Sesc vai entrar no vôlei. E com força!



Está nascendo, no Rio de Janeiro, um novo projeto para a temporada 2016/2017.

Ele terá apoio do Sesc (Serviço Social do Comércio) e um orçamento, segundo pessoas ouvidas pelo blog, entre os cinco maiores do país. Giovane Gávio, um dos gestores das competições de vôlei para a Rio-2016, é dado como certo nos bastidores como o futuro treinador do time masculino.

Alguns contatos com jogadores já foram feitos. O levantador Bruninho, que disputa os playoffs do Campeonato Italiano pelo Modena, foi um deles. Neste momento o mercado já se movimenta e é normal que a situação contratual dos “alvos” seja consultada. Tanto que o próprio clube italiano, que conta ainda com o central Lucão no elenco, já está ciente de “um grande projeto no Rio”. Catia Pedrini, presidente do clube, admite que ambos podem “voltar para casa” e lembra que Lucão será pai pela primeira vez, algo que pode pesar.

Pelas regras em vigor na Superliga, o novo time do Sesc não terá vaga automática na elite. Precisará passar pela disputa da Superliga B ou terá de se juntar com outro time já existente. Foi assim, por exemplo, que o Flamengo tentou participar da atual edição, em parceria com Juiz de Fora. Mas sem patrocinador o acordo não avançou.

Confirmações irão ocorrer apenas com o término dos campeonatos nacionais mundo afora.

 

 

 



MaisRecentes

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo

Fernanda Tomé é novidade em nova lista para o Mundial



Continue Lendo