Modificada, Seleção bate China na reestreia de Murilo



Renan Dal Zotto promoveu mudanças na Seleção Brasileira masculina no segundo amistoso contra a China. E os resultados foram positivos. Com facilidade, vitória por 3 sets a 0, parciais de 25-14, 25-14 e 25-15, na noite desta quinta-feira, em Taubaté.

Apenas o ponta Maurício Borges foi mantido em relação ao time que jogou na terça e venceu por 3 a 1. Nas demais posições, o treinador escalou William, Evandro, Lipe, Isac, Éder e Murilo.

Com exceção de Borges e Éder, todos os demais titulares se reapresentaram aos treinos da Seleção depois dos demais, já que participaram das finais da Superliga Cimed por Sada/Cruzeiro (Evandro e Isac) e pelo Sesi (William, Lipe e Murilo).

Inclusive, foi a estreia de Murilo na condição de líbero. Um momento especial para o jogador, de 37 anos.

Seleção comemora ponto em Taubaté (Marcelo Zambrana/Divulgação CBV)

– Estou muito feliz de volta à seleção. Estou tentando ajudar como dá, fazendo o máximo possível, não só dentro de quadra. Sou um dos mais velhos aqui e tenho a responsabilidade de ajudar a comissão técnica durante os jogos. E faço isso com muito prazer – disse o campeão mundial.

O irmão Gustavo Endres comemorou nas redes sociais.

O próximo compromisso do Brasil será no dia 25, quando fará sua estreia na Liga das Nações, na Sérvia, contra os donos da casa.

– Na terça fizemos o primeiro jogo na temporada e é sempre mais difícil, especialmente depois do pouco tempo de treinamento. Era de se esperar um jogo mais complicado. Nesta quinta o Renan mexeu bastante no time, o saque entrou muito bem e essa é uma arma muito importante, que esperamos que funcione sempre dessa maneira – finalizou Murilo.

LEIA TAMBÉM

+ Minas confirma Gabi com “ajuda” de Natália



MaisRecentes

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo

As duas formas de ver o novo Sesi



Continue Lendo