Superliga Feminina passará a ter final em melhor de três jogos



A Superliga Cimed Feminina 2018/2019 terá uma importante modificação no regulamento em comparação com as últimas edições: a final será disputada numa série em melhor de três jogos.

A definição aconteceu nesta terça-feira, após reunião entre os 12 participantes (Dentil/Praia Clube, Sesc, Minas, Osasco/Audax, Hinode/Barueri, Pinheiros, Sesi Vôlei Bauru, Fluminense, São Cristóvão Saúde/São Caetano, BRB/Brasília, Balneário Camboriú e Curitiba) e representantes da CBV.

Como defensor das finais em formato de playoffs, eu só tenho a aplaudir a decisão dos clubes e da entidade.

A Superliga faz os clubes jogarem 22 vezes na fase de classificação. E muitas vezes, nos playoffs, mais cinco partidas (duas nas quartas de final, duas na semifinal e uma decisão) definem o campeão. Sempre achei desequilibrada essa divisão. Muito tempo para “roer o osso” e pouco para o “filé”.

Para o patrocinador também é um ganho, com a possibilidade de exposição da marca durante mais tempo na reta decisiva, normalmente a que possui mais atenção da mídia em geral.

Comemoração do time do Praia na conquista da última Superliga (Divulgação CBV)

No regulamento definido nesta terça-feira, a Superliga terá playoffs em melhor de três jogos nas quartas, na semi e na final. Se houver a necessidade do terceiro jogo em cada série, os clubes envolvidos poderão fazer nove jogos nos playoffs.

A Superliga feminina terá início em meados de novembro. A previsão de datas para as três partidas que definirão o campeão da temporada é: dias 20 e 27 de abril e, se preciso, 4 de maio. A CBV deixa claro que modificações poderão ser feitas em função da televisão.

Por enquanto, a decisão vale apenas para o feminino. Nesta quarta-feira será a vez dos representantes dos times masculinos definirem o regulamento.

Também foi decidido na reunião que a premiação individual da Superliga será por posição, e não mais por fundamento, formando, assim, a seleção do campeonato.

LEIA TAMBÉM

+ Fawcett analisa mudanças no campeão Dentil/Praia Clube



MaisRecentes

Douglas Souza desbanca Lipe e Tandara na escolha do melhor do ano



Continue Lendo

Atual campeão abre Superliga feminina com vitória. É o grande favorito?



Continue Lendo

Dentil/Praia Clube conquista a Supercopa. Mas tem muito a evoluir



Continue Lendo