Rodada “diferente” define playoffs da Superliga feminina



Estranhos, anormais, atípicos, surpreendentes… Como qualificar alguns dos resultados da última rodada da Superliga feminina, na definição do emparceiramento para os playoffs?

O maior perdedor da noite de sexta foi o Camponesa/Minas, que tinha chances matemáticas de acabar em terceiro, mas terminou em quinto lugar após perder em Belo Horizonte, por 3 a 1, para o São Cristovão/São Caetano. O resultado fará com que o time de Jaqueline, Mari Paraíba & Cia. não tenha o mando de quadra nas quartas de final diante do Praia/Clube. Pode ser um fator decisivo em um confronto que promete ser muito equilibrado (ambos terminaram com 49 pontos, 16 vitórias e oito derrotas. Vantagem de Uberlândia apenas no set average). E olha que o Praia quase deu uma ajudinha para o Minas, sendo derrotado pelo Maranhão/Cemar no tie-break. Mas o pontinho ganho no revés foi suficiente para o time do Triângulo garantir o quarto lugar nos critérios de desempate.

Falando em derrotas, o Rexona-Ades perdeu pela primeira vez na competição. Jogando no Tijuca, o líder da primeira fase caiu diante do Sesi, segundo colocado, no tie-break. As paulistas abriram 2 a 0, com parciais muito equilibradas (26-24 e 29-27), levaram o empate após as mudanças de Bernardinho (Natália na saída, Drussyla na ponta e Roberta no levantamento), mas faturaram no quinto set, tendo aberto de cara 6 a 0 com Carol Albuquerque (eleita a melhor do confronto) e depois 13 a 4. O placar final de 15 a 9 certamente dará combustível extra para o bom time de Talmo nos playoffs.

O outro resultado surpreendente aconteceu em Santa Catarina, com a vitória do desclassificado Rio do Sul/Equibrasil sobre o classificado Pinheiros por 3 a 1. Uma despedida honrosa das catarinenses, que agora já começam a pensar na próxima temporada. Já o time da capital paulista caiu de rendimento após o título da Copa Brasil e terá de voltar a atuar de forma bem mais consistente no playoff contra o Molico/Osasco, que ontem bateu São José por 3 a 0.

QUARTAS DE FINAL

Rexona-Ades (1º) x São Cristovão/São Caetano (8º)
Sesi (2º) x Brasília (7º)
Molico/Osasco (3º) x Pinheiros (6º)
Dentil/Praia Clube (4º) x Camponesa/Minas (5º)

SEMI
Vencedor de 1º e 8º x vencedor de 4º x 5º
Vencedor de 2º e 7º x vencedor de 3º e 6º

 



MaisRecentes

Supercopa abre temporada masculina mais imprevisível no Brasil



Continue Lendo

Itália e Sérvia na primeira final europeia do Mundial feminino



Continue Lendo

Minas e Dentil/Praia Clube conhecem rivais no Mundial



Continue Lendo