Quatro times com apenas uma derrota



E segue acirrada a caça ao Sada/Cruzeiro na Superliga masculina.

EMS/Taubaté, Sesc e Minas seguem escoltando o Sada/Cruzeiro antes da participação do atual líder da competição no Mundial de Clubes. Na rodada deste meio de semana, o quarteto venceu sem perder pontos e segue com apenas uma derrota cada um.

O Cruzeiro, único a ter disputado sete partidas, passou pelo Lebes/Canoas por 3 a 1 (25-22, 25-17, 22-25 e 25-13). Soma agora 18 pontos e no máximo poderá ver os rivais empatarem na pontuação quando a tabela estiver “igual” para todos. Leal, outra vez, foi eleito o melhor em quadra e terminou como maior pontuador (22 acertos). Marcelo Mendez também viu uma substituição surtiu efeito em mais um duelo: a entrada de Chachopa no lugar de Uriarte ajudou a frear a reação dos gaúchos.

Sada/Cruzeiro venceu em Canoas (Divulgação)

– Foi um jogo difícil, como todos têm sido nessa Superliga. A nossa equipe ainda não está no nível mais alto que pode chegar por um desgaste de viagens, jogos, treinamentos pesados e isso conta um pouco nessa possível queda de rendimento que temos sofrido – disse o levantador Cachopa.

Více-líder com 14 pontos em seis jogos, o Taubaté venceu em casa o Juiz de Fora por 3 a 0 (25/16, 25/18 e 25/20), mesmo poupando jogadores. Daniel Castellani deixou fora os pontas Lucarelli e Dante, além do central Otávio.

Taubaté botou o elenco para rodar (Divulgação)

O sérvio Ivovic ganhou uma chance e anotou 13 pontos. Wallace, com 14, foi o maior pontuador. O ponta Ruiz ganhou o VivaVôlei. Mostra a força do elenco paulista.

Com 13 pontos em cinco partidas, o Sesc foi até Ponta Grossa e passou pelo Caramuru também em sets diretos: 25-15, 25-19 e 25-15. O central Tiago Barth foi premiado com o Troféu VivaVôlei. O ponta João Rafael, com 12 pontos, foi o maior anotador.

Sesc segue voando na Superliga (Divulgação)

– O time jogou muito bem, principalmente no saque, conseguiu colocar pressão o tempo inteiro e aí facilitou o nosso trabalho de bloqueio, a gente jogou muito bem no sistema defensivo. A equipe hoje foi muito aplicada. A disciplina tática foi muito bem aplicada dentro de campo – analisou o técnico Giovane Gávio.

No jogo mais esperado da rodada, o Minas confirmou seu grande momento e derrotou o favorito Sesi por 3 a 1, parciais de 20-25, 25-23, 25-21 e 25-22). O melhor da partida foi o levantador Marlon. Já o oposto Felipe Roque, também do time mineiro, foi quem mais pontuou na partida, com 19 pontos.

Marlon foi destaque contra o Sesi (Divulgação)

– Nós não entramos bem em quadra. Erramos muito. Saque, contra-ataque e o Minas mereceu a vitória. Eles foram melhor em casa, erraram menos e é assim que funciona. Nessa temporada não tem jogo fácil e temos que trabalhar e brigar por cada ponto na competição – comentou o técnico Rubinho ao final da partida.

Com o resultado, o Minas também subiu para 13 pontos em cinco jogos, deixando para trás exatamente o Sesi, que parou nos 12.

Vôlei Renata e Corinthians/Guarulhos foram os outros dois vencedores da rodada. O time de Campinas conquistou um importante triunfo em Montes Claros por 3 a 1 e está em sexto lugar. Já o Timão passou pelo Copel Telecom/Maringá, também como visitante, em sets diretos, e subiu para sétimo.



  • otavio matsu

    o William é um ótimo jogador,mas levantar para Leal,simon,wallace,evandro,isaac é uma coisa,so botar pro alto que eles resolvem,agora que em que levanatr pra alan,douglas,gustavao,lipe…vemos a diferença.

  • Marcelo Soares

    O Sesi-RJ, tem 13 pontos, com dois jogos a menos tem condição de passar o Cruzeiro.

MaisRecentes

A velocidade do Sesc, com Thiaguinho, impressiona



Continue Lendo

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo