Por que não joga sempre assim?



Um dia o título desse post foi a manchete do LANCE! RJ para um jogo de futebol que não me lembro mais qual foi, mas tenho quase certeza que era do Flamengo. Hoje, retrata bem a equipe feminina do Sesi.

Em Uberlândia, o time de Talmo derrotou o Banana Boat/Praia Clube por 3 a 0, parciais de 25-19, 25-17 e 28-26, carimbando seu passaporte para a semifinal. Por vaga na decisão, irá duelar com a Unilever.

Os primeiros sets nem pareciam os de uma série equilibrada entre quarto e quinto colocados. Novamente com Dani Lins como titular e Verê como líbero, o Sesi dominou as ações. Tandara, com 22 pontos, teve uma atuação acima da média. Foram 16 pontos no ataque, quatro no saque e mais dois no bloqueio. Fabiana, muito acionada por Dani Lins (eleita a melhor em quadra), colaborou com 13.

Caso mantenha o nível deste jogo, o Sesi pode equilibrar o confronto contra o time de Bernardinho. O passe precisa chegar com a mesma qualidade nas mãos da levantadora, que parece adorar aparecer em momentos decisivos para calar os críticos com grandes atuações.

Já o time da casa parecia não acreditar no domínio exercido pelo Sesi. Só conseguiu equilibrar as ações no terceiro set, quando chegou a abrir sete pontos de frente, mas não soube controlar a vantagem.  Nada que diminua a campanha mais do que positiva na Superliga. Chegou a liderar, teve Herrera como maior pontuadora até se contundir seriamente e mudou o patamar de atletas como Juliana Carrijo e Angélica, além de confirmar o nome de Spencer Lee como um técnico muito competente. Que o projeto seja mantido para dar novos passos na edição 2013/2014. 

 



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo