Sem moleza, Sollys/Nestlé e Vôlei Futuro na semi. Mari ajuda Unilever a respirar



Deu a lógica nos dois primeiros confrontos encerrados das quartas de final da Superliga feminina. O Sollys/Nestlé, melhor time da fase de classificação, eliminou o BMG/São Bernardo com a vitória por 3 a 1 (25-17, 25-19, 21-25 e 25-14). Espera agora Usiminas/Minas ou Sesi. Já o Vôlei Futuro precisou jogar cinco sets mais uma vez para eliminar o Banana Boat/Praia Clube, parciais de 18-25, 20-25, 28-26, 25-16 e 15-11. Por vaga na final, vai encarar Unilever ou Mackenzie Cia. do Terno.

Em comum a dificuldade que as duas equipes tiveram para fechar a série. O time de Osasco sofreu com a tradicional síndrome do terceiro set, após vencer com muita tranquilidade as duas primeiras parciais. Duas jogadoras que oscilaram muito durante a Superliga foram as destaques: Tandara, que foi reserva durante boa parte da temporada, e Adenízia. Já o time de Araçatuba deve a classificação à força do seu elenco. No duelo deste sábado, Verê, Carol Gattaz e Ana Tiemi saíram do banco,  substituíram bem Stacy Sykora, Andressa e Ana Cristina, respectivamente, e foram decisivas para a virada.

Por fim, no Rio, a Unilever espantou a zebra e empatou o playoffs com o Mackenzie Cia do Terno, ao vencer por 3 a 0 (25-15, 25-16 e 27-25). Vale destacar que as mineiras, que não repetiram a atuação da abertura da série, estiveram muito próximas de forçar o quarto set e botar pressão nas favoritas. Tiveram três sets points e só levaram a virada graças ao talento e à sorte de Mari. Ela bloqueou, atacou e até marcou um ponto de defesa na reta final do set, quando algumas atletas do Mackenzie já até comemoravam. Na segunda-feira, às 21h15, o time de Bernardinho deve confirmar seu favoritismo no Maracanãzinho e se garantir entre os quatro melhores. E aí sim o bicho vai pegar.



MaisRecentes

Esperava um jogo tecnicamente melhor no Mineirinho



Continue Lendo

Reflexão sobre o momento da Seleção é necessária



Continue Lendo

O novo capítulo de uma relação conturbada entre Brait e Zé Roberto



Continue Lendo