Sesi x Sada/Cruzeiro: clássico para definir os primeiros lugares



O duelo entre o primeiro e o terceiro colocados da Superliga Cimed Masculina, neste sábado, será decisivo para o encaminhamento dos playoffs.

Às 19h, no Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, com transmissão pelo SporTV, o Sesi, 46 pontos, receberá o Sada/Cruzeiro, 51 e um jogo a menos. E os cenários para a reta final da fase de classificação são variados dependendo do resultado do clássico:

– Para os paulistas, vencer o clássico por 3 a 0 ou 3 a 1 garante a manutenção da briga pelo segundo lugar com o Sesc (49 pontos), independentemente do resultado dos cariocas em Campinas contra o Vôlei Renata. Sesi e Sesc terão o confronto direto na última rodada no Rio de Janeiro.

Sesi

Sesi vem em crescimento no returno da Superliga (Divulgação)

Neste cenário, o Sada/Cruzeiro pode terminar a rodada em segundo lugar.

– Para os mineiros, um triunfo por três pontos praticamente sacramenta a liderança da fase de classificação, já que os campeões sul-americanos ainda têm um jogo pendente da 20ª rodada contra o Vôlei Renata, na próxima quarta-feira. Fazendo o resultado já entrarão na última rodada, no dia 17, com a primeira posição sacramentada.

Caso isso aconteça, o Sesi corre o risco de cair para o quarto lugar. Para isso o Funvic/Taubaté, 44 pontos, precisará passar pelo Corinthians/Guarulhos sem jogar o tie-break.

Com tanta coisa em jogo, a reprise de três finais de Superliga ganhou ainda mais importância.

– É um confronto especial e aguardado não só pela gente (jogadores), como pelo público. É um jogo gostoso de assistir pela qualidade dos jogadores que estão em ambos os lados, pela rivalidade e pelo histórico. E para dar mais um gás, ainda vale briga na classificação. Enquanto eles buscam manter a primeira colocação, a gente briga para manter a terceira colocação e quem sabe beliscar um segundo lugar – comentou o líbero Murilo.

O argentino Uriarte em ação contra o Sesi (Divulgação)

Nesta temporada, Sesi e Sada/Cruzeiro jogaram duas vezes. No primeiro turno da Superliga, em Contagem, em outubro do ano passado, o time de Marcelo Mendez venceu por 3 a 1. Já na final da Copa Brasil, no fim de janeiro, mais um título celeste conquistado após disputa de um tie-break. No total, o clássico já foi disputado 24 vezes na Superliga, com 14 vitórias mineiras e 10 paulistas.

– Acredito que as duas equipes estejam em um momento melhor agora do que quando nos encontramos no primeiro turno. Nós estamos chegando de um título importante, em uma sequência de partidas em que estamos jogando bem. E vamos encarar um time forte. A gente espera uma pedreira lá em São Paulo. Estamos treinando muito, nos preparando bastante e estudando bem a equipe deles. Vamos nos preocupar em segurar bem o saque deles, pois no nosso último encontro pela Copa Brasil eles sacaram flutuante e dificultaram pra gente. Vamos ficar atentos nisso, e trabalhar bem no nosso saque, que é uma arma fundamental para todas as nossas partidas. Mas acho que, se conseguirmos jogar como a gente vem jogando, podemos vencê-los novamente nesta Superliga – analusou o oposto Evandro.

Após sete temporada no Sada/Cruzeiro, o levantador William é sempre um personagem especial no duelo:

– Tenho um carinho enorme pelo Cruzeiro, foram sete anos de muitas conquistas de um grupo não era apenas forte em quadra, mas também muito unido, onde fiz amizades que vão ficar pra sempre. Tenho uma história com a equipe e as lembranças são as melhores possíveis. Hoje estou defendendo as cores do Sesi, quero conquistar títulos aqui no clube e as amizades ficam do lado de fora da quadra. Vamos pensar jogo a jogo, mas vencendo o Cruzeiro, e depois temos um confronto direto contra o Sesc, podemos chegar à vice-liderança e ter vantagem nos playoffs. Qualquer vantagem faz muita diferença. Esse é o nosso objetivo – afirmou o Mago.

Confira uma galeria de fotos com imagens de outros clássicos entre Sesi e Sada/Cruzeiro:



MaisRecentes

Nova TV, papo com arbitragem e descontração: a apresentação da Superliga



Continue Lendo

Veja como seriam hoje os grupos do Pré-Olímpico para Tóquio-2020



Continue Lendo

Itália, Sérvia, Holanda e China nas semifinais do Mundial



Continue Lendo