Salários atrasados também afetam Montes Claros. Um dos destaques vai embora



2014 realmente não começou de forma animadora na Superliga masculina.

Depois de toda repercussão negativa após o anúncio da saída de Bruninho do RJ Vôlei para o Modena (ITA), o blog apurou que mais um clube pode iniciar um processo de desmanche pelo mesmo motivo: atraso salarial.

O Montes Claros enfrenta crise financeira, logicamente em uma escala bem menor de valores do que a dos cariocas. E alguns jogadores já negociam a saída do time. O ponta/oposto Wanderson, por exemplo, vai puxar a fila. Ele, um dos destaques dos mineiros, acertou sua transferência para o Cannes, da França.

Triste situação. Para quem não acompanha tão de perto o vôlei, vale recordar a formação desta equipe de Montes Claros para a atual temporada. A cidade, fanática por vôlei, tentou resgatar o time após alguns anos sem representante na Superliga. Impulsionada por um surpreendente vice-campeonato na temporada 2009/2010, empresários foram atrás de apoio, mas não conseguiram fechar o projeto em tempo. Porém, com a crise financeira vivida pelo Monte Cristo, que seria o representante de Goiânia na competição, MOC herdou o time já montado do Centro-Oeste. Buscou alguns apoiadores locais e ressurgiu na Superliga.

 

Um cenário ruim e, pelo jeito, ainda vai piorar. Como mostrou o LANCE! em sua edição de hoje, o RJ Vôlei deve perder nos próximos dias Thiago Alves para o vôlei turco, Thiago Sens para o “poderoso” Qatar, além de Leandro Vissotto. O último apague a luz…



MaisRecentes

Atuação ruim tira Brasil da final da Copa Pan-Americana



Continue Lendo

Vôlei Renata anuncia novidades para a temporada



Continue Lendo

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção



Continue Lendo