Sesi e Corinthians foram para o tie-break. Pena que a RedeTV! não mostrou



“Pai, o jogo acabou?”

Essa foi a pergunta que ouvi do meu filho, após ele se ausentar 30 segundos da sala para buscar o tablet no quarto. Ele estava vendo ao meu lado a partida entre Sesi e Corinthians/Guarulhos, pela Superliga Cimed Masculina.

Ao voltar, ele percebeu que não poderia mais ver o jogo, já que a RedeTV! cortou a transmissão ao vivo antes do início do tie-break. Ou seja: o melhor de um duelo de vôlei, numa partida de 2h20min, não foi visto pelo público da emissora.

Como telespectador me senti mais uma vez desrespeitado pela RedeTV! neste domingo. E não consegui explicar para uma criança de oito anos o motivo.

Rivaldo ataca contra bloqueio duplo do Sesi

Sesi tenta parar Rivaldo (Duda Bairros/Corinthians)

Infelizmente não foi a primeira, nem a segunda vez que a emissora fez isso. No ano passado, em duas semanas seguidas, partidas de vôlei foram cortadas para exibição de jogos da Série B de futebol. A onda de críticas obrigou, inclusive, uma mudança radical na forma de mostrar as partidas em 2017, acabando com a leitura de comentários das redes sociais, um dos diferenciais em comparação com a concorrência. Um movimento óbvio, já que a avalanche de críticas foi imensa.

Desta vez,  o corte serviu para a transmissão do programa Show da Saúde, um daqueles espaços comprados para venda de produtos. O mesmo que estava passando antes de o jogo começar, inclusive, para ajudar pessoas com dores nas costas. Utilidade pública, eu diria.

Antes de encerrar o abrupto corte, a RedeTV! ainda ofereceu a possibilidade de ver o tie-break pela internet. Ok, uma opção! Mas não diminui a sensação de desrespeito que senti.

Resolvi tentar fazer meu filho ver a reta final da partida pelo laptop. Mas foi difícil ver dois pontos seguidos sem precisar fechar a tela e tentar reconectar. E logo ele resolver pegar de vez o tablet e jogar Clash Royale ou algo parecido com o irmão.

Certamente uma chance perdida de fidelizar um novo fã do vôlei. E creio que meu caso não deva ser isolado. Perde a RedeTV!, perde o vôlei, perde a CBV, perde o patrocinador que investe no esporte.

Em tempo, para quem tem pacote de TV fechada, uma opção era o SporTV 2, que também transmitiu Sesi x Corinthians.

Ah, e o Sesi venceu o tie-break por 15 a 11 e reforçou o post que escrevi mais cedo. E sei também que os dois últimos pontos foram de bloqueio. Foi que o consegui ver pela internet após a RedeTV! me deixar na mão.

 



MaisRecentes

Douglas Souza desbanca Lipe e Tandara na escolha do melhor do ano



Continue Lendo

Atual campeão abre Superliga feminina com vitória. É o grande favorito?



Continue Lendo

Dentil/Praia Clube conquista a Supercopa. Mas tem muito a evoluir



Continue Lendo