Racismo no tênis termina com punição



Vejam como é possível reprimir ações racistas. Exemplo vem do tênis.

O tenista francês Michael Llodra foi multado em R$ 4,5 mil por insultos racistas a um grupo de torcedores asiáticos, durante a vitória sobre o letão Ernests Gulbis, pelo Masters 1000 de Indian Wells, nos EUA, neste fim de semana. Ele, após jogar a raquete no chão, chamou a torcedora de “chinesa de merda”.

Llodra ainda terá de pedir desculpas publicamente.

A medida não vai acabar com racismo. Talvez nenhuma ação terá essa força. Mas o fato de não deixar o crime passar impunemente já merece aplausos.



MaisRecentes

Dinheiro chinês desequilibra a VNL



Continue Lendo

Coluna: O nível europeu está altíssimo



Continue Lendo

Coluna: Sinal de alerta com a base



Continue Lendo