Seleção prepara Gustavão para encarar russos



A Seleção Brasileira masculina prepara um antídoto para tentar neutralizar os gigantes russos neste ciclo olímpico da Rio-2016.

Trata-se do central Gustavão, de 2,15m, apenas três centímetros a menos do que Muserskiy. O jogador do Vôlei Brasil Kirin  pela primeira vez começa a temporada de seleções treinando na equipe A do Brasil, com possibilidade real de jogar a próxima Liga Mundial – que começa ainda neste mês.

Ele, que tem 28 anos, sempre chamou a atenção no cenário nacional pela altura. Mas demorou a se firmar. Passou por testes na Seleção B, melhorou seu jogo nos clubes e terminou a última Superliga como melhor bloqueador, à frente, por exemplo, de Lucão e Sidão, os titulares da Seleção.

– Temos muito fé no trabalho dele. Ele está agora na Seleção principal e poderá ter uma oportunidade –  comentou Rubinho.

Campeão olímpico em Atenas-2004, André Heller, central que se aposentou ao fim da última Superliga, jogou os últimos três anos com Gustavão. E vê a evolução do excompanheiro:

– O Gustavo é um jogador de excelente qualidade técnica, como eu já disse, e ainda vai crescer muito na carreira – falou Heller.

Material publicado no LANCE! deste domingo.



  • kleber

    Ele só tem tamanho,é mt lerdo.
    Seu bloqueio esta bom pra nível nacional,mas encarar as potencias europeias não.
    Ataque é fraco e o saque dele é pífeo.

    • Lilika

      Ele pode melhorar, não? Se ele foi o melhor que Sidão e Lucão nesta temporada que se encerrou (pelo menos em estatísticas), então já imaginou como está o nível dos nossos centrais perante outras seleções…pífeo rsrs.
      O jeito é arriscar mesmo…

    • Marcio

      Só lembrando que foi o melhor bloqueio em 2 (duas) edições da SL com Lucão,Sidão, Riad, Maurício, Éder e etc pq não é lerdo e sim tem um bom tempo de block e vai melhorar ainda mais.

  • Rodrigo

    Tem mais o Renan deveria voltar a ser central ele como oposto não tem pegada mais os caras não pensam.

    • klaus

      Rodrigo, o Renan é canhoto e seria um erro enorme colocá-lo como central.Quem explicou isso foi o Rodrigo do blog Falando de Vôlei.É um blog excelente e com uma grande qualidade nas análises do vôlei.

  • debygoiania

    Que boa notícia, Daniel.
    O duro é que, como disse o Kleber, o Gustavão é muito lerdo.Me lembra muito a Janina.rs
    Gamova e Musersky são exemplos de altura com agilidade.
    De qq forma, não temos muitas opções no cardápio. Prevejo que será difícil tirar a próxima medalha de ouro dos Russos.

  • perikito

    O Renan não foi convocado dessa vez. Vejo ele como um dos antídotos ao Muzerskyi. Infelizmente, ele bancou pro Evandro toda a temporada e só chegou a titularidade por conta da lesão do mesmo já na fase final da Superliga. Não foi uma boa ele ter ido para o SESI. Poderia ter evoluído sendo titular em algum outro time e, com isso, fica cada vez mais difícil de vê-lo na seleção nesse ciclo olímpico.

  • manu

    Não sou muito fã, mas como tem a chance dele ser um bom bloqueador vale a aposta. Nossos centrais são horrorosos no bloqueio. Mas acho que o maior problema no Brasil são os ponteiros passadores.

  • LEANDRO

    Daniel eu sempre disso isso. Bernardinho já deveria ter começado a preparar o Gustavão depois das Olimpíadas de Londres. Nossos centrais (Lucão, Sidão, Isac e Maurício) não conseguem parar o gênio Muserksy. Se Bernardinho tivesse feito isso desde então Gustavão já estaria evoluindo. Outro gigante que deveria também ser aproveitado na seleção é o Renan, principalmente no lugar do Wallace. Por que? Todo mundo pôde comprovar nesse mundial que o Wallace é pipoqueiro nato.

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo