Pré-lista da Seleção feminina para a Copa dos Campeões



A Federação Internacional divulgou em seu site a lista de inscrição das seleções para a Copa dos Campeões, que será disputada entre 12 e 17 de novembro, em Tóquio, no Japão.

A lista definida pelo técnico José Roberto Guimarães tem 20 nomes. Normalmente, a lista ficha é fechada em 14 atletas. Confira as escolhidas:

Levantadoras: Dani Lins, Claudinha, Fabíola e Ana Tiemi

Opostos: Sheilla, Monique e Tandara

Pontas: Fernanda Garay, Gabi, Natália, Priscila Daroit e Michelle

Centrais: Fabiana, Thaisa, Juciely, Adenízia, Bia e Letícia Hage

Líberos: Fabi e Camila Brait

Além de Brasil e Japão, disputarão o torneio Rússia, Estados Unidos, Tailândia e República Dominicana. Segue o link com a tabela: http://www.fivb.org/EN/Volleyball/Competitions/GrandChampionCup/2013/Women/Schedule.asp

 



  • Afonso RJ

    Para mim a gande surpresa é Ana Tieme voltar a ser lembrada para a seleção. Seria um começo de “volta por cima”?

  • Aline

    Fala sério! Ana Tiemi de novo na lista? O q ela fez p/merecer a convocação?
    Se escondeu num time de quinta categoria lá na Turquia.
    E a Ju Carrijo? Nunca terá uma oportunidade na seleção principal?
    Tassia é outra q sempre foi esquecida, pelo menos, desta vez Suelen não está na lista, ainda bem!

  • Andréa

    A Bia é uma boa jogadora, mas não está jogando, acho que está com alguma lesão. Poderia chamar a Carol, do Unilever, que foi muito bem no mundial de clubes.

    • Mari

      Concordo com vc Andréa, ao invés de levar a Bia que está se recuperando de lesão, deveria convocar a Carol que foi destaque na Unilever no Mundial de Clubes e está jogando super bem…Outra que não sei pq está na lista é a Letícia Hage, fala sério né, ZRG???

  • Afonso RJ

    Não tem nada a ver com o post, mas Daniel:
    Desde ontem, toda a vez que entro em seu blog entra um bug qualquer que tenta instalar um malware na minha máquina e o meu firewall bloqueia. Acontece exclusivamente no seu blog. Não sei se aconteceu com mais alguém. Não si se o problema é daqui. Estou só participando por via das dúvidas.

    • Daniel Bortoletto

      vou ver com a TI. Valeu

    • emanuella

      pra mim também Daniel. Insiste em instalar um programa. E mesmo quando você diz não ele abre outra janela que quer instalar e o Anti-virus avisa.

      • João Paulo

        Comigo aconteceu também, mas não foi no blog. Foi em outra página do Lancenet.

    • karina

      pra mim também, mas, ocorre quando tento entrar no menu “volei” do portal e não no blog, ainda bem que o meu anti-virus bloqueia.

  • DANIEL

    Daniel, conforme relatado aqui, nenhum campeonato nacional está adotando a regra de 21 pontos imposta pela Globo aqui no Brasil. Teve início o campeonato do Azerbaijão essa semana com a regra de 25 pontos, ratificando a informação que os países pertencentes a CONFEDERAÇÃO EUROPÉIA não vão aderir a esse absurdo. Agora é aguardar a Asia.
    O incrível é que o Ary Graça/Rede Globo não estão conseguindo implantar essa regra nos campeonatos promovidos pela FIVB. kkkk. Graças a Deus.
    E fica a pergunta, como serão os próximos campeonatos promovidos pela FIVB: Copa dos Campeões 2013, Campeonato Mundial 2014, Liga Mundial e Grand Prix 2014, 2015, 2016 e Olimpíadas 2016?
    Quero ver a cara de derrota do Ary Graça/Rede Globo.

  • Alex Miranda

    A minha opinião sobre:

    Levantadoras: Ana Tiemi e Claudinha ou Fabíola e Ana Tiemi

    Se bem que essa história de levantadora dá pano para a manga né. Sabemos que a Dani é levantadora títular da seleção, só precisa de rodagem para se tornar de vez absoluta a exemplo de F. Venturini e Fofão. Agora, Fabíola já foi “n” vezes testadas, acredito que já tiveram tempo suficiente para avaliarem. Se ela não agradou, sendo inclusive cortada em Londres, onde levaram a Fernandinha só pq tinha um estilo de jogo “diferente”, mas não seguiu até o fim da competição, agora é hora de testar outras levantadoras. Nesse caso, Tiemi e Claudinha ainda não tiveram tamanha oportunidade na seleção como Fabíola teve.

    Opostos: Sheila e Tandra. (Monique joga bem, tem volume de jogo, mas é jogadora de clube). E nesse caso, Tandara tem que ser mais testada, até pq foi campeã em Londres de uma forma um tanto quanto “fácil”, leia-se, reserva.

    Pontas: Garay, Gabi, Nati e Daroit. (Michele é o mesmo que a irmã, tem volume de jogo, mas é jogadora de clube ou de competições menos expressivas). E ainda na rodagem das ponteiras colocaria Nati, Gaby para jogar e testaria mais a Daroit, que por sinal antes da lesão jogava muito, mas teve uma queda e na selação ainda não conseguiu mostrar trabalho. Pelos últimos jogos que vi do Sesi parece que está voltando a sua boa forma (vale lembrar que em campinas ela não rendeu o que se esperava).

    Centrais: Fabi e Thaisa são absolutas, o que é um problema. Acho que Thaisa vai mais longe na carreira, mas enquanto temos duas centrais extraordinárias, é o momento de testar as novas enquanto elas estão nos bastidoras para ajudar. Não adianta querer testar uma nova quando as mais velhas já pendurarem as joelheiras. Nesse caso, deixaria Adê como titular (precisa amadurecer, fica muito afobada quando está jogando), e as novas Bia e Letícia Hage.

    Líberos: Está mais do que na hora de colocar a Brit para jogar como titular uma competição inteira, precisamos saber se ela aguenta a “bronca”.

  • Alex Miranda

    Levantadoras: Ana Tiemi e Claudinha ou Fabíola e Ana Tiemi
    Se bem que essa história de levantadora dá pano para a manga né. Sabemos que a Dani é levantadora títular da seleção, só precisa de rodagem para se tornar de vez absoluta a exemplo de F. Venturini e Fofão. Agora, Fabíola já foi “n” vezes testadas, acredito que já tiveram tempo suficiente para avaliarem. Se ela não agradou, sendo inclusive cortada em Londres, onde levaram a Fernandinha só pq tinha um estilo de jogo “diferente”, mas não seguiu até o fim da competição, agora é hora de testar outras levantadoras. Nesse caso, Tiemi e Claudinha ainda não tiveram tamanha oportunidade na seleção como Fabíola teve.

    Opostos: Sheila e Tandra. (Monique joga bem, tem volume de jogo, mas é jogadora de clube). E nesse caso, Tandara tem que ser mais testada, até pq foi campeã em Londres de uma forma um tanto quanto “fácil”, leia-se, reserva.

    Pontas: Garay, Gabi, Nati e Daroit. (Michele é o mesmo que a irmã, tem volume de jogo, mas é jogadora de clube ou de competições menos expressivas). E ainda na rodagem das ponteiras colocaria Nati, Gaby para jogar e testaria mais a Daroit, que por sinal antes da lesão jogava muito, mas teve uma queda e na selação ainda não conseguiu mostrar trabalho. Pelos últimos jogos que vi do Sesi parece que está voltando a sua boa forma (vale lembrar que em campinas ela não rendeu o que se esperava).

    Centrais: Fabi e Thaisa são absolutas, o que é um problema. Acho que Thaisa vai mais longe na carreira, mas enquanto temos duas centrais extraordinárias, é o momento de testar as novas enquanto elas estão nos bastidoras para ajudar. Não adianta querer testar uma nova quando as mais velhas já pendurarem as joelheiras. Nesse caso, deixaria Adê como titular (precisa amadurecer, fica muito afobada quando está jogando), e as novas Bia e Letícia Hage.

    Líberos: Está mais do que na hora de colocar a Brit para jogar como titular uma competição inteira, precisamos saber se ela aguenta a “bronca”.

    • Rafael

      Pra mim, tem que jogar as melhores, independente da idade e tal. Fabíola é melhor que Claudinha e Ana Tiemi, que teve sim muitas chances já. Juciely é atualmente melhor que Adenízia. Bia e Letícia Hage são muito novas ainda, com ataques deficitários, e terão chances no futuro. Como quarta ponteira, Michele é uma melhor opção que Daroit, já que é a única ponteira da seleção com passe excelente (lembram da Sassá?) Já Tandara, em forma, ganha o lugar da Monique, não tenham dúvidas. Ah, e a Natália, na minha opinião, ainda tem que mostrar mais. Fez um jogo realmente bom – a final da Superliga – e precisa motrar mais. É campeã olímpica pelo que fez dois anos antes das Olimpíadas, e isso ninguém pode negar.

  • Mari

    Essa lista tá com cheiro de panelinha….
    Levantadoras: Dani Lins, Claudinha, Fabíola e Ana Tiemi => a Dani está machucada e só volta em Novembro…provavelmente vai ser cortada e o Zé deverá levar a Fabíola e Claudinha de levantadoras
    Opostos: Sheilla, Monique e Tandara => Só levaria a Sheilla e a Tandara, pq se a ideia é fazer a Tandara ser a reserva e substituta após a aposentadoria da Sheilla, tá na hora de testá-la.

    Pontas: Fernanda Garay, Gabi, Natália, Priscila Daroit e Michelle => acho que a Michelle sobra…é muito boa de bola mais é tampinha d+…ah propósito, a Gabi tem 1.80m só a FIVB que não percebeu isso e até agora e insiste em colocá-la com 1.76m nos créditos…hehehe

    Centrais: Fabiana, Thaisa, Juciely, Adenízia, Bia e Letícia Hage = daria um descanso pra Fabiana e testaria a Adenízia de titular junto a Thaisa…com relação a Bia é um absurdo ela ser relacionada sem nem jogando ela está…e tb não adianta ficar convocando a Juciely se no final vão cortar a coitada de novo…tinha que convocar a Carol da Unilever….

    Líberos: Fabi e Camila Brait = como todos falaram até agora está na hora de ver se a Brait segura o rojão de ser titular em uma competição, senão a seleção vai ficar refém da Fabizinha e ninguém sabe se ela irá aguentar até o Rio 2016.

MaisRecentes

A dor de Gabi e de quem estava ao lado



Continue Lendo

Duas gratas surpresas na Superliga



Continue Lendo

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo