Seleção mantém embalo e não toma conhecimento das dominicanas



A Seleção Brasileira emendou a quinta vitória seguida na Liga das Nações. E não teve dó nem piedade da República Dominicana.

Nesta quinta-feira, em Ankara, na Turquia, triunfo verde-amarelo por 3 sets a 0, incontestáveis parciais de 25-20, 25-10 e 25-13.

Esperava-se mais dificuldade do que o confronto anterior com a Argentina. Mas o que aconteceu foi um verdadeiro passeio contra um rival bem mais forte fisicamente e com mais experiência internacional do que as hermanas.

O fundamento que começou a destruir as dominicanas foi o saque. Foram seis aces e mais uma quantidade grandes de serviços que quebraram o passe da equipe de Marcos Kwiek.

Obrigado a jogar quase sempre com bolas empinadas na ponta, as caribenhas viraram presa fácil do bloqueio brasileiro. Foram 14 pontos no fundamento, um número bem considerável analisando a diferença enorme no placar das parciais.

Adenízia terminou a partida com sete pontos de block. A maior pontuadora da partida foi a ponta Amanda, com 14 acertos, e com bom aproveitamento no ataque: colocou no chão 11 de 17 bolas recebidas.

Bloqueio brasileiro deu show contra a República Dominicana (Divulgação)

– Estou muito feliz com a atuação da equipe. Jogamos muito bem e pressionamos a República Dominicana o tempo todo. Elas têm um bom time que normalmente faz bons jogos contra o Brasil. Não nos desconcentramos durante toda a partida e mantivemos o mesmo ritmo até o final para conseguir essa vitória – disse Adenízia.

A vitória deixou a Seleção Brasileira na cola do líder da Liga das Nações. São 15 pontos, contra 16 dos Estados Unidos, em vantagem por ter perdido seu único jogo até aqui no tie-break. A Holanda também tem 15 pontos. A Sérvia, que ainda enfrenta a China, também pode chegar ao número.

LEIA TAMBÉM

+ Site crava acerto de Hooker com Osasco 



MaisRecentes

Coluna: Uma semana estranha para o vôlei brasileiro



Continue Lendo

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo

Brasil leva virada dos Estados Unidos em terceiro amistoso



Continue Lendo