A repercussão (apenas do jogo) entre EMS/Taubaté e Sada/Cruzeiro



Neste post o assunto será apenas a partida entre EMS/Taubaté e Sada/Cruzeiro. A confusão pós-jogo será abordada na sequência.

O quinto e decisivo confronto da semifinal será na sexta-feira, às 21h30, no Ginásio do Riacho, em Contagem.

Veja o que alguns dos protagonistas do duelo falaram:

Filipe na disputa de bola com o bloqueio de Taubaté ( Rafinha Oliveira/Divulgação)

FILIPE, PONTA DO SADA/CRUZEIRO

– Nossa equipe está bem focada, concentrada e hoje nós jogamos bem. Nosso time mostrou nessa reta final uma força muito grande, mostrou porque vem ganhando tanto, há tanto tempo. Nós conseguimos crescer, mesmo na dificuldade, pois sair de um revés de 2 a 0 não é fácil. O time de Taubaté tem jogado bem. Nós conseguimos ter tranquilidade e buscar esse resultado e levar para o quinto jogo. Ainda está em aberto, mas vamos lutar muito. Nossa equipe está de parabéns pelo foco e determinação.

SERGINHO, LÍBERO DO SADA/CRUZEIRO

– Vamos muito firmes para esse quinto jogo. As derrotas nos dois primeiros jogos foram algo difícil de digerir. Mas nós reencontramos o nosso melhor voleibol e vamos com essa mesma vontade para a última partida em casa. Com certeza o ginásio estará lotado e a nossa torcida é uma força a mais.

DANIEL CASTELLANI, TÉCNICO DO EMS/TAUBATÉ

– Nós não jogamos bem. O Cruzeiro sacou melhor, e nós cometemos alguns erros de execução de ataques, por exemplo, que não podem acontecer. Perdermos muitos pontos assim. Nossa recepção sofreu bastante, e com o passe quebrado nós tivemos muitas dificuldades também. Mas acredito que temos condições ir até lá na sexta-feira e ganhar o jogo. Agora está tudo em aberto, tudo por um jogo. Temos que impor nosso melhor voleibol e acreditar até o final.

THALES, LÍBERO DO EMS/TAUBATÉ

– No primeiro e no segundo set nós estávamos no jogo. Perdemos por detalhes, coisas do jogo, mas o terceiro foi ruim. Temos que virar essa página, analisar os erros e focar tudo no último jogo. Temos que ter maturidade e saber matar o jogo quando temos as chances. Mas foi um jogo duro, tenso, e agora tem esse último jogo, que é a decisão para os dois times.



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo