Minas – 7 pontos

4) São Bernardo – 6

5) Móveis/Kappesberg – 6

6) Medley/Campinas – 5

7) Vôlei Futuro – 5

8) Sesi – 5

9) Super Imperatriz – 5

10) Funvic/Midia Fone – 5

11) Volta Redonda – 4

12) UFJF – 1

Ainda é cedo, a competição está bem no início, mas o panorama atual dificulta qualquer prognóstico na briga por vaga nos playoffs.



MaisRecentes

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo

Supercopa abre temporada masculina mais imprevisível no Brasil



Continue Lendo