Rexona-Sesc perde e se complica no Mundial



A classificação do Rexona-Sesc para as semifinais do Campeonato Mundial feminino de clubes está em risco.

Na manhã desta quarta-feira, o time brasileiro foi derrotado pelo Casalmaggiore, da Itália, no tie-break, parciais de 17-25, 25-20, 25-20, 19-25 e 18-16. E o resultado obriga agora as comandadas por Bernardinho a vencerem o poderoso Eczacibasi, na próxima madrugada, ou torcer para o fraco Manila superar as italianas.  Bem complicado, né?

Nesta manhã o Rexona chegou a ter três match points no quinto set. Caso derrubasse mais uma bola estaria antecipadamente entre os quatro melhores. Mas as chances não foram aproveitadas e o Casalmaggiore, surrado pelo Eczacibasi na estreia, foi mais competente e frio na reta final do jogo.

Gabi foi o nome do jogo para o Rexona-Sesc (FIVB Divulgação)

Gabi foi o nome do jogo para o Rexona-Sesc (FIVB Divulgação)

Gabi fez 27 pontos para o Rexona. Carregou o time nas costas na virada de bola em boa parte do jogo. E, como o destino às vezes é cruel, foi bloqueada no ponto que fechou a partida. A holandesa Buijs, com 17, veio logo a seguir. Mas ela comprometeu bastante no passe em vários momentos. Um erro no fim do tie-break, por exemplo, deu o match point para as italianas.

No geral a atuação do Rexona foi instável. As centrais não foram decisivas na virada de bola (foram cinco pontos de Juciely e três de Carol no fundamento), com várias combinações com Roberta não funcionando. Monique também teve baixo aproveitamento, colocando no chão 8 de 31 bolas. Depois de sofrer a virada no terceiro set, Bernardinho colocou em quadra Helô e Camila Adão. E elas foram importantes para a disputa chegar até o tie-break. Mas não suficientes para a vitória.

Pelo Casalmaggiore, Fabris marcou 22 pontos, seguida por Lucia Bosetti, com 15.



MaisRecentes

As semifinais do Sul-Americano



Continue Lendo

As transmissões pela web começaram



Continue Lendo

VÍDEO: Fabíola salva lance de forma inusitada



Continue Lendo