Romário defende CPI para o esporte olímpico



Na tarde de quarta-feira, o deputado federal Romário sugeriu, em discurso na Câmara dos Deputados, a criação de uma CPI para investigar o esporte olímpico, começando pelo vôlei.

“Até agora não soubemos de uma só iniciativa do Ministério do Esporte para evitar que a situação se agrave.

Não seria oportuno esta casa também entrar nas investigações sobre as finanças do nosso esporte, em apoio à auditoria que a Controladoria Geral da União realiza na Confederação de Vôlei?

Apesar da proximidade da Copa do Mundo, consulto os nobres colegas parlamentares sobre a oportunidade de uma CPI do Esporte Olímpico, a fim de passarmos a limpo a realidade das entidades gestoras que, ressalto, são todas financiadas por verbas públicas. Voltarei a este assunto, mas lanço as sugestões para oportunas consultas.

O fato é que não podemos fechar os olhos à realidade. Isso significaria omissão e esta Casa tem o dever, o compromisso de também fiscalizar o bom uso das verbas públicas”.

Romário tem se notabilizado como deputado por “comprar brigas” esportivas, principalmente com dirigentes da Fifa e CBF sobre a Copa do Mundo, contestando excesso de gastos, falta de transparência e até xingando cartolas. Pelo jeito, a metralhadora dele vai se voltar exclusivamente para o esporte olímpico em alguns meses.



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo