Sim, saber perder é uma virtude



Texto que sairá na edição desta segunda-feira do LANCE!.

Sim, a arbitragem errou ao marcar bola fora do bloqueio brasileiro. Sim, o Brasil abriria 3 a 1 no início do tie-break. Sim, o time ganharia moral para conseguir o decacampeonato na Liga Mundial. Sim, os russos costumam se encolher quando estão atrás no placar. Sim, o capitão russo Khtei, na maior cara de pau, sabia que a bola tinha sido boa e levantou os braços fazendo o sinal de fora. Sim, esse tipo de mentira é normal em um jogo de vôlei, ainda mais em uma final. Sim, uma falha dos juízes costuma desestabilizar emocionalmente a equipe prejudicada. Mas o resultado NÃO deve ser creditado ao erro citado acima, assim como a Argentina quis imputar aos árbitros da semifinal a derrota para o Brasil, após uma falha do juiz principal impedir o triunfo hermano que empataria o jogo em 1 a 1.

Sim, a Rússia mereceu vencer. Mikhaylov é uma baita oposto, o levantador reserva Butko entrou bem no jogo, os 2,18m de Muserskiy desequilibram e a geração atual é mais centrada na parte emocional.

E o Brasil? Sim, o time segue sendo o vencedor de sempre, mesmo perdendo, na bola, uma final equilibradíssima. Só NÃO vale achar bode expiatório.



MaisRecentes

Nova TV, papo com arbitragem e descontração: a apresentação da Superliga



Continue Lendo

Veja como seriam hoje os grupos do Pré-Olímpico para Tóquio-2020



Continue Lendo

Itália, Sérvia, Holanda e China nas semifinais do Mundial



Continue Lendo