Natália celebra prêmio e fala sobre problema no joelho



Eleita pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) destaque do vôlei nacional em 2017, Natália faturou o Prêmio Brasil Olímpico, superando os campeões olímpicos Wallace e Lucarelli na eleição entre jornalistas e personalidades do mundo esportivo.

Algo a comemorar? Sim, mas com moderação. A jogadora não está jogando o Campeonato Turco e a Liga dos Campeões da Europa pelo Fenerbahce, com um problema crônico no joelho esquerdo.

Em entrevista ao blog, a jogadora tratamento falou sobre a premiação e o tratamento mais conservador, descartando assim uma cirurgia neste momento.

Natália em ação pela Seleção. Ela foi escolhida para receber o Prêmio Brasil Olímpico (FIVB Divulgação)

– A situação está controlada, conversei bastante com minha equipe e definimos que o melhor seria parar e tratar. Estou fazendo fisioterapia e estarei 100% em breve – disse Natália, numa mensagem com tom otimista.

A situação está sendo monitorada pela comissão técnica da Seleção Brasileira. E atualmente a preocupação é grande, já que o principal objetivo é o Campeonato Mundial do Japão.

– Vamos trabalhar dia a dia, o foco principal é estar bem, voltar a jogar no Fenerbahce. Minha cabeça está totalmente voltada para meu clube nesse momento – completou.

Ao analisar a temporada coroada pelo Prêmio Brasil Olímpico, Natália demonstrou satisfação com os feitos. Na conquista do Grand Prix com a Seleção, ela foi eleita a MVP da competição.

– Recebi a notícia com muita alegria, é uma honra no meio de tantos atletas conseguir esse prêmio, fiquei muito feliz! Foi um ano muito bom, conseguimos ir muito bem no Campeonato Turco, na Seleção começamos um novo ciclo, jogadoras novas, o Zé Roberto conseguiu montar uma equipe competitiva e os resultados apareceram. Só tenho a agradecer às atletas e à comissão técnica do clube e da Seleção – disse Natália, que não estará presente na entrega da premiação, no dia 28 de março, no Rio de Janeiro.

QUEDA

Sem a brasileira, o Fenerbahce foi eliminada na Liga dos Campeões da Europa nesta semana. Apesar da vitória por 3 a 1 sobre o Prostejov, a equipe turca ficou em terceiro lugar no Grupo B, atrás das italianas Novara e Conegliano.

 

 



MaisRecentes

Reflexão sobre o momento da Seleção é necessária



Continue Lendo

O novo capítulo de uma relação conturbada entre Brait e Zé Roberto



Continue Lendo

Coluna: A empolgante decisão da Superliga feminina



Continue Lendo