Quem diria…Ricardo e Emanuel juntos novamente



Admito que fui pego de surpresa, no almoço, minutos atrás, com o release enviado pelo amigo Samy Vaisman.

Campeões olímpicos dez anos atrás, em Atenas, na Grécia, Emanuel (41 anos) e Ricardo (39) estão retomando a antiga parceria, que durou de 2002 a 2009. O foco não pode ser outro: os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.

Nunca entendi e muito menos defendi a “dança das cadeiras” do vôlei de praia mundial. Duplas que se formam e se desmancham a cada temporada. Isso dificulta até o público a decorar quais parcerias ainda são válidos e quais já fazem parte do passado. E Ricardo e Emanuel eram um caso à parte, um ponto fora da curva, uma exceção que fez sucesso, com título olímpico, mundial, várias vezes campeã do Circuito. Mas eles mudaram para o ciclo olímpico de Londres e cada um já teve uma série de parceiros: Alison, Pedro Solberg, Vitor Felipe, Álvaro Filho, Pedro Cunha, Márcio… E agora estão retomando um casamento de sucesso.

Como já conhecem os atalhos das praias mundo afora, não irão me surpreender caso cheguem em 2016 com chance de pódio.

 

 

 



  • ALINE

    Vôlei de praia é igual casamento, a dupla tem que “casar” literalmente em quadra. E NENHUMA DUPLA DO MUNDO casou tão bem qto Emanuel e Ricardo.
    Acompanho sempre o vôlei de praia e sempre vi Emanuel e Ricardo separados sendo os “TUTORES” de seus parceiros… Acho que chega de serem professores, agora tá na hora dos 2 MESTRES se juntarem e ganharem o OURO OLÍMPICO no RIO DE JANEIRO.

    • Leonardo

      Menos, beeem menos!!

      Dupla que deu certo no passado e conquistou o ouro olímpico há dez anos. Não são nem de longe favoritos no Rio. Podem até surpreender, mas não devem ir muito longe.

      O certo a fazer seria continuar o investimento nas duplas mais jovens. Ricardo não serve para fazer dupla com ninguém, só com o Emanuel mesmo, já era hora!

      Foi visível que ele (Ricardo) e o Álvaro, de enorme potencial, não deu certo. Ricardo super impaciente, cobrando além da conta, sempre fazendo caras e bocas sendo que quem salvava a dupla nos momentos mais difíceis, na maioria das vezes, era o Álvaro.

      Pedro Cunha desfez a dupla com o Ricardo alegando estresse…

      Emanuel e Alison fizeram o que puderam no último ciclo olímpico, mas amargaram a prata para os alemães, que nem eram considerados os favoritos, porém, muito merecidamente, chegaram à final.

      Emanuel não tem mais o físico e resistência de tempos atrás.

      Temos que encarar a realidade.

      O que melhor teremos para o Rio 2016 será Bruno/Alison, que estão evoluindo. Tomara, então, que Pedro Solberg jogue com o Álvaro. Seria uma outra dupla jovem bastante interessante.

      Até agora, quem está se confirmando como favorita é a dupla norte-americana Rosenthal/ Dalhausser, jogando o fino da bola.

      Italianos, polonenes e letões também fortíssimos!

      • Paulo

        concordo com tudo que escreveste! Torço muito pelos dois, mas ja foi a época dos dois juntos, querendo ou ñ a idade pesa, mas vamos torcer, é Brasil. Tomara que o Pedro SOlberg arrume um bom parceiro, o cara joga muito.. Sorte a todos!!

      • Neide

        Querido, os resultados provarão que é a dupla Emanuel e Ricardo: os 2 deixam esses novatos no chinelo!
        Amargar a PRATA? kkkkkkkk
        Quantos jogadores de vôlei de praia brasileiros não tem uma prata olímpica?
        Como assim os alemães não eram favoritos?
        O Vôlei de praia masculina é super equilibrado e, nas olimpíadas de Londres tinha, no mínimo 8 duplas favoritas:
        Alison Cerutti – Emanuel Rego BRASIL
        Phil Dalhausser – Todd Rogers EUA
        Julius Brink – Jonas Reckermann ALEMANHA
        Reinder Nummerdor – Richard Schuil HOLANDA
        Pedro Cunha – Ricardo Santos BRASIL
        Adrián Gavira – Pablo Herrera ESPANHA
        Daniele Lupo – Paolo Nicolai ITALIA
        Pļaviņs – Jānis Smēdiņs LETONIA

        Qualquer uma dessas 8 duplas tinha chances reais de ser campeã olímpica, pois todas ela já haviam vencido etapas importantes do circuito mundial e todas se conheciam muito bem.
        Os Alemães Julius Brink – Jonas Reckermann foram para as Olimpíadas com o currículo de no mínimo 13 vitórias em etapas internacionais: É pouco?

        • Robson

          quem vive de passado é museu, Ricardo e Emanuel dominaram o volei de praia a 10 anos atras, disse 10 anos epoca em que o Brasil era soberano…no RIo um estará com 43 anos e o outro com 41anos… querendo ou nao a idade pesa nos dias atuais, Go Alison e Bruno!!!

        • Marcia

          com certeza ele são duas lendas do volei de praia, mas nos dias de hoje eles estao bem longe de deixar os novatos no chinelo, prova disso eé o Alvaro Filho melhor do ultimo campeonato Mundial Bruno Schimidt melhor do Brasil em 2012/2013 e Pedro Solberg melhor do Brasil 2013/2014, entao querida, atualize-se um pouco do volei de praia brasileiro…

  • Luis

    Daniel! Alguma Noticia de quem sera o futuro parceiro do Pedro Solberg?

  • Caco

    Espero que eles se sintam felizes com essa decisão!
    Acredito que a idade deles talvez faça com que seus parceiros optem por jogadores mais novos pensando nas Olimpíadas do Rio.
    Tomara que vençam este novo desafio! Não será fácil, ambos terão passado dos 40 em 2016, porém acho que, nós, brasileiros devemos todo o apoio e incentivo do mundo a estes 2 campeões. Torço para eles, mais do que para qualquer outra dupla.
    Acredito que, se trabalharem bastante e quiserem muito isso, vão chegar lá.

  • FINAIS DA SUPERLIGA EM MELHOR DE 3? DÚVIDO

    Boa noite Daniel.

    As finais do NBB 2014/2015 será disputado em melhor de 3 jogos, e a Rede Globo vai transmitir. E a Superliga 2014/2015?

    É a brecha para mudar essa aberração que só existe no Brasil.

    http://lnb.com.br/noticias/agora-e-melhor-de-tres/

  • Eva

    putz, ainda bem que temos o Alison e Bruno, pois Emanuel e Ricardo ja foi a época né, devemos muito a eles mas….ja deu….

  • Paulo

    Daniel, vi que a LNB conseguiu alterar a final da NBB7 para melhor de 3 jogos ao invés de final única com o aval da Globo, alguma chance do vôlei conseguir algo parecido? Se não me engano li em alguma lugar que a SL 14/15 continuará sendo decidida em final única.

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo