Sidão está mesmo fora da Rio-2016



O central Sidão foi cortado da Seleção Brasileira masculina, que disputa a Liga Mundial, e está fora da Rio-2016.

A notícia divulgada pelo Uol foi confirmada pela CBV nesta manhã.

Sidão lutava para se recuperar fisicamente de uma cirurgia no ombro direito, realizada no fim do ano passado. Mas o tempo foi curto, ele não conseguiu encontrar o ritmo de jogo, ficando distante do patamar técnico/físico dos demais jogadores da posição. Pelo histórico de Sidão nos dois últimos ciclos olímpicos, a decisão não deve ter sido das mais fáceis.

Sidão voltou para o Sesi nesta temporada (CBV Divulgação)

Sidão voltou para o Sesi na última temporada (CBV Divulgação)

No último fim de semana, na Arena Carioca 1, Bernardinho não relacionou Sidão entre os 14 atletas que enfrentaram Irã, Argentina e Estados Unidos. E o técnico viu boas atuações dos outros centrais escolhidos. O titular Lucão brilhou na estreia, tendo a companhia de Mauricio Souza. Na sequência, Isac, outro que se recuperava de problema físico, entrou e também teve atuação satisfatória. Contra os EUA, foi a vez de Eder jogar e bem.

Desta forma, a disputa pelas vagas entre os 12 que disputarão a Rio-2016 fica restrita entre os três. Lucão é certo, enquanto Maurício Souza, Eder e Isac lutarão por dois postos.

O jogador se posicionou, no início da tarde, com uma nota oficial:

“Infelizmente não poderei disputar minha segunda Olimpíada. Voltar a vestir a camisa da seleção brasileira era o que eu mais queria após a cirurgia no ombro direito, em dezembro. Durante quatro meses fiz um trabalho intensivo de recuperação. Tive muitas dúvidas e muitos medos. Não sabia nem se ia poder voltar a jogar vôlei. Veio a convocação e mesmo ainda um pouco abaixo dos outros, mantive o foco e a força de vontade de querer brigar de igual para igual, mas não deu. Agora o que posso desejar é sorte e sucesso aos amigos da seleção. Vou estar torcendo para que o Brasil possa conquistar mais uma medalha olímpica. Agradeço aos amigos e aos torcedores as palavras de incentivo que recebi durante esse período de recuperação. Agradeço, especialmente, à minha família e à minha mulher que estiveram ao meu lado todo esse tempo acreditando em mim”



MaisRecentes

Atual campeão abre Superliga feminina com vitória. É o grande favorito?



Continue Lendo

Dentil/Praia Clube conquista a Supercopa. Mas tem muito a evoluir



Continue Lendo

Dirigente morre ao jogar torneio master em Saquarema



Continue Lendo