Sesi 2 x 3 Unilever. Duas disputas mantidas, uma outra definida



O jogo na Vila Leopoldina foi bom, repleto de alternâncias e serviu para deixar aberta a briga pelo primeiro e quarto lugares da fase de classificação.

A vitória da Unilever no tie-break sobre o Sesi (25-21, 26-24, 22-25, 24-26 e 20-18) não foi suficiente para o time de Bernardinho garantir a liderança. Agora com 44 pontos, ainda pode ser ultrapassado pelo Sollys/Nestlé, que soma 39. Na terça, o time de Osasco joga em BH contra a Usiminas/Minas. Vencendo por 3 a o ou 3 a 1, levará a disputa para o confronto direto, na última rodada, sendo obrigada a vencer sem perder dois sets. Promessa de um jogaço, na sexta, no José Liberatti.

Já a briga pelo terceiro lugar não existe mais. O Vôlei Amil não pode ser mais ultrapassado por Sesi e Banana Boat/Praia Clube. Ambos com 32 pontos, eles irão se encontrar nos playoffs, restando saber quem terá a vantagem do mando de quadra. O time paulista leva vantagem nos sets average e precisará confirmar o favoritismo diante do São Caetano. Já as mineiras jogarão em Santa Catarina contra o Rio do Sul.

Gostaria de ouvir a opinião de vocês, logicamente sempre isentos quando se trata de Unilever e Sollys/Nestlé. Quem ficará com o primeiro lugar?

Essa pergunta me fez lembrar que abri um bolão antes de a competição começar e no próximo fim de semana terei de apurar parte das apostas de vocês. Agora, vou aproveitar o domingão de sol com a família na praia. Até mais!



  • Caco

    Na minha opinião, está pintando um replay da Superliga passada, quando o Unilever perdeu a liderança na última rodada e, depois, perdeu a competição.
    O jogo de ontem foi emocionante para o torcedor, mas cheio de erros bizarros. Tecnicamente, estava ruim de se ver. A recepção do Rio, mais uma vez, não transmite a menor segurança. Osasco tem bom saque. A canadense vai ter que estar muito inspirada no confronto. Se isso não acontecer, aposto num 3X0 para o Sollys.

  • Danilo

    O Sollys Osasco vai ganhar do minas na terça e na minha opinião ganha do Unilever de 3×0 ou 3×1, terminando assim a fase classificatória na liderança. Vale lembrar que lá no rio, no primeiro turno Sheilla e Adenísia estavam voltando e msm assim Osasco levou para o quinto set. Em Osasco a torcida vai ajudar mt tb.

  • Afonso RJ

    Como bem disse o Daniel num post anterior, o SESI seria o fiel da balança nessa disputa pelo primeiro lugar da superliga. E foi impressionante a facilidade do Sollys e a dificuldade da Unilever para vencê-lo. Para mim esse ano vai ser um repeteco do que aconteceu ano passado: a Unilever manteve a liderança por quase todo o torneio para perder a primeira colocação na última rodada e acabar por perder também a grande final.

    E nesse ano, para mim o grande diferencial entre os times está principalmente na recepção. E nesse fundamento o Sollys é praticamente imbatível. A Fabíola quase que pode jogar sentada num banquinho porque a bola vem sempre na mão. E se Sheilla não está no melhor de sua forma (faz tempo, tirando os jogos finais das Olimpíadas), Jaqueline, Adenísia, Thaísa e principalmente a Fe Garay estão voando.

    No Unilever, se o saque não vier na Fabizinha, a recepção é um verdadeiro “Deus nos acuda”. O que salva é a Fofão, que do auge dos seus mais de 40 anos milagrosamente ainda aguenta a constante correria atrás do passe B.

    Com Logan Tom aparentemente desinteressada, Sarah Pavan com um ataque alto, mas com a potência de um peteleco e a Natália errando ataques a torto e a direito, tudo leva a crer que já vimos esse filme antes e que essa superliga já tem dono. A menos, é claro, que o “Sobrenatural de Almeida” entre em quadra (o que sinceramente eu duvido).

  • Daniel_Sam

    Carol entrou no lugar de Dani Lins e o Sesi melhorou
    (Quem diria…
    Eta destino irônico, há pelo menos duas temporadas atrás, as duas eram as levantadoras titulares justamente do Sollys/Osasco e Unilever, foram arch-rivais por anos e rendiam muitas comparações, eis que hoje em dia a Dani virou levantadora titular da seleção e foi muito instável, até aquele jogo contra a Rússia em Londres onde se firmou de vez e conquistou respeito,no Sesi as duas estão do mesmo lado, porém a Carol ficava no banco e isso para mim sempre pareceu muita ironia do destino, mas ontem foi o dia da Carol colocar a Dani no banco e ao meu ver o time foi melhor, mas o que é mais irônico nisso tudo , é que mais uma vez as duas estão “decidindo” o resultado entre Sollys/Osasco e Unilever!!!).

  • Leo

    Apoosto em vitoria do Sollys na sexta-feira, mas qria q o unilever ganhasse, pq assim, o Sollys pegaria o Amil, e qro mto q o uni pegue ou sesi ou praia, pq esses dois times dificultaram mais a vida do uni nos jogos, o q deixaria em aberto o confronto final!

  • cleverton

    Sinceramente Daniel, só na 6f saberemos qm ficará com a primeira colocação.

  • Afonso RJ

    Volto para mais um pitaco:
    Dessa vez bola pretíssima dessa vez para o SporTV que anunciou mas deixou de transmitir o jogo para passar:
    SporTV – mais uma chatíssima pelada sem vergonha de dois times de várzea pelo campeonato paulista que não tem o MÍNIMO interesse fora do estado, e esse jogo em particular nem para a maioria dos próprios paulistas. (Nada contra os paulistas, pelo contrário, pois até tenho família lá. Diria o mesmo se fosse o “clássico” carioca Madureira x Audax.)
    SporTV2 – Tênis. Tudo bem. Afinal é o Brasil Open.
    SporTV3 – VT de futebol de areia. Valha-me, meu Santo Onofre!!!!!!!!!!!! Sem comentários!!!!
    Salvou-nos precariamente o Esporte Interativo, aqui no Rio só pela internet pirata com imagem e som horríveis, locutor que não conhece rigorosamente nada de vôlei e uma torcida deslavada para o time do SESI. O placar se alternando; quando SESI empatava, uma entonação eufórica beirando a histeria; quando a Unilever empatava, um lamento digno de funeral de herói nacional…

    • meyre

      é eu fiquei na mão , estava esperando que o sportv honrasse o compromisso e transmitisse o jogo, conforme havia anunciado.
      Deveria existir punição , é uma tremenda falta de respeito.
      Quanto ao comentário sobre os narradores-torcedores , eu também sou contra : eles deveriam ser manter neutros.

    • bsb

      É isso que dá colocar gente que nunca assistiu um jogo de volei para narrar, assisti pelo EI, pq o Sportv mentiu assim como fez com um jogo da Superliga B, e depois tem gente que reclama dos resultados do volei nacional, sem apoio fica dificil.

  • Rose

    Como o Sollys tem que ganhar de até 3×1 o primeiro lugar ficar com a Unilever, mas o Sollys vence o jogo.

    • bsb

      Ou seja por vc é Sollys 3×2 Rio.

  • Euri

    A verdade é que o Sesi só perdeu o jogo pq a coitada da Tandara, que carrega o time nas costas, cansou no quinto set. Dava pra ver claramente que ela estava completamente exausta. E, apesar dela lembrar a minha fase de jogar volei na sétima série no PASSE (quando era escolhida por último e normalmente por pena para integrar o time), a Tandara prova cada vez mais que é a promessa que já se tornou realidade. Ao contrário da Natália. E fico pensando que se a Tandara e a Garay fossem melhor no passe, o Brasil teria duas ponteiras passadoras impossíveis de segurar.
    Além do problema com as outras atacantes, achei que a Carol, por falta de ritmo de jogo ou outra coisa, estava com dificuldade de acertar as bolas com algumas atacantes. Mas soube fazer escolhas melhores do que a Dani Lins vem fazendo.Aliás, não entendo pq o Talmo, que tem duas levantadoras campeãs olímpicas, não tem aproveitado melhor a jogadora reserva.
    E vamos combinar, se o Sollys jogar 70% do que sabe, o Unilever vai passar é vergonha com aquele passe dele no último jogo da fase classificatória. A Logan Tom também já estava em péssima fase no passe, sem ela a coisa só piorou. O Sesi é muito instável e por isso deu chances para o Rio no quinto set, mas duvido que o Sollys vá ter o mesmo problema, mesmo porque não joga com apenas uma atacante de segurança.
    E se a Sheila vier jogando tudo o que sabe, o que ela não vem fazendo, vai ser três sets a zero, fácil para o time paulista.
    De qualquer jeito, o Unilever deve fazer a final a superliga com o Osasco. O Unilever pode ser muito instável no passe, mas os outros times têm problemas maiores. O Sesi só tem uma atacante (a Fabiana não joga pq o passe não sai), o Campinas está todo confuso e não acho que tem time para chegas nas finais, e o Praia sem a Herrera sofre com o bloqueio do time adversário.

  • Adriano

    A boa notícia para o torcedor da Unilever é que o time está se acostumando a ganhar, o que dá bastante força para o grupo. A má notícia é que o time sofre demais para alcançar os resultados e a tendência é que seja assim até o final.

    Realmente, essa reta final de fase classificatória está lembrando muito a temporada passada, como um colega apontou. A Unilever tinha uma pequena vantagem numérica, e podia confirmar a primeira colocação já na penúltima rodada, quando deixou a vitória contra o Vôlei Futuro escapar pelos dedos. No último jogo, contra o Sollys, o time perdeu a liderança, que foi sua quase o campeonato inteiro. A diferença aqui é que esse ano a Unilever ganhou esse penúltimo jogo, embora a diferença pro Sollys fosse menor, o que não garantiu a primeira colocação.

    Na verdade, eu acho que o time deve perder pro Sollys na última rodada sem tirar pontos e, com isso, o Sollys repetirá o feito da temporada passada, de garantir o primeiro lugar justo na finaleira. Isso nos leva ao problema “inignorável” da pontuação. O Sollys, assim, ficaria à frente da Unilever com uma vitória a menos. Isso porque a Unilever ganhou vários jogos no tie-break. Temos o mesmo problema na Superliga Masculina, em que times como o Sesi e o Móveis Kappesberg/Canoas estão à frente do Minas e Medley/Campinas tendo vencido menos jogos. Faz parte da anomalia que é essa regra.

    Dito isso, parece, sim, que a Unilever está com um caráter mais forte esse ano. O time erra, cai, se vê em imensas dificuldades, mas consegue se levantar e dar a volta por cima. Talvez não seja suficiente para garantir mais pontos que o seu principal adversário na fase de classificação, mas se quando chegar os playoffs ele ganhar apenas no tiebreak, mas ganhar todos os jogos, isso será suficiente para levar o campeonato. O que ocorre é que o time, limitado como está, precisa sempre jogar no seu limite para alcançar os resultados de que necessita. E, ao menos para garantir vitórias, o time tem conseguido jogar no limite, capitaneado sempre pela incansável Juciely, que é, de longe, a grande jogadora desta equipe nesse ano.

    A se observar como as coisas seguem.

    PS: #sportvfail

  • Eu tenho OI TV!!!

    Eu tenho OI TV!!! Cancelei a SKY e assinei a OI TV justamente por causa do E SPORTE INTERATIVO. O Esporte interativo transmite muitos jogos interessantes e nao deixa furos como o Sportv, alem disso nao suporto os comentaristas da GLOBO/SPORTV. Como deixar de transmitir o classico SESIxUNILEVER??? Sera que a Globo/Sportv deixaria de transmitir FLA X FLU???

  • Melina

    Eu nem sei mais o que acontece com a Natália, é algo além de estar “fora de ritmo”. Em um set (4º acho) ela cometeu 3 ou 4 erros seguidos, fora outras lambanças no resto da partida. E a recepção mais uma vez foi bastante inconstante, o que facilitou a vida do Sesi, naturalmente. Essa vitória da Uni foi um achado (não que não tenha merecido, mas quando eu vi o placar em 10 a 7 já dava a vitória para o Sesi). A Unilever vai ter de melhorar MUITO para bater o Sollys nesta sexta.

  • Caco

    O problema da Natália é visível: ela não consegue mais saltar como antigamente. Sempre foi uma jogadora de força, de passar por cima do bloqueio na pancada. Como não pula mais como antigamente, sua nova limitação exige dela um jogo mais técnico que ela não tem ou ainda não conseguiu desenvolver. Por isso, estamos vendo ela ser tão bloqueada ou mandar várias bolas para fora por não conseguir explorar o bloqueio corretamente. Já no bloqueio e no saque ela vem contribuindo bem.

  • fico rindo com esses torcedores do fiasco clássico não tem favorito ou seja jogo aberto as duas equipes se conhecem muito bem vai vence quem errar menos.o jogo de sexta vai definir quem vai se classificar em primeiro;podem comemorar antes do tempo pq quem rir por ultimo rir melhor e eu vou rir muiito,JUCIELY VAI DAR MUIITOS TOCOS E FABI VAI ENCOBRIR A SHEILLA DE NOVO E VALESKINHA 16CM A MENOS VAI BLOCK NA TAÍSA E SARAH PAVAN VAI MANDA UM BEIJO PARA A ADENISIA..

    • bsb

      Então veremos, só para refrescar a memoria de porco Sollys 3×0 Rio na ultima final.

    • Destinee Hooker

      KKKKKKKKKKKKKKKKKK, Uni já morreu, pois não tem passe, tem o mesmo problemas, quando foi atropelado na final no maracananzinho por mim, 3×0 kkkkkkkkkkkkkkkkk, Destinee é a melhor…

  • bsb

    E não é que teremos um jogo na próxima sexta. Torcedores da Uniliver que se segurem pois já vi este filme antes: boa vantagem, em primeiro podendo se manter e no fim das contas um segundo lugar e derrota na final. Não gostaria de dizer mas, quantas vezes a super fofão fez dois toques no levantamento e o juiz nada de marcar, perdi a conta o Rio continua sendo ajudado pela arbitragem e o Talmo foi punido com cartão por reclamar da arbitragem, interessante ele ser punido e o Bernardinho não, alem de reclamar ele fala uns 200 palavrões durante a partida para o arbitro, mas como é o Bernardinho o juiz enfia o rabo entre as pernas e pronto. Quanto ao jogo Sollys x Rio sem duvida o Osasco é o favorito, e já falei antes no primeiro turno 3×2 pro Rio com a “Pavão” jogando muito e a Sheilla nada, agora quero ver se a Sheilla jogar 30% do que sabe não tem para ninguém, alias se o SESI tivesse uma oposta poderia ter saido com a vitoria.

MaisRecentes

Semana positiva das Seleções adultas



Continue Lendo

Coluna: O polêmico teste na regra do vôlei



Continue Lendo

Vaivém: Mais estrangeiras na Superliga?



Continue Lendo