Pontas da Seleção feminina. Algumas perguntas sem resposta



As discussões mais acaloradas do blog nesta semana tiveram como assunto principal as ponteiras da Seleção Brasileira feminina.

Quem Zé Roberto deve escalar na formação titular? Eu diria que esta pergunta atualmente martela tanto a cabeça do treinador quanto a escolha de uma levantadora.

Mari está voltando após pedir dispensa da Copa Pan-Americana. Experiência, talento e categoria de sobra. Tem posição cativa no time mesmo com a conhecida instabilidade no passe?

Natália se recupera de uma cirurgia na canela. Tem um potencial ofensivo de sobra, mas sofre com o mesmo mal de Mari na recepção. É jovem, um talento a ser lapidado, como dito há vários anos. Está na hora de se firmar de vez?

Paula Pequeno tem no currículo o prêmio de MVP olímpica, momentos de superação e também alguns de instabilidade. Claramente não está no auge de anos atrás. Mas não é uma jogadora qualquer, como alguns querem rotulá-la. Ainda tem lenha para queimar até Londres-2012 e ser manter no time?

Sassá é quem tem o melhor passe do quarteto. Mas também é quem ataca com menos potência. Compensa com volume de jogo  também na defesa. Vale a pena perder em ataque e garantir o passe na mão de Dani Lins?

E não vamos esquecer de Jaqueline, que ganhará novas chances após o problema na gravidez. Outra que é amada por muitos e colocada no nível de jogadora normal por outros. Para mim, merece nova chance antes da definição do grupo olímpico.

E temos também Fernanda Garay, que foi titular na Copa Pan-Americana e agora está com a Seleção militar. E, por fim, a jovem Priscila Daroit, grata revelação, que parece ser a jogadora mais talentosa de uma geração que começa a ser preparada para 2016. Já tem lugar para 2012?

Confesso para vocês que a maioria das respostas precisa de mais tempo antes de uma conclusão definitiva. As competições de 2011 vão responder várias delas. E, talvez, na Olimpíada de Londres a gente ainda tente responder as que ficaram pendentes.



  • Nilton

    Daniel, com toda sinceridade. A Paula nao joga tem 3 temporadas. A temporada dela na russia foi um fiasco, um erro. Vi varios jogos via online e ela era constantemente bloqueada, um constrangimento lá. Aqui nao foi diferente, ela nao se firmou desde Pequim, o que prova que o premio de MVP para ela e nao para aSheilla foi uma das marmeladas da dona Fivb. Por que a Sheilla sim é constante e jogadora diferenciada, a merecedora do MVP olímpico. Eu sinceramente cansei da Paula. Vale lembrar que essa garota recebe alto investimento de clubes e seleção no talento dela desde os 15 anos gente, essa moça jogou no Leite Moça com a Ana Moser tem noção??? E nunca vinga caramba, que saco.
    Jaqueline e Sassá numa mesma seleção nao dá. Ou uma ou outra. como o ZRG AMA a Sassá, que leve essa coitada que vive de passe e defesa. A convocação da Suelle tb é na mesma linha: por causa do fundo de quadra. Dentre essas garotas o maior desperdício foi a Natália ficar 6 anos com o Sergio mallandro jogando como oposta e apenas treinando passe, aliás, dizem que nas 2 últimas temporadas nem treinar passe ela treinava no Osasco. A menina é convocada desde os 16 anos pra seleção principal e ainda nao vingou. Enquanto isso vemos meninas novas estourando em 1 ano em outras seleções… Nesse caso culpo totalmente a falta de tato e sensibilidade do Luizomar Sergio malandro, que inclusive é um péssimo técnico, na minha opinião. O que são os pedidos de tempo dele com frases de auto-ajuda??? CONSTRANGEDOR.
    BOM, voltemos a falar das ponteiras. A Daroit e a Garay são meninas que treinam passe há mais tempo e têm naturalmente um movimento de passe e de defesa melhor que a Natalia e a Mari, mas no bloqueio elas dão um certo prejuízo. A Daroit deveria estar nessa copa, até por que, a Natália está se recuperando de lesão gente, nao tem por que a menina estar presente se nao poderá entrar em momento algum…

    • Emerson

      Quanto recalque, sabia que um fã da Shari apareceria e seria o primeiro a CORNETAR a Paula huahauha.
      Ser oposta é muito facil do que uma ponteira passadora, acho que não preciso explicar isso a vc né Nilton? A Paula levou o prémio na Olimpiada, pq mereceu sim com todos os créditos, assim como tambem achei que foi a melhor fase da Mari.
      Mari e Paula hj estão nos mesmos patamares, Paula melhor que a Mari em passe e defesa e Mari melhor que Paula no ataque e no saque.
      Sheilla é sem duvidas a melhor atacante que temos, a coisa engrossa e quem roda é ela, não sou fã dela, mas admito jogar demais e ser a melhor do mundo como atacante, mas a responsabilidade dela È ESSA, virar as bolas sempre, se não seria ponteira passadora ou meio-de-rede.
      Daniel, na minha opinião, o teste da Paula e da Mari será o Grand Prix, as seleções estarão com suas principais jogadoras, menos a Russia por motivos de lesões, e elas terão que mostra trabalho e boa forma, vale ressaltar que uma complementa a outra e ambas se ajudam e precisam se ajudar.
      Jaque não teria mais chance na seleção ao meu haver, Sassá perde demais em bloque, mas vira bola se virando nos 30 e tem ótimo fundo de quadra. Natalia precisa rodar, ganhar bagagem, caso contrário será banco na seleção, ja Garay é a mesma que a Natalia, porem, tem mais facilidade de rodar as bolas.

      • Livia

        O cara disse que a Sheilla é mais merecedora do prêmio de MVP pelo que ela fez depois de Pequim? O prêmio é dado para a jogadora que fez o melhor campeonato se fosse para levar em consideração o que elas jogam hoje a mãe Dináh faria parte da comissão votante…

        Na posição que joga a Sheilla é uma das melhores da atualidade, mas tendo apenas que virar as bolas é fácil, quero ver se tivesse que passar e depois atacar, e ainda, jogando com a limitada Dani Lins acaba sendo a jogadora mais acionada sempre, só que quando a coisa complica bem sabemos o que acontece, vide os dois últimos mundiais…

        • Paulinho

          Morri com o comentário…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk…muito bom!!!

      • Paulinho

        Concordo em partes…A Paula mereceu sim o MVP olímpico, não que a Sheilla ou a Mari tenham jogado mal, ao contrário, mas a Paula jogou melhor :). Principalmente na final. Agora dizer que Mari e Paula estão no mesmo patamar… peloamor…ok, mesmo nessa fase ruim a Paula continua passando melhor que a Mari, mas ela não esta tããão longe assim da Paula no fundo de quadra e esta anos luz na frente no ataque. A Sheilla é a melhor jogadora do Brasil simplesmente pq roda bola, bloqueia e saca muito bem.
        Eu tiraria a Jaqueline que só presta pra defender (e como defende!!!) Mas bloqueia mal, ataca horrorosamente e é a mais afinona de todas. Eu gongo a Sassa ate não poder mais, mas é uma das jogadoras que eu mais confio…rs…eu a levaria.
        Pra essa Copa aqui no Brasil, minhas ponteiras seriam: Mari, Sassa, Paula, Daroit. Natalia ainda esta se recuperando, Garay esta com a seleção militar e Jaqueline não esta na seleção no momento. Pra Copa do Mundo… Olimpíada e tal… temos que analisar ainda como vai ser a temporada de cada uma. Eu não acredito em grandes mudanças. A única que pra mim parece com uma pequena possibilidade é a Garay.

    • Diogo Márcio

      Muita coisa, para digitar tanta besteira – Natália foi convocada as 16, entretanto não atuou na seleção adulta – pois estava sendo Campeã Mundial Infanto-Juvenil (2005) e Campeã Mundial Juvenil (2007) sendo que nas duas oportunidades foi eleita MVP, além de outros prremiações individuais (só para salientar a Rússia contava com a Kosheleva no mundial juvenil) + Campeã GP 09. Como você pode dizer que a Nat não vigou? Vê que você sabe muito pouco (ou nada) ¬¬’

  • Rafael

    Pra quem é carente em ponteiras, até que temos várias opções, não é mesmo?
    Nem toda seleção do mundo tem uma Sokolova em seu time, mas nós temos vários talentos!

    Na minha opinião, ponteiras garantidas temos duas: Mari e Natália. Matadoras no ataque, boas de bloqueio e saque e com uma solução pra instabilidade delas no passe vindas do banco

    Se Paula se recuperar, sua vaga é certa. Caso não se recupere, brigará por vaga com Garay.
    Jaqueline e Sassá tem um papel técnico semelhante: assumir o fundo de quadra, mas Jaqueline ofensivamente é melhor. Se Zé fosse ousado, levaria apenas uma das duas!
    Apesar de gostar bastante do que Daroit vem apresentando. Acho que ela é nome certo em 2016!

    Algumas observações tem de ser feitas:
    – Garay está melhor em quadra que Paula, mas Paula tem uma história com a seleção e ainda pode recuperar sua forma. Acho que sua maior rival é ela mesma.

    – Acho que Jaqueline nunca será uma jogadora de segurança. Com 1,86 poderia ser mto mais efetiva no ataque. Não é. Tudo bem, então o que as nossas levantadoras tem de entender é que ela não tem de receber bola em momento decisivo, apenas quando tiver condições de virar bola na moral, no mano a mano, por exemplo. Sassá, apesar de ser menos efetiva no ataque, responde melhor à pressão que Jaqueline. Foi ela a grande responsável pela virada contra o Japão no Mundial e foi ela quem marcou o 14×13 contra a Rússia na Yeltsin Cup. Só pra citar exemplos recentes. Essa seria a disputa mais equilibrada.

    – Daroit e Tandara correm por fora! Daroit nos representou muito bem na Yeltsin, mas acredito que Tandara ganhou mais pontos com a comissão. Entrou na fogueira duas vezes: no lugar de Joycinha na semi e da Daroit na final. Seus fundamentos que pontuam são muito agressivos: saque, ataque e bloqueio. Tem uma defesa boa, bem melhor que a de Joycinha e até mesmo que a de Daroit, mas é instável no passe. Cairia como uma luva, se emagrecer ainda mais e manter o nível, como reserva da Sheilla na seleção.

  • Daniel

    Só o tempo poderá ou não responder a essas perguntas. Mari e Natália tem vaga certa, e a princípio devem ser as titulares. Paula é jogadora de decisão, que chama a resposabilidade pra si, por isso ZRG irá aguardar até próximo das Olimpíadas pra ver sua recuperação. Jaqueline volta como reserva, mas pode ser titular (valei-me) se o passe cair muito. Sassá não tem cacife pra ser titular, mas é uma reserva que sempre salvou o Brasil, desde o Grand Prix de 2004 (lembram?). É ótima opçao. Fernanda Garay só em caso de contusão ou se arrebentar e muito na superliga, afinal o que diabos uma jogadora que tá só engatinhando na seleção vai fazer no Japão faltando menos de 2 anos pra Olimpíada? Priscila Daroit e cia nem se fizerem chover vão pra Londres.

  • Diogo Márcio

    Coitada da PP4, a galera gosta de destila o veneno nela! Acredito que todas as jogadoras veteranas citadas, tem sua importância dentro ou no banco da seleção (creio que essa opinião não seja apenas minha, pois elas sabem da importâncias de suas companheiras, mesmo aquelas que passam por uma má fase).
    O Zé já visa na Suelle, manter o base que Jack e Sassá exerce atualmente – mas na minha opinião só deveria ir um delas, no caso a Jack. Não só fã da PP4, mas torço por sua recuperação – ela é muito boa atacante, uma prova disso foi MVP. Mari já é garantida, na minha opinião! Nat, Tandara, Daroit e Garay são ponteiras para o futuro, mas que precisam ser trabalhas atualmente… é com elas em quadra já sabemos que estaremos em boas mãos.
    Londres já tem a lista das jogadoras, é todo mundo sabem que são (até as novas sabem disso) #fato

  • Afonso (RJ)

    O Zé Roberto está com um daqueles “bons problemas” nas mãos, e certamente tem competência de sobra para fazer a escolha mais apropriada para o momento.
    O texto provocador do Daniel, pontilhado de perguntas, por si só mostra as dificuldades da questão.
    As opiniões se dividem, com cada um defendendo seu ponto de vista com argumentação lógica e pertinente. Concordo com a maioria delas, e não vou repeti-las aqui.
    Mas vou dizer qual seria a minha escolha, confesso que baseada mais no emocional do que na lógica: Mari sem a menor discussão, seguida por Natália e Sassá. Depois, Paula Pequeno e Jaqueline as duas mais ou menos no mesmo nível.
    E já que estamos falando em opções, vou dar a minha escalação para titulares da seleção: Sheilla, Thaísa, Fabizona, Mari, Natália, Dani Lins e Fabizinha. Acho que para a grande maioria, a única discordância seria a “Fiona” (Natalia) …
    Finalmente, se as coisas não se modificarem radicalmente, ainda ouviremos muito os nomes de Ana Tiemi, Priscila Daroit, Suelle e Tandara em convocações vindouras.

  • Guilherme

    Sobre o vôlei apresentado pela Paula na Rússia é bom salientar que ela teve um inicio ruim, mas que, no mata mata final, resolveu. Passou poR problemas de apaptação, sim, passou, mas é uma jogadora talentosa. Voltou para o Brasil fora de forma. Sim, voltou. Capengou num time sem comando que foi o Vôlei Futuro. Mas na minha opinião merece essa chance. Mari é titular garantida. Aposto na Natália como a sua companheira em Londres (no time titular). Na reserva, apostaria na Paula (caso ela estiver bem, é claro), na Fernanda Garay e ficaria em dúvida entre sobre a última vaga de ponteira da seleção. Talvez a Daroit para dar experiência e rodagem. Mas teria que ter uma ponteira passadora, nata, e essas citadas não são. Talvez onde venha forte o nome da Sassá e da própria Jaqueline. Prefiro a última, que tem um pouco mais de explosão. Acho que já deu para a Sassá.

    • Daniel Bortoletto

      Zé Roberto vai de Mari e Paula Pequeno contra o Peru. Apostas lógicas

  • elmo

    gente na minha opiniao o ze ta testando mais pensando no futuro, pra londres ele leva as ponteiras:
    MARI e NATALIA titulares,JAQUELINE,SASSA e PAULA reservas mais entrando algumas delas se caso o passe nao funcione.mari e naty sacam bem,atacam bem e bloqueam bem,passam mal mais podem melhorar,e tem um fundo de quadra razoavel.Ja a paula ataca ultimamente nao muito bem, bloqueia bem,nao sabe sacar, passa razoavel e e tem um fundo de quadra bom.Jaque saca bem,passa muito bem,bloqueia razoavel,nao é confiavel no ataque e em compensaçao o fundo de quadra dela é babado.Sassa saca bem,passa muito bem,bloqueio nao muito bom,ataque cansado,e arrasa no fundo de quadra.

  • Ana

    O jogo de hoje exemplifica o que quem acompanha MESMO vôlei feminino sabe: Mari é a mais talentosa ponta da seleção. Ataca, bloqueia e saca bem, e tem um passe bom. Não excelente como o de uma japonesa nem péssimo como de uma cubana. Bom. Não adianta querer mostrar que ela passa muito menos do que Paula e/ou Natália. São do mesmo nível.

    Dito isso, uma vaga, merecidamente, tem que ser da Mari. Outra provavelmente ficará com a Natália. Paula é uma grande jogadora, tem chance brigar com qualquer uma, mas precisa antes voltar a jogar bem, se condicionar fisicamente. Sassá é totalmente útil a equipe. Não será titular jamais, mas merece seu lugar cativo. Quanto a jaqueline, vai ter que remar muito. Não mostra comprometimento a muito tempo. Se tiver outra chance, terá que agarrar. Mas não vejo utilidade, já que Sassá faz a mesmo coisa que ela com menos ônus.

    Por enquanto, Mari, Natália, Paula, Sassá e Garay são as pontas de Londres.

  • Fernando

    Mari é titular as outras que se matem pela outra vaga

  • Nathana

    Mari é titular…as outras que briguem por uma vaga…até porque ela é de LONGE,a nossa melhor ponteira..

  • João Paulo Araujo

    Hoje, indiscutivelmente, Mari e Natália são as melhores opções para as pontas. Pequim nos ensinou uma lição muito valiosa: ponteiras de força ganham olimpíada, as de volume de jogo ganham Grand Prix.

    Mari, Natália e Sasá estão garantidas em Londres. Paula quse lá, mas precisa melhorar muito. Sua qualidade e hitória ajudam, mas só isso não a levará a Londres. Jaqueline sinceramente eu não levaria. Sassá faz a mesma função. Garay é a mais cotada para vaga. Mas Daroit, Tandara, Suelle… podem surpreender, quem sabe.

  • Bruna

    Mari é titular as outras que se matem pela outra vaga – Concordo .
    E não me venham com essa de que a Mari não sabe passar , isso é passado . Arranjem outra desculpa .. é mais fácil falar que não gostam dela .
    Só quero a Jaqueline titular se for como libero , a mulher não tem psicológico nenhum e todos que assitem volei sabem disso , só faz cagada nos momentos decisivos . Casa com o bloqueio e não solta mais .
    Paula nossa MVP de pequim nem deveria estar na seleção , mas se encontra lá pelos serviços prestados , mas adoro Mari e Paula na ponta , me faz lembrar de Pequim .
    Natália , gosto muito dela , tem muito o que crescer ainda , mas não acho que tudo se resolva na porrada , mas quero ela em forma logo , Mari e Natália na ponta é puro Luxo .

  • Eduardo

    Essa história de que a Mari é inconstante, péssima, horrenda no passe é conversa mole.
    Mari passa bem sim. Não é uma exímia passadora, mas se vira muito bem.
    O único problema é: Quando quina, quina feio. Quina de um jeito horroroso, e isso marca. Mas é só.
    É de longe, mas muito longe a melhor ponteira do Brasil. Domina todos os fundamentos. Ataca divinamente, é talentosa, equilibrada, decide, e está sempre em forma.
    É ponteira titular, não há o que discutir. É ao lado da Sheilla a jogadora mais importante desse grupo. O resto é bobagem!

  • Gustavo

    Olá a todos!
    Bom quero deixar bem claro que sou fã da seleção de vôlei. Adoro o Brasil e estarei torcendo por quem estiver jogando.
    Mas alguns pontos devem ser ressaltados, sob pena de se frustrar o propósito da discussão.
    Quem está com crédito na seleção?
    Voltemos no ano passado e vejamos:

    Jaqueline e Natália foram as ponteiras titulares do Mundial e ajudaram muito na medalha de prata. Jaque passou 59 bolas numa final de mundial, enquanto a Fabi passou 12. Não precisa dizer nada, ela é e foi muito importante na recepção. Natália também mandou muito bem no ataque.
    Sassá no mundial foi fundamental na semifinal. Injustiça é descartá-la por causa da altura, ataque, etc. Está mais do que provado que podemos contar com ela.
    Depois chegamos no Grand Prix 2010, em que Mari era titular, com méritos. Muito boa no ataque, saque, uma ponteira moderna, alta. Saiu em alta da seleção e mostrou-se muito bem na Superliga, na semifinal e final.
    Já a Paula Pequeno é a que menos tem mostrado bom serviço dentre as citadas. Em 2010 ela pouco jogou. Esteve na reserva e quando entrou não brilhou. Na Superliga, no Volei Futuro, também não encantou, ao contrário, foi muito criticada. Concordo com o blogueiro. Será que a Paula ainda tem lenha para queimar?

    Nessa brevíssima síntese, já deu para ver quem está e quem não está em crédito. Uma análise das competições mais recentes.

    Cabe a cada uma delas melhorar, mostrar serviço e garantir sua vaga.
    Abraços,
    gustavo

  • Jorge

    Natália e Paula!!!

    Mari tem um passe ruim, foi o alvo dos EUA na final olímpica. Além disso, tem um ataque previsível. Parece um boneco, só executa sempre os mesmos movimentos.

    Na posição de oposta, não tem pra ninguém: Sheilla nelas!!!

  • Lukas

    Pq a Jaque não merece mais a seleção? Ela ano passado foi muito bem, e só volta se não quiser, o que parece ser o caso.

    Para mim seria é Jaqueline, Mari, Paula, Garay e Natalia.

    Daroit é talentosa, mas só foi bem em jogo da Copa. Não tem fundo de quadra, é mais uma “oposta” na função de ponta.

  • tigrao

    PAULA e’ muito importante para a selecao por motivo muito relevante: O ASPECTO PSICOLOGICO! Todos sabemos que o volei feminino e’ MUITO PSICOLOGICO, que muitas vezes sobrpoe a tecnica, temos varios exmeplos disso em jogos contra as selecoes da ITALIA, CUBA E RUSSIA, em que o BRASIL apesar de estar com um timaco perdeu a cabeca e simplesmente desandou a MAIONESE.E AI ESTA’ A IMPORTANCIA DE PAULA, ela e’ uma lider em quadra, muito guerreira, motivadora, leva o time consigo, nao deixa a peteca cair, essa lideranca e’ fundamental para fazer as outras jogadoras funcionarem. Foi assim que ela foi MVP OLIMPICA, pq sua lideranca e motivacao em quadra conatgia as demais jogadoras. Acho que o ZE’ sabe dessa importancia de PAULA na selecao feminina, assim como o GIBA e o SERGINHO fazem a mesma funcao de lideres na masculina.

  • Fernando Adilio

    Quem viu o jogo, sabe que as pontas serão Mari e Paula.
    Mari está pegando muito alto e Paula atacando com consciencia e precisão.
    Sem contar que Paula está perfeita no fundo de quadra, passando e defendendo horrores.

    Quanto a injustiça no MVP, eh lamentável pessoas entenderem tão pouco de volei e ainda querer opnar.
    Paula ganhou o MVP pq foi a mais completa, defesa, passe, ataque e block.
    Se ela voltar a ter o poder de fogo que tinha no ataque, será MVP outra vez

  • Marcos

    MARI é MARI ninguem supera…

  • Matheus Barbosa Ramos

    Daniel,

    Tenho a impressão que entre todas ditas anteriormente a mais completa é a Jaqueline, tem um bom fundo de quadra e uma virada de bola impecável, e para compor a outra ponta, assim como nas outra seleções a segunda ponteira tem que ser mediana no passe e exepcional atacante, penso que nesse caso temos Natalia e Mari, prefiro a Mari pela experiencia, e por ser forte no bloqueio.
    E quanto a Paula…, ah Paula, já não é mais a ponteira que foi na última Olimpíada, em que merecidamente foi a MVP, na última edição da superliga, ela não passou de uma jogadora mediana.
    Penso que a Seleção com Mari e Paula, fica muito vulnerável no passe. Na seleção enchergo dalgumas opções nas pontas: Mari e Jaque, Nat e Jaque, Sasá e Nat, e Sasá e Mari (Uma boa passadora e uma boa atacante)

  • Matheus Barbosa Ramos

    Mas um comentário: Não acho que Mari seja uma exelente passadora, mas acredito que ela tem conseguido se virar muito bem, o GRANDE problema é que quando ela erra, são “gestuais de passe” bisonhos, que ficam gravados na memória do grande público.

  • Matheus Barbosa Ramos

    Mas Daniel, agora é a hora da verdade, qual é a SUA dupla para as pontas da NOSSA Seleção? Claro que vc como é uma pessoas que entende, vai concordadar comigo MARI E JAQUE. RSRSRSRSRSRSRSRS

  • Mauricio

    MARI e NATALIA as unicas com vagas garantidas na seleção de Londres 2012, não que sejam as melhores para a posição. JAQUE vem logo após, seguida da PAULA, SASSÁ e GARAY. Que técnico não queria ter esse problema?

    Acho que o ZRG vai montar a equipe para Londres pensando nessas jogadoras “base”: FABI, FABIZONA, THAISA, SHEILA, MARI e NATALIA. As outras que demonstrem ter bom entrosamento com essas, principalmente as levantadoras!

    Se é verdade que o ZRG discordou com a CBV por ter de ceder a JUCIELY e GARAY para a seleção militar, logo acredito que essas duas estão com mais créditos do que suas concorrentes diretas, ADENIZIA e OUTRAS PONTEIRAS, respectivamente.

  • rodrigo

    e pra vc Danuel quais seriam as ponteiras titulares? pra mim seria mari e natália

    • Daniel Bortoletto

      se fosse hoje Natália não jogaria. Está se recuperando de cirurgia.

  • Álvaro Médio

    Pra mim, é Mari e Jaque ou Paula!
    Depende de quem estiver melhor.

    A Natália ainda é muito verde, merece ser reserva (de luxo) da Mari. A Sassá deve ser a quinta mulher, nem preciso dizer os motivos.

    Garay, Daroit, Tandara e Suelle são para 2016 (graças a Deus)!!

    De resto, é simples d+! Thaisa + Fabizona + Fabi + Santa Sheilla.

    Levantamento, saravá meu pai!, tenho até medo de pensar. A Dani Lins e a Fabíola juntas são um estrago. Um tsunami!

    Eu levaria a Fofão pra Londres nem que fosse contra a vontade dela, amarrada, amordaçada, chicoteada, sob ordem da Dilma…

    A Fofão cega, surda e de cadeira de rodas é melhor do que nossas levantadoras atuais!!

  • alguem sabe quantos toques cada equipe de volei tem para devolver a bola para a equipe da quadra adversaria?

    por favor me ajudem ate o dia 15/09/2011 de noite

    me ajudem

  • por favor alguem sabe quantos toques cada equipe de volei tem para devolver a bola para a equipe adiversaria??

    por favor me ajude preciso da resposta ate o dia 15/09/2011

  • jemelly

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk naum liguem pra jessica ela e prepotente e recalcada nao sabe das dificuldades das pessoa ela mau sabe sacr uma bola meus amores

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo