Superliga masculina deve confirmar finais em melhor de cinco jogos



A Superliga masculina deverá ter playoffs mais longos na temporada 2018/2019.

Os participantes e dirigentes da CBV se reuniram, nesta quarta-feira, para definir o regulamento. E, na votação, aprovaram melhor de cinco jogos nas finais e semifinais, com série em até três partidas nas quartas.

O martelo não foi batido pois os clubes pediram um dia a mais para amadurecer a decisão, após conversa com os treinadores e atletas. Na mesa ficou outra possibilidade de fazer os playoffs com três jogos nas quartas e na semifinal, e com cinco apenas na decisão.

Na reunião da Superliga feminina, na terça-feira, os clubes e a CBV definiriam o regulamento com séries em até três jogos em cada fase do playoffs.

Segundo Renato D´Ávila, superintendente da CBV, a tabela oficial final será divulgada em breve.

– Temos ainda uma fase para afinar a tabela e o regulamento, mas em aproximadamente 15 dias teremos condições de publicar essa tabela e os confrontos iniciais para o público de um modo geral. Estamos satisfeitos de cumprir mais essa etapa e na expectativa pela Superliga Cimed, que está se aproximando.

Sesi e Sada/Cruzeiro decidiram o título da última Superliga (Karen Griz/Divulgação)

O masculino também chancelou decisão tomada pelo feminino sobre a premiação individual, agora por posição, e não mais por fundamento. Desta forma, será formada a seleção do campeonato, com o melhor levantador, os melhores ponteiros, centrais, o melhor oposto e o melhor líbero. Além disso, serão premiados o melhor jogador de cada final, com o Troféu VivaVôlei, e o melhor atleta da competição.

São Bernardo, que desistiu de participar do Campeonato Paulista por problemas financeiros, participou da reunião e assim encaminha presença na competição nacional. Além do time do ABC, estiverem presentes representantes do Sada/Cruzeiro, Sesi, EMS/Taubaté, Sesc, Fiat/Minas, Vôlei Renata, Corinthians/Guarulhos, Maringá, Ponta Grossa/Caramuru, Vôlei UM Itapetininga e Ribeirão Preto.

LEIA TAMBÉM

+ Playoffs em melhor de três jogos na próxima Superliga feminina



MaisRecentes

Douglas Souza desbanca Lipe e Tandara na escolha do melhor do ano



Continue Lendo

Atual campeão abre Superliga feminina com vitória. É o grande favorito?



Continue Lendo

Dentil/Praia Clube conquista a Supercopa. Mas tem muito a evoluir



Continue Lendo