Seleção masculina terá logística complicada na Liga das Nações



O técnico Renan Dal Zotto já sabe o roteiro da primeira edição da Liga das Nações masculina (ex-Liga Mundial). E não deve ter ficado nada feliz com a logística que terá pela frente.

Na primeira das cinco etapas, entre 25 e 27 de maio, a Seleção Brasileira jogará na Sérvia, com um trio 100% europeu pela frente: além dos donos da casa, Itália e Alemanha.

Na sequência, retorna para casa, mais precisamente para o Rio de Janeiro. Na Jeunesse Arena, duelos contra Japão, Coreia do Sul e Estados Unidos. Os jogos acontecerão entre 1 e 3 de junho.

Na semana seguinte, a parada será a distante Rússia. Em Ufa, partidas também contra Irã e China.

Na quarta semana, a Bulgária receberá Brasil, Canadá e França. Vale lembrar que brasileiros e franceses disputaram a final da última edição da Liga Mundial, em Curitiba.

A quinta e última etapa para a Seleção Brasileira será na Oceania. Em Melbourne, duelos contra Austrália, Argentina e Polônia.

A fase final será disputada em Lile, na França, no moderno estádio Pierre Mauroy. Já escrevi sobre o quase bilionário palco da decisão da Liga das Nações. Relembre aqui.

 



MaisRecentes

Coluna: Minas e um dia histórico para o vôlei nacional



Continue Lendo

O tremendo desafio de Minas e Dentil/Praia Clube no Mundial



Continue Lendo

Coluna: Sinal de alerta com as chuvas no Brasil



Continue Lendo