Superliga masculina: dois disparam e o restante se embola



Bem curiosa a classificação da Superliga masculina após o encerramento da quarta rodada e início da quinta.

O Sada/Cruzeiro, com um jogo a mais, lidera com 14 pontos, dois a mais do que o RJX, o outro invicto da competição. Até aí nenhuma novidade. Fora a dupla, porém, o restante vive um perde-ganha bem inusitado.

Vejamos. Nos jogos de quinta à noite, o Móveis Kappesberg/Canoas surpreendeu o Medley/Campinas por 3 sets a 1 (25-17, 25-17, 22-25 e 25-14). As parciais mostram bem o domínio dos gaúchos nas três parciais vencidas.  Já o Vôlei Futuro, que vinha embalado após triunfo sobre o Sesi, caiu em Floripa diante do Super Imperatriz, parciais de 25-19, 25-21 e 25-20. Foi a primeira vitória catarinense na competição, impedindo que o time de Araçatuba assumisse o terceiro lugar.

E, com esses resultados, a classificação embolou.

3) Vivo/Minas – 7 pontos

4) São Bernardo – 6

5) Móveis/Kappesberg – 6

6) Medley/Campinas – 5

7) Vôlei Futuro – 5

8) Sesi – 5

9) Super Imperatriz – 5

10) Funvic/Midia Fone – 5

11) Volta Redonda – 4

12) UFJF – 1

Ainda é cedo, a competição está bem no início, mas o panorama atual dificulta qualquer prognóstico na briga por vaga nos playoffs.



MaisRecentes

Evento na Polônia reúne craques históricos do vôlei



Continue Lendo

Um fim de semana para esquecer na Bulgária



Continue Lendo

Raridade: Brasil perde a segunda seguida por 3 a 0



Continue Lendo