Que venha mais uma final! Brasil domina Sérvia na semi



Pela quinta vez consecutiva, o Campeonato Mundial masculino de vôlei verá o Brasil como um dos finalistas.

Neste sábado, em Turim, na Itália, a Seleção Brasileira derrotou nas semifinais a Sérvia por 3 sets a 0, parciais de 25-22, 25-21 e 25-22.

Em 2002, 2006 e 2010, o Brasil conquistou o título. Em 2014, ficou com o vice. Destas finais, duas foram contra a Polônia, com uma vitória e uma derrota. E irá acontecer o desempate neste domingo, às 15h45 (de Brasília), já que os poloneses derrotaram os Estados Unidos na segunda semifinal no tie-break.

Na história dos Mundiais masculinos, nenhum outro país possui retrospecto parecido com o atual do Brasil. Entre as décadas de 1970 e 1980, a então União Soviética fez quatro finais seguidas, com dois ouros e duas pratas.

Comemoração do Brasil em Turim. Agora é decisão (FIVB Divulgação)

Para mim, a melhor atuação brasileira na competição aconteceu neste sábado. Sem oscilações, concentrado do início ao fim, seguro em todos os fundamentos. Tanto que os sérvios estiveram à frente do placar em em raras ocasiões.

Vale citar que a Sérvia veio para o tudo ou nada na terceira parcial, após ser dominadas nas duas anteriores. Logo no primeiro ponto, Atanasijevic bloqueou Douglas Souza e provocou os brasileiros. Um início de confusão aconteceu na rede, deixando nítida que a tática dos europeus era tentar tirar o foco do Brasil.

Mas ganhar no grito era pouco diante de um desempenho tão seguro. Sem desespero, a Seleção igualou três vezes uma desvantagem de três pontos, para conseguir a virada no 16º ponto e não permitir mais o controle dos rivais.

A performance coletiva da equipe verde-amarela é digna de aplausos. Repare na pontuação dos jogadores:

– Douglas Souza: 11 pontos

– Lucão: 10

– Wallace: 9

– Maurício Souza: 9

– Lipe: 8

– Evandro: 5

Mérito da distribuição de Bruno nos dois primeiros sets e de William, que entrou muito bem no terceiro. E ainda marcou um ponto de bloqueio para dar o match point.

Se eu fosse entregar o VivaVôlei de melhor em quadra escolheria Douglas Souza mais uma vez. Impressiona como o ponta cresceu de produção no Mundial, assumiu a responsabilidade no ataque e se transformou em um dos destaques da competição. Ele é um seríssimo candidato ao prêmio de MVP (Jogador mais Valioso), ainda mais em caso de novo título brasileiro.

LEIA TAMBÉM

+ O primeiro dia do Mundial feminino do Japão



MaisRecentes

Coluna: O Brasil queria receber os Pré-Olímpicos de vôlei. Mas…



Continue Lendo

Coluna: Minas e um dia histórico para o vôlei nacional



Continue Lendo

O tremendo desafio de Minas e Dentil/Praia Clube no Mundial



Continue Lendo