Vaivém: Com presença de Tifanny, Sesi Bauru apresenta projeto e o técnico Anderson



Aconteceu na manhã desta sexta-feira a apresentação do novo projeto do Sesi Bauru.

O time, uma fusão entre os dois participantes da última Superliga Cimed Feminina, terá sede no interior paulista. O aporte financeiro será do Sesi, que deixa assim de ter uma equipe competitiva na capital. Inclusive as categorias de base, que estavam em Santo André, serão transferidas para Bauru.

Também foram apresentados os integrantes da comissão técnica. O técnico será o campeão olímpico Anderson Rodrigues, de volta para o Brasil após passagem pelo Volero Zurich, da Suíça. Rodolfo Lino, que comandou o Sesi na Superliga, será um dos assistentes.

O técnico Anderson Rodrigues (Fernando Beagá/Canhota 10)

– Fui o primeiro capitão no projeto masculino. Quero agradecer por retornar à casa, à família Sesi. É um projeto vencedor, está agregando ensino e esporte – disse o ex-oposto durante o evento.

Quem esteve presente no lançamento, em Bauru, foi a oposto Tifanny. A primeira transexual a disputar a Superliga Feminina foi o grande destaque na campanha da equipe do interior, oitava colocada na competição.

Após o evento, em entrevista para a TVC Bauru, Adriano Puccinelli, vice-presidente do Bauru, confirmou a renovação de Tifanny. Outros nomes garantidos são o da ponta Gabi Cândido e das centrais Valquíria e Andressa.

Segundo o Sesi Bauru, o fechamento do elenco e a apresentação estão previstas para 30 de junho.

Tifanny esteve presente na apresentação do técnico (Fernando Beagá/Canhota 10)

O lançamento também serviu para Paulo Skaf, presidente do Sesi, anunciar detalhes da construção do novo ginásio. Segundo ele, o projeto estará pronto até julho, com início das obras previsto para o fim de outubro. Ao custo de R$ 15 milhões, a instalação esportiva tem previsão de inauguração para setembro de 2019.

Colaborou, em Bauru, Fernando Beagá

PS: Atualizado às 13h50, com a confirmação das primeiras renovações.

LEIA TAMBÉM

+ Quem desempata a semifinal da Superliga feminina?

 



MaisRecentes

O “Fora, Bolsonaro!” virou mais um incêndio



Continue Lendo

12 anos. Mas parece que foi ontem em Pequim



Continue Lendo

Unir concorrentes mostra o tamanho de Rodrigo Rodrigues



Continue Lendo