Repercussão da vitória do Sesc em Uberlândia



A quebra da invencibilidade do Dentil/Praia Clube, na noite desta terça-feira, em Uberlândia, foi comemorada pelo Sesc. Além de derrotar o líder, serviu para diminuir a frustração pela perda do título sul-americano, no fim de semana, em BH.

– É uma vitória muito importante, apesar dos altos e baixos da equipe durante a partida. Os dois primeiros sets foram muito bons; o terceiro e quarto set foram muito ruins, e a gente soube se recuperar no tie-break. É uma equipe que está em evolução, está buscando equilíbrio e a força do conjunto para poder entrar na fase decisiva que se aproxima numa forma melhor que esteve até agora. De qualquer forma, uma vitória contra o único time que estava invicto até agora na competição é uma vitória fundamental para dar confiança e para mostrar que estamos no caminho certo – analisou a levantadora e capitã Roberta, eleita a melhor jogadora da partida.

Já para o técnico Paulo Coco, a oscilação foi a característica marcante do jogo em Uberlândia.

jogo em Uberlândia

Bernardinho e as jogadoras do Sesc após vitória em Uberlândia (Divulgação)

– Ao meu ver, o jogo teve várias nuances. Um primeiro set muito disputado e tivemos chances de ganhar, mas nosso sistema de recepção sofreu muito naquele momento. O segundo, elas dominaram amplamente. Conseguimos recuperar no terceiro e quarto, que foi super importante para nós, mas no quinto voltamos a cair novamente. Então eles mereceram a vitória. O importante foi que as meninas jogaram e deram sua contribuição. A minha análise dessa partida é que posso contar com todo mundo. Todas as jogadoras que vem entrando ao longo do campeonato estão dando conta do recado. Meu sentimento é que posso confiar nelas – analisou o treinador do Praia.

Já a ponta Amanda pediu para o time mudar a chave rapidamente e já pensar nos playoffs que estão por vir:

– Não ficamos satisfeitas, ainda mais pela derrota amarga no último set. Conseguimos recuperar o jogo de uma maneira legal e fomos com tudo no tie-break, que não saiu como gostaríamos. Mas sabíamos que seria um jogo duro, pois o Rio é uma equipe muito forte. Neste momento, apesar da derrota, o ponto que conquistamos foi importante. Nunca ficamos satisfeitas com uma derrota, mas o campeonato é longo, está se aproximando da fase principal e não podemos ficar lamentando perdas. Temos que levantar a cabeça e seguir em frente, pois temos muito trabalho ainda pela frente.

 



MaisRecentes

Itália, Sérvia, Holanda e China nas semifinais do Mundial



Continue Lendo

Sérvia e China mais perto das semifinais do Mundial



Continue Lendo

A Itália chegou mesmo para ficar



Continue Lendo