Quase dá pra dizer que deu a lógica



Pessoal, bom dia.

O Mundial de Clubes masculino começou sem sustos para Sada/Cruzeiro, UPCN e Al-Rayyan. Se eu escrevesse tal frase dez dias atrás, antes da divulgação dos jogadores inscritos, seria chamado de louco ao apostar no time do Qatar no duelo com o tetracampeão Trentino.

O catadão, a seleção internacional ou o time de aluguel, escolham a definição que quiserem, mostrou que a força dos petrodólares desequilibra. Com 39 pontos somados pelos cubanos Simon (20) e Sanchez (19), o Al-Rayyan fez 3 a 0 nos italianos e assim já está com dois pés na semifinal. Hoje, vai atropelar o Esperance, transformando o duelo UPCN x Trentino como decisivo para a outra vaga do grupo. E vai ser bola para o brasileiro Theo, como visto na estreia dos argentinos.

E quem vai querer pegar o Al-Rayyan na semi? Sada/Cruzeiro ou Belgorod?

Os mineiros estrearam com 3 a 0 no Guaynabo, de Porto Rico. Sem surpresa, sem susto, sem Leal. Como esperado, o cubano será preservado para a reta final do Mundial. Decisão acertada, já que a presença do ponta será primordial contra os russos e, quem sabe, contra os gringos do Qatar.

Hoje é a vez de ver os russos. E amanhã, pra mim, ao vivo, já que embarcarei para Belo Horizonte para ver in loco a reta final deste Mundial, que promete bastante.



MaisRecentes

Vaivém: Leal, Solé, Grebennikov e Bartsch de casa nova



Continue Lendo

Vaivém: Renan acerta volta para a Itália



Continue Lendo

Vaivém: Argentina marca golaço ao acertar com Marcelo Mendez



Continue Lendo