Próximo Mundial feminino já rende uma bolada para a FIVB



Enquanto o Campeonato Mundial Feminino da Itália se prepara para entrar na reta decisiva, a próxima edição da competição, em 2018, no Japão, já rende “bons” frutos para os cofres da Federação Internacional de Vôlei.

No acordo assinado recentemente por Ary Graça, a FIVB vai receber cerca de US$ 18 milhões, aproximadamente R$ 43 milhões pelos direitos de TV no país-sede, além dos direitos comerciais da transmissão para fora do Japão.



  • Alex Lima

    FIVB se transformando em FIFA!!! Novamente no Japão??? $$$$$$$$$$

    • Aline

      Não me importo que seja SEMPRE NO JAPÃO, os japoneses já provaram que são ótimos em termos de organização.
      Prefiro ter um campeonato bem organizado no Japão a ter um Campeonato bagunçado em outro país que não tem o mesmo nível de empenho, dedicação e profissionalismo dos japoneses.
      Para FIVB é bem conveniente tbém não é? O Japão adora vôlei e despeja RIOS DE DINHEIRO em investimento nesse esporte: a FIVB agradece e$$a grana japonesa!!! Não é Sr.Ary Graça???

      • E tem mais uma, se não atrapalha em horário nobre no Brasil, pode fazer em qualquer outro lugar, agora quando trazerem para o Brasil, vixi, será uma eterna briga por horários, desde que não jogue no mesmo horário das novelas….

    • Rodrigo

      Mas hein?! A FIFA não fica repetindo sede. Onde que parece a FIFA?

  • Alex Lima

    Ary Gra$a fica tão “chateado” com as declarações do Bernardinho!!!

  • Jorge

    Este Ari Graça é o maior LADRÃO do vôlei Brasilelro, tem que ficar de olho nele, pra que ele não possa roubar este dinheiro que é destinado ao vôlei. LADRÂOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO.

  • Paulo

    Principais competições do volei nos próximos anos:
    2015 – Copa do mundo (masc. e fem.) – Japão
    2016 – Jogos Olímpicos – Brasil
    2017 – Copa dos Campeões (masc. e fem.) – Japão
    2018 – Campeonato Mundial (fem.) – Japão
    2019 – Copa do Mundo (masc. e fem.) – Japão
    2020 – Jogos Olímpicos – Japão
    2021 – Copa dos Campeões (masc. e fem.) – Japão.

    Seria bom ter uma diversidade maior, não falo de trazer pra um país como o Brasil, mas EUA, Canadá, países europeus, todos eles tem condições de organizar campeonatos de alto nível. Não é um evento tão caro como a copa do mundo FIFA e ajudaria a popularizar de vez o esporte. Mas fazer o que né? Manda quem pode! Volei se espalhando pelo mundo. #sqn

    • R.TIGRE

      Paulo, o problema é que países como Canadá e EUA não tem interesse me gastar tanto dinheiro com o vôlei como o Japão gasta.
      o Vôlei é muito popular no Japão, mas nos EUA e Canadá, o basquete, o beisebol, o hóquei no gelo, o futebol americano, o boliche, o golfe são muito mais populares que o voleibol.
      O voleibol nos EUA e Canadá é mais universitário do que profissional, por isso eles não tem interesse de investir muita grana em voleibol indoor.

      • Marcio Fu

        A final do próximo Grand Prix será nos Estados Unidos.

      • Afonso RJ

        Caro Tigre. Você esqueceu de mencionar, mas nos EUA e Canadá tem até o Curling, lembra? Aquele que um cara lança uma chaleirinha e uns caras sacam de umas vassouras e vão varrendo o gelo na frente feito uns loucos enquanto o outro louco fica atrás berrando “Hard, hard…”. Até isso é mais popular por lá que o vôlei!!!!!

      • Paulo

        Acredito que a FIVB poderia levar o esporte justamente para onde ele não é tão conhecido assim. Claro que não levando um Mundial logo de cara, mas com competições menores. Ano que vem a fase final do Grand Prix será nos EUA, pensei que seria um sinal de que o volei começaria a alçar novos voos. Mas foi só fogo de palha. Se for pra levar para países onde o volei já está mais desenvolvido porque não levar pra Turquia, ou Rússia por exemplo?

  • Alex Lima

    Um campeonato feminino na Turquia seria interessante!!!

    • Livia

      Que medo! Os árbitros sempre beneficiam os clubes/seleção da casa em campeonatos realizados lá

  • não aguento mais ver jogos de madrugada já chega,poderia ser na turquia ou até mesmo aqui,mais como esse ari gra$a adora o japão né $$$$$…

    assim o volei nunca será popular como ele espera,só um país que organiza as competições femininas aff.

  • Afonso RJ

    Como quase tudo no mundo, a coisa se resume a GRANA. Quem tem compra, quem não tem assiste. Triste mas é a dura realidade.
    Basta pagar mais que até Pindamonhangaba ou Itaquaquecetuba (com todo o respeito) sediam o mundial, para o terror dos locutores estrangeiros :).

  • Euripedes Jr.

    Ninguém merece esses jogos no Japão que passa aqui de madrugada , tenho pena do pessoal que grava e disponibiliza na internet .

  • Felipe

    Pode ser contando que o Japão não tenha vaga garantida na final. Agora Ary Graça já superfaturou o evento, basta saber quato que ele irá desviar.

  • klaus

    E a Polônia querendo novamente realizar o Mundial Masculino.Assim fica fácil ganhar títulos.Qual será a manobra adotada dessa vez.

  • Livia

    Enquanto isso na CBV, Radamés Lattari – dias após não conseguir se eleger deputado – assume a organização das competições de quadra no lugar do Renato D’avila, vamos ver se teremos alguma mudança, já que ele sempre foi um grande crítico do calendário, da não divulgação dos patrocinadores pela TV e do ranking ser feito por pessoas que tem interesse direto na pontuação dos atletas.

  • Wanderson

    pelo menos a globo não tem desculpa de não transmitir os jogos, já que só tem transmissão as competições realizadas no japão!

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo