Que surra!



O Sesi nocauteou, sem dó nem piedade, o Molico/Osasco para faturar, na noite deste domingo, o título sul-americano e, de quebra, garantir a vaga no Mundial de Clubes.

Em três sets, o boxeador desafiante não deu qualquer chance para o adversário, que carregava  com mérito o peso do favoritismo por estar invicto na Superliga. Some-se a isso o cartel recente, com vitória sobre o próprio Sesi, semanas atrás, na final da Copa Brasil, repetindo o resultado da final do Paulista. Pesava ainda a favor do Molico o fato de atuar em casa, com apoio de sua torcida. Ou seja: nas bolsas de apostas, o Sesi era o azarão.

Mas a postura do time de Talmo Oliveira foi a de pressionar o Molico/Osasco do início ao fim, tentando tomar as rédeas do confronto. E conseguiu deixar o rival nas cordas durante os três sets. O saque desestruturou o passe das estrangeiras Caterina e Sanja, a central Thaisa não foi sombra do que vinha atuando recentemente e Sheilla não conseguiu resolver sozinha, algo que costuma fazer quando duelos mais parelhos aparecem.

Já do outro lado do corner, Ivna foi impiedosa na virada de bola. É muito bom ver uma jogadora dando a volta por cima. Ela pintou como revelação anos atrás no Minas, sofreu com contusões e finalmente está mostrando um vôlei de altíssimo nível. Dani Lins viu que ela estava voando e usou e abusou da oposto. Falando em alto nível, a capitã Fabiana jogou como há tempos não se via. Não à toa faturou o prêmio de melhor da competição. Louvável também ver como Suellen consegue, com tantos quilinhos a mais, equilibrar o Sesi no passe e dar volume na defesa. Atuação peso-pesado!

Por fim, o técnico Talmo deu a resposta aos críticos de plantão. Poderia ter sido demitido meses atrás, quando a campanha do Sesi era pífia na Superliga. Parecia ser a única saída. Ganhou uma sobrevida e, mesmo perdendo atletas, como Pri Daroit e Ju Costa, provou que a decisão da diretoria foi acertada.

KO com requintes de crueldade.

 



  • Dois pontos importantes:o sesi se superou,o talmo muito criticado hoje sai vitorioso…a postura do sesi foi fantástica diante das soberbas do molico,já é a segunda vez que esta equipe do osasco toma…a primeira foi na SL passada e agora tomou uma surra mesmo.A segunda coisa importante é:que sirva de lição à equipe do praia clube,equipe que pensa pequeno a começar pelo seu técnico,esporte é isso,é vc tirar o máximo de uma jogadora reserva quando a titular não pode atuar,diga-se dayse e suelle…é isso que falta ao banana boat,com um investimento alto contrata a mari,que segundo a própria equipe para dar mais visibilidade ao time e no entanto a maior e mais cara contratação só fica no banco.Outra coisa o time do praia precisa de uma capitã que seja convincente e carismatica ,eu nunca vi um time em qualquer esporte que a capitã só fica no banco…estranho isso..sei lá não adiante ter herrera,mari e glass se o treinador pensa pequeno e fica favorecendo amiguinhas,tem que ter peito que nem bernadinho teve pra colocar nada menos que a logan tom no banco …enfim alto investimento do praia x baixa estima do grupo x falta de experiencia do técnico com time com estrelas.

  • Unidos da Leopoldina

    Que samba!!! Tava na hora de calar essa torcida de baixíssimo nível do time do leite desnatado. E tava na hora também de alguém fazer essas jogadoras pararem de pular como cangurus amestrados quando vão comemorar um ponto. Parecem umas bobas alegres. rairairai

    • Tiago

      Amei, aquelas “Penélopes” desengonçados do Osasco vomitam arrogância e prepotência. Nada é mais gostoso do que ver a Thaisa e a Adenízia tomando toco atrás de toco! Só tenho uma coisa para dizer para as gralhas do Osasco: De saia é mais gostoso!kkkk

      • fernanda

        HIAHIAHIAHIA;;;; GANHARAM 1 …UNICA VEZ.. E ESTA AII FALANDO SE ACHANDO,, POR FAVOR
        VAI..

      • Lukas

        alô alô freguesia aquele abraço kkk Osasco 12 x 2 Sezinho sp ó coitados desse sesi timinho de ginasio porcaria que a bola bate no teto, estão se achando muito, meu time não depende da Indústria, meu time é bancado pela maior empresa de alimentos no mundo.

  • Leo

    Achei muito bom. O time de Osasco tava se achando, muito mais do que no ano passado. Foi-se o tempo que eu admirava esse time, tempos de Natália…
    Incrivel como Ivna vem numa crescente. Espero que todo o time do Sesi continue a atuar assim até o fim da temporada. Boa sorte no mundial.

  • Lilika

    Mas que tombo do Osasco…esperava um 3×2 para brindar com as qualidades técnicas das equipes…acontece, Osasco literalmente não jogou pq o Sesi não deixou…parabéns ao Sesi, fazia tempos que Fabiana estava devendo uma atuação decente de verdade (das últimas que me lembro foi a semi do Mundial-2010 contra o Japão)…e Talmo por reerguer das cinzas um Sesi absurdamente apagado no fim do ano passado.

  • Afonso RJ

    Belíssimo jogo do SESI. Não deu a mínima chance ao Osasco, dominando amplamente toda a partida. Por outro lado, o Osasco me pareceu um time até certo ponto apático, jogando meio que sem garra o que aliás não é o seu normal.
    Já nas semifinais, o SESI encontrou maior facilidade do que o Osasco, apesar do adversário (do SESI) ser aparentemente mais forte (tanto é que ficou em terceiro).
    O que me pareceu foi que as curvas se cruzaram: a descendente do Osasco com a ascendente do SESI. Isso, aliado a uma noite inspirada de um time e o aparente cansaço (mais mental do que físico) do outro, acabou resultando nessa vitória acachapante dentro da própria casa do adversário.
    Só mais uma observação: Preocupante esse saque da Sheilla com o pé triscando a linha. E hoje pisou mais de uma vez, cometendo o que considero um erro bobo. Quem sou eu para criticar uma bicampeã olímpica, mas não seria a hora de rever ou aperfeiçoar a técnica?

  • Tia Voloch

    CHUUUUUUUUUUUPPPPPPPPPPPPPPPPPPPPAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA VOLOOCH

    • francisco

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Rey

    Parabéns Sesi ! Dani Lins, Fabizona e a endriabrada Ivna deram SHOW ! Pelo lado do Molico parecia que nada dava certo… lembrou a final do masculino ano passado, onde o UPCN neutralizou o jogo do Minas.

  • Sou Rio

    Parabéns, Daniel! Gosto muito do seu blog e dos comentários IMPARCIAIS sobre vôlei. O Molico foi muito apático hoje, parece que entrou na quadra achando que ia ganhar sem fazer esforços. Caiu feio do salto alto. Principalmente a Sheilla, aliás ela faz muito isso. Quando está nos melhores times, ela some. A única exceção é a seleção mesmo, onde ela atua bem mesmo tendo um time bom. Mas em finais com clubes, ela desaparece. Mas enfim, parabéns ao SESI, jogou muito bem. E não acredito que o Molico seja campeão da superliga como muitos blogueiros “imparciais” andam falando por aí. É um time que tem muita dificuldade de se concentrar em finais, mostrou isso ano passado e esse ano também. Não sei como ganhou a copa brasil. Por fim, gostaria de pedir para você postar mais frequentemente aqui, coisas como raio-x das equipes antes dos jogos ou a sua opinião sobre as rodadas da superliga. Sei que é um pouco difícil por ser editor do Lance, mas é porque fãs do vôlei não tem muitas opções por onde acompanhar. Outros blogueiros (Voloc.. cof, cof..) gostam de ser parciais e cravar campeões antes das finais e acabam quebrando a cara. Enfim, parabéns pelo blog e pelo post, o SESI se não for instável entra como favorito à superliga junto com o Amil. Unilever (uma pena) e Molico vão perder a hegemonia esse ano, creio eu. Para o bem do vôlei feminino, conseguir patrocinadores nas equipes menores sem dificuldades.

    • Afonso RJ

      Só queria reforçar o seu comentário: O próprio Luizomar disse na entrevista pós jogo, que o SESI “entrou com sangue nos olhos”. Para mim isso quer dizer que o time dele entrou “sem sangue nos olhos”, ou em outras palavras, apático. Aliás, isso vem se repetindo há alguns jogos.
      Quanto à Sheilla, tambem concordo. Os próprios comentaristas vem dizendo que a Sheilla “cresce nos momentos decisivos”. Ora, uma jogadora de ponta deveria jogar bem todo o tempo e não apenas nos “momentos decisivos”. O que noto é que volta e meia o time do Osasco vem meio apático, atrás no marcador ou pelo menos sem abrir grande vantagem até o final do set. A partir de então, “cresce nos momentos decisivos”, e vira o placar graças à grande vantagem técnica de suas jogadoras. Mas acaba chegando uma hora que isso não funciona. E foi exatamente nessa final. Posso estar errado, mas vi exatamente esse filme na última final da superliga.

    • André Duarte

      Você se esqueceu que Sheilla ganhou quase que uma Superliga sozinha pro Rio?? Lembra que ela levou o prêmio de melhor atacante, saque e maior pontuadora, sétimo melhor bloqueio e melhor jogadora da final em uma só superliga? Calma, Sheilla pode não ter jogado tudo que pode no Molico, mas ela não some em final não!!!

  • Marcian

    Não acompanhei o jogo todo, vi algumas partes, e desse pouco posso dizer que o Sesi jogou como um time grande. Com exceção do ultimo set (quando o Molico jogou a toalha, do nada), os dois primeiros foram bem disputados, e o Sesi soube se sobressair. Parabens a todas e a todos, mais um exemplo de time que consegue sair do aperreio, pra conseguir a glória (como nas olimpiadas de 2012). Sempre gosto quando o não-favorito vence. Ajuda, de alguma forma, a descer do pedestal imaginário (sem indiretas), qualquer inicio de soberba; e acaba com o “monopólio”. Que venha o mundial.

  • romano

    foi o melhor jogo que vi a equipe do Sesi fez, e ainda com as duas ponteiras reservas! Realmente a Ivna deu show de ataque e de categoria, manteve a agressividade e deu um belo cala boca à torcida do Osasco que estava pegando no pé. Dani Lins mostrou por que é, de longe, a melhor levantadora brasileira, fez a Fabiana jogar um voleibol maravilhoso. E o mais incrível pra mim, é que as ponteiras foram muito bem no passe, fora alguns deslizes, e no ataque não rifaram as bolas recebidas, Suele e Daise foram muito conscientes e eficientes. Bia foi bem, e a líbero do Sesi, Suelen, foi muitíssimo bem hoje. Jogo muito bem jogado pela equipe, o Sesi acordou e espero que mantenha a motivação pra tomar o terceiro lugar do Rio.

    o Osasco decepcionou, o Luizomar deveria ter mexido antes no time, até tentado outra levantadora. é incrível que a Thaísa só jogue bem se ela pontuar no ataque, o que não aconteceu hoje. Mesmo com passe na mão as centrais recebiam, era sempre bola pra ponta, nem mesmo tendo a Sheyla no fundo e sua famosa bola salvadora de match points.

    Parabéns ao Sesi!

  • Parabéns ao Sesi! acredito que com esta conquista seja mantido o projeto de Alto Rendimento no Time feminino em um patamar elevado.

    Osasco não jogou, não sei se pela doença, mas Sheilla, Thaisa e Fabiola não jogaram… Adenizia no final se descontrolou.. o Time todo mal…

    Daniel, vc pod explicar esta possibilidade de que seja feito um convite para o Osasco disputar o Mundial?

  • Raimundo

    Muito bom o renascimento do Sesi. Falta agora o Praia. Pro segundo turno da SL ficar muito bom.

  • Cris

    Olha, eu não sou torcedora nem do Sesi nem do Osasco (na superliga a minha simpatia é do Pinheiros), eu acompanho volei de perto pq amo o esporte. E co. nfesso que me vi soltando umas lágrimas ontem com a vitória do SESI, pois a volta por cima que essa equipe deu é um negócio lindo! Nem parece o time que, menos de dois meses atrás, estava cabisbaixo e ouvia-se ameças de que a equipe feminina seria extinta.
    FAbiana simplesmente jogou muito, mas muito mesmo. Provou que é uma jogadora que nunca deve ser depreciada, ao contrário, na hora da decisão mais importante do ano para o SESI ela brilhou.
    Fico feliz toda vez que aparecem novas jogadoras, e por isso estou gostando muito que Ivna se firme e jogue um volei de alto nível.
    Agora, a melhor coisa desta volta por cima do SESI é ter mais uma equipe com chance de acabar com a hegemonia de Osasco e Rio na superliga.
    Quanto ao Osasco, a derrota serve de alerta que não adianta ficar invicto e perder finais com um só jogo. Digo isso pois não deu para não lembrar da final da superliga do ano passado.
    É isso, quanto mais equipes jogando em alto nível, melhor para o volei.

  • daniel

    Arrepiante a vitória do Sesi. Ivna foi espetacular, a bola de segurança do jogo. Dani Lins esteve perfeita, com um jogo preciso e muito, mas muito bem distribuído, que fez o bloqueio adversário dançar. Já Fabiana acabou com o jogo, numa atuação inesquecível. Bia, Suelle, Suellen e Dayse fizeram a suas respectivas funções muito bem e contribuiram para o show que vimos ontem a noite.

  • karina

    Sou torcedora do Pinheiros, mas tenho grande simpatia pelo Sesi principalmente porque sou fã da Fabizona – melhor central brasileira. Espero que este ano, se o meu Pinheiros não estiver na final kkkkkkk que estejam Sesi x Amil.
    Esse jogo só confirmou o que eu sabia desde o começo da SL, que as estrangeiras do Molico não tem nível para atuar nessa equipe, talvez brigassem por uma vaga no Maranhão… talvez…. sinceramente é difícil de entender essas contratações. Enquanto a Sheila, Thaisa, Camila estavam jogando bem não era tão perceptível, mas, bastou jogarem mal, e ??? onde estavam as duas ponteiras gringas??? não tem nível para resolver jogos, simples assim.
    Boa semana e bom trabalho para todos.

  • Michel Pereira de Oliveira

    Sou torcedor do Osasco, mas, tá dando gosto ver a recuperação do Sesi. O título do Sul-Americano foi a conclamação de uma outra equipe bem distinta do primeiro turno da Superliga. Acho que o conjunto do Sesi tem feito a diferença nesse novo estágio. Curiosamente, Suelle e Dayse, que figuravam como terceira e quarta opção no banco, estão fazendo a diferença na ponta e, junto à Suelen, dando uma estabilidade significativa pra linha de passe, permitindo que Dani Lins ponha Ivana e Fabiana pra jogar em alto nível. Espero que quando Daroit, Ju Costa e Mari se recuperarem as duas ponteiras atualmente em atividade não voltem pro banco por questões políticas; a turma que voltar tem que fazer jus precisa brigar pela vaga “na bola”. Também digno de nota o crescimento de Dani, Fabiana e Ivna. As duas primeiras há tempos já mostraram a que veio. Quanto a Ivna, superou as muitas lesões, mudou aquela postura de gritar o tempo todo em quadra (afrontes desnecessários) e tá mostrando na bola que é bem mais que uma promessa.
    Em se tratando do Osasco, a equipe como um todo esteve apática, mas, fiquei pasmo com a postura pífia e falta de visão da Fabíola: só levantou jacas pra Sheila, simplesmente ignorou Thaisa quando esta estava na rede (não levantar pra jogadora que na véspera fez 18 pontos é algo incompreensível) e alçou Bosetti como bola de segurança mesmo sem que esta virasse as bolas; ela jogou praticamente o tempo todo com o passe na mão e acabou fazendo as piores escolhas possíveis. A levantadora esqueceu das jogadas pelo meio e de fundo, sobrecarregando as ponteiras. Postura completamente contrária à de Lins: enquanto Fabíola ignorou as meios e a oposta, Dani Lins consagrou as jogadoras de seu time que ocupam tais posições. Decididamente, Fabíola merece o troféu jaca do campeonato: levantou o título e a moral do Sesi.

  • LUIS

    Na minha modesta opinião, a Fabíola foi péssima e distribuiu mal. Prejudicou completamente o time. E Luisomar de Moura mostrou mais uma vez que é um técnico medíocre. Por que ele não mexeu no time? Por que não inverteu o 5 x 1? Por que não mexeu no time todo, já que o time estava sem confiança e mal?

  • Matheus

    Bom jogo do SESI , parabéns !!

    Ivna e Bia tem que estar na seleção,

    Quanto ao Osasco só lamento , rsrs, time com uma soberbisse que chega ao ponto de enojar ,
    as comemorações nem se fala, FELICIDADE EXAGERADA ao meu ver.

    Nessa final de domingo só confirmou que foi acertada o corte da Fabiola na seleção nos jogos de Londres..

  • Paulo

    A equipe masculina do SESI-SP sempre foi a menina dos olhos da FIESP, tem um elenco estrelar, time junior disputando a Superliga B, já o feminino sempre me pareceu ser o coadjuvante, agora com a disputa do Mundial espero que os dirigentes olhe para a equipe com mais carinho.

    • Cadu

      Acho que para manter Dani Lins e Fabiana, tirar Daroit e Suellen do Amil (a primeira dizem que foi para o SESI-SP receber o dobro) e ter tentado a Sheilla, o orçamento da equipe deve ser bem generoso, o problema é o ranking e a politíca de não contratar atletas estrangeiros. Interessante notar que umas das principais críticas direcionadas ao elenco no inicio da temporada, o número excessivo de ponteiras, foi o que deu uma nova cara ao time com as lesões das titulares.

  • haha todo mundo sabe que esse timinho vai cagar no mundial ja que o unico time do Brasil que pode jogar de igual com vakifbank e o osasco lembram do unilever né

  • Guilherme

    Melhor jogo do ano, sem dúvida alguma. Fabiana, essa Deusa de Ébano, mostrou o porquê é a melhor do mundo. Sheilla, embora possa ser disciplinada e queridinha, mostrou que é decisiva quando o jogo não depende dela. Sem Thaisa e sem meio de rede, é toco nela toda hora ou desequilíbrio total. Só se mantém na função, porque ZRG, sabe-se-lá os motivos, não coloca “sombra”. Ele não deu oportunidade à Mari, quando disse que esta retornaria à posição inicial. Retirou Natália e Tandara da posição, treinando as duas para as pontas. E colocou a gêmea, que, com todo o respeito, jamais será matadora, o que deve ser uma verdadeira oposta. Então, vamos ver se Ivna, agora, ganha espaço (o que eu duvido). Ah… se as seleções internacionais (Russia, EUA e outras afins) quiserem derrotar o Brasil, é só analisarem o jogo de ontem. É só aprenderem com o SESI a “matar” o meio. Aí, se a levantadora for depender de Sheilla e das pontas, o time sucumbirá. Não é o que eu quero. Mas é o que acontecerá se o Brasil não tiver matadoras, atacantes de verdade, como tinha nas Olimpiadas de 2008…

    • Cadu

      Conclusões demais baseadas em um único jogo, quem foi que salvou n match points contra a Rússia nas quartas de final das Olimpíadas? Ponteiras matadoras? Quem foi a maior pontuadora da final contra o EUA? Mari e Paula já fizeram muito pelo Brasil, mas hoje só conseguem se destacar jogando contra São Bernardo e Rio do Sul.

      • Guilherme

        Concordo com você neste aspecto, Cadu. Ainda bem que neste País podemos expressar nossas opiniões, não é? Mas pena que também esse pensamento sobre Sheilla matadora só se aplica a um único jogo: contra a Rússia. Se ela tivesse cometido um só erro, certamente teria sido defenestrada, como foi a Mari, em 2004, quando anotou 37 pontos, no auge de seus meros 20 anos. Então, sorte de Sheilla. Foi salva por um jogo e garantiu seu futuro, apesar de outros jogos horríveis, erros, pisadas em linhas, nunca ter conseguido marcar mais que 2 ou 3 pontos seguidos. Mas o que vale no Brasil é o resultado, não é? Ah, Brasil tem tantas matadoras que a MVP das Olimpiadas de 2008 foi quem mesmo? E, ainda, tenho medo que as demais seleções vejam a partida da vitória do SESI. Terão a receita de como ganhar do Brasil: anulando as melhores meios do mundo – Thaisa e a Deusa Fabiana.

      • Rodrigo

        Pow Cadu, a Paula está no mesmo nível da Sheilla, ou talvez melhor! É só comparar o Brasília e o Molico/Osasco, enquanto a Sheylla não define mais nada ou aparece tarde demais no jogo com o estrelado time de Osasco (que é líder isolado com meritos porém todos os times se encontraram em quadra e os play offs é outrra história) já a PP4 carrega um time todo nas costas… é verdade q a Erika contribui muito mas se formos comparar o orçamento entre os clubes e as companheiras de clube é covardia. E outra a Paula até hj é venerada por tds os torcedores do Osasco, por tudo q fez no clube (abandonou o clube pq ninguém joga de graça, ainda mais se tratando de uma das melhores ponteiras da história) e se formos comparar passado a PP4 da um banho na oposta do Osasco, afinal ser MVP na melhor seleção brasileira (talvez da história) de tds os tempos na olimpíadas não é pra qualquer um!

  • Luiz

    coisa estranha deste jogo???? Taissa passou quase o jogo inteiro no banco. A rede encalhava com a favelada da Adenisia, e a Taíssa P… da vida que não podia entrar em quadra. Coisa estranha mesmo.

    • Luiz

      Thaísa não ficou no banco em nenhum momento. As centrais revezam com a líbero. Quando ela estava no banco, C. Brait estava em quadra e Adenisia na rede. E vice-versa. A única reserva que entrou foi no jogo foi a Gabi, no lugar da Sanja, se não estou enganado.

      • Luiz

        Concordo, a Thayssa jogou o jogo inteiro, ficou no banco só no finalzinho do último SET.

        Acho que vc não assistiu ao jogo.

    • Lukas

      favelada meu filho ela mora em um condominio fechado em tambore coisa que vc nunca ouviu falar e é ADENIZIA!!!! ela é poderosa ja vc vish ▼.

  • Joao

    Se a copa Brasil dá vaga ao sul-americano, o que então estão fazendo os times jogando a superliga? Ela só serve agora pra dar a classificação do mata-mata da copa Brasil?

    • Osmar Cordeiro

      João , tbem não entendo está regra , primeiro o campeão da Superliga deveria participar do sul americano e a Copa Brasil que tenha uma continuidade e uma fórmula mais atraente pra ser a segunda oportunidade de vaga , este ano tanto o feminino e masculino tiveram divergências no regulamento , o campeão da superliga poderia participar caso se vencesse a Copa Brasil o vice assumiria a vaga . Mas tem o lado financeiro , até pq Vivo Minas e Molico Osasco bancaram o sul americano e tiveram o direito a vaga , isto mostra que a fragilidade da organização da confederação que não consegue bancar um campeonato sendo que não tem apoio de grandes patrocinadores , se continuar nessa levada sempre teremos esses convidados e sinceramente a última vaga não deveria ser da Copa Brasil , mas sim da Superliga .

      • Lukas

        quem bancou foi a Asics ambos material esportivo dos 2 times.

  • Osmar Cordeiro

    Parabéns Sesi , assisti a final da Copa Brasil aqui em Maringá e no fim da partida eu não vi choro , tristeza ou jogadoras cabisbaixa . O que vi foi um grupo de jogadoras e comissão técnica felizes em ter recuperado a confiança , de ter alcançado um vice campeonato onde poucos valorizam , mas que foi responsável pela ótima recuperação e padrão de jogo que a equipe mostrou na Superliga alcançando a quarta posição e ao título do sul americano , jogadoras que estavam felizes em quadra e não precisou provocar ou gritar , mesmo jogando na casa da adversária soube neutralizar até então a melhor equipe da competição . O Molico Osasco continua sendo a melhor equipe , de grande campanha na Superliga e 2 títulos em poucos meses que foram conquistados e com certeza virá mordido pra recuperar a hegemonia . No momento de maior dificuldade o Sesi conseguiu reagir , muitos reclamavam da quantidade de ponteiras e foram as duas últimas opções ( Dayse e Suelle ) que estão segurando o rojão já faz um tempo sem reservas , a questionada Ivna ganhando confiança , a Fabiana de seleção brasleira , a Bia recuperada , a Suellen que apesar dos kilos a mais é um fenômeno e tbem o trabalho do Talmo e sua comissão técnica .

  • na minha opinião o SESI mereceu pois jogou muito e como equipe a todo ponto vibrava como se fosse o último caso que não vi com o molico pois as coisas não saiam tava travado,enfim não era a noite da melhor equipe do país ate agora na temporada vale resaltar o trabalho do talmo e da comissão tecnica.lá na frente sim estou querendo ver como essa equipe do sesi vai ser sair pois deixou de ser coitado que não sai do lugar pra brigar pelo título vamos ver o duelo sesi e molico neste returno de superliga para termos parametro para reta final pois duvido que osasco vai entrar morno e frio novamente contra o sesi,3 duelos interessantes amilxsesi,sesiximolico,rioxsesi,aí sim veremos como se saí o atual campeão sul americano!façam suas apostas..

MaisRecentes

A dor de Gabi e de quem estava ao lado



Continue Lendo

Duas gratas surpresas na Superliga



Continue Lendo

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo