Panorama dos classificados para o Mundial



O fim de semana marcou o fim da classificatória europeia para os Campeonatos Mundiais de 2014. Agora, faltam apenas as definições na África e na Norceca para termos os 24 países que disputarão o torneio masculino, na Polônia, e o feminino, na Itália.

Vejam abaixo as seleções já garantidas:

FEMININO

Itália (país-sede), Brasil, Argentina, Japão, Tailândia, China, Cazaquistão, Rússia, Alemanha, Turquia, Azerbaijão, Bélgica, Croácia, Bulgária, Sérvia e Holanda.

Das outras oito vagas, 6 ficam na Norceca (pode acrescentar EUA, República Dominicana, Cuba, Porto Rico, Canadá…) e outras duas na África.

MASCULINO

Polônia (país-sede), Brasil, Argentina, Venezuela, Austrália, Irã, China, Coreia do Sul, Bulgária, Sérvia, França, Bélgica, Finlândia, Alemanha, Rússia e Itália.

Faltam os cinco representantes das Américas do Norte e Central (aquele grupo que citei acima, além do México na briga) e outras três da África.

Entre as surpresas negativas, destaque para a Polônia, que não se classificou entre as mulheres, além da República Tcheca, que fez um bom papel no Mundial masculino de 2010.



  • Cadu

    Se a segunda divisão no GP já tinha sido um sinal de alerta para a Polônia, essa não classificação em casa é um grande sinal vermelho para a seleção que tradicionalmente é/era sempre agraciada com wildcards para importantes competições, apesar de estar torcendo para a Bélgica, fiquei chateado pela Skorowska, desde que ela se reconciliou com o técnico e voltou para a seleção vinha levando o time nas costas sozinha, logo agora que outras jogadoras experientes voltaram para a cereja do bolo, acontece essa decepção.

    O brasileiro Angelo Vercesi, técnico da Croácia, é uma verdadeira figura, fica quase sempre fora da área técnica com as mangas arregaçadas e vibrando a cada lance, ontem ele até levou um cartão amarelo durante o tie-break por responder a provoção da descontrolada De Kruijf.

  • Raffael

    Daniel, voce sabe informar quando acontece o qualificatório da America do Norte e Central pro pessoal aqui se programar e ver se consegue algum link na net pra acompanhar esse campeonato. Obrigado

  • Gabriel E.

    Vou fazer a análise contando os times classificados e os Estados Unidos(que já estão dentro) tanto no masculino quanto no feminino.
    No feminino até agora pra mim é a anormalidade da Bélgica dentro e a Polônia fora, mas tudo bem. O Brasil está embalado e quer o título, acredito que tri-vice-campeãs não seria muito bacana e temos um bom time, de verdade. Thaisa e Fernanda Garay estão voando em seus clubes e depois de tanta luta, temos uma levantadora estável(Dani Lins provou isso em Londres), até se Fabi se lesionar(não é agorrando), temos substituta a altura(e Brait sabe bem defender Hooker e Mihjalovic). Japão é sempre chato, vai ficar entre os 6 das 2ª fase(se a regra for a mesma de 2006 e 2010), amo o estilo da Saori, joga muito. China também entra na briga, mas não aguenta muito o tranco. No mundial, a Rússia é sempre perigosa, não é a toa que são bicampeãs. E aposto que Gamova estará lá requisitando a derrota de Londres(acho que ela deve dormir e sonhar com aquele jogo).Itália deve ir bem, apesar que acho time mais ganhável que o Japão, mas são país-sede e isso conta demais. Sérvia, essa sim, boto fé. Pode ser até finalista. Bracocevic está demais no Istambul, Sanja estará craque até o mundial e Mihjalovic joga muito na seleção. EUA sempre dão trabalho, mas um bom saque mina aquilo tudo. Kristin e Larson não são tão boas como Logan Tom. E espero que a Turquia e Alemanha entrem na disputa. Quero que os semifinalistas sejam Brasil, Estados Unidos, Rússia e a quarta vaga entre Sérvia ou Turquia. Como em 2006 e 2010 não vai dar pra China.
    Entre os classificados no masculino aposto no Brasil que tem grandes chances de levar o tri-campeonato(aliás, precisamos desse título para afastar essa “zebra” desde o Pan. Não ganhamos nada, não conto Copa dos Campões). Com muito custo e sorte a Argentina fica entre os 6 melhores. A Bulgária deve ir bem, possui um baita time, mas todos sabem como para-lá, sacando bem, o time não possui passe. A Sérvia com certeza irá bem, é campeonato mundial e o time tem tradição. Rússia é a favorita ao título, sem sombra de dúvidas, eles tem um jogador que faz 31 pontos em 3 sets(o Brasil que o diga) e a Itália também pode ir bem. EUA é possível semifinalista. Que passe consistente possui Matthew Anderson. E a Polônia que além de ser país-sede, joga demais. O side-out eh sempre eficiente com a sequência Kurek-Zigadlo-Bartman, e ele será muito usado. Esse time poloneses que era freguês em fase final, hoje é calcanhar de aquiles pra muita gente. Aposto como semifinalistas Rússia, Polônia e Estados Unidos, Brasil ou Sérvia. Na minha opinião, Polônia e Rússia já tem passaporte carimbado.
    Vamos torcer para o Brasil. Que dê tudo certo.

    • Paulo Souza

      Gabriel, você quer dizer que o Brasil, no masculino, tem chances de levar o tetra e não o tri, pois tri nós já somos (2002-2006-2010)

  • Bom, comentando as eliminatórias femininas. A Turquia realmente estava em um grupo muito fraco, e jogando em casa, todo mundo sabia que se classificaria.

    Muitos só colocavam a Holanda como força no grupo dela, e não achei zebra o fato da Croácia ter ficado em 1º deste grupo, a Holanda não está forte e não tem hoje uma jogadora top, Flier não joga tanto há muito tempo, já a Croácia vem se desenvolvendo, tem a Popovic como oposta, conta também com duas ponteiras, que acredito que podem evoluir, deficientes no passe, mas que podem compensar no ataque, jogam no campeonato mais forte do mundo, embora tenha quatro gigantes e alguns davis. Jerkov e Senna são boas. Poljiak é uma grande central e acho que motiva o time.

    Bulgária, vem crescendo com o Técnico, bom time, esperava talvez que a Repulblica tcheca endurecesse mais o jogo, talvez até fosse ao tie-break e conseguisse uma das vagas de 2º lugar junto com Croácia ou Holanda.

    A Bélgica e sua evolução, pelo conjunto da obra e o bom momento de algumas jogadoras como sua oposta e outra ponteira que joga no Italiano e a evolução do time, sinceramente, não sabia pq colocavam a Polônia como favorita, deu o que na minha opinião era mais óbvio, o time da Polônia estava muito sem conjunto. Acredito que a Bélgica possa surpreender no Mundial, ao menos chegar a disputar uma vaga entre os 6, não esqueçam que esta mesma equipe derrubou Itália e Sérvia no europeu.

    Sérvia, foi a maior decepção no meu ponto de vista, esperava um pouco mais no europeu, e acreditava em uma classificação fácil no qualificatório, acho a Sérvia sempre forte, mas o fato é que ainda não vi esta equipe vingar no cenário mundial, consegue jogar de iqual com grandes e médios, e talvez seja este o problema. O Azerbaijão foi a maior surpresa na minha opinião, não esperava sua classificação.

    • Carlos Oliveira

      As titulares do Azerbaijão impressionam pela altura: 1.97 ponta – 1.98 ponta – 1.90 meio – 1.88 oposta – 1.86 levantadora e 1.84 meio = média de 1.90 entre as titulares, fora a líbero, é óbvio. E ainda tem uma outra ponteira de 1.98 na reserva.

MaisRecentes

Dia de aplaudir o Zenit Kazan



Continue Lendo

Praia x Minas e Sesc x Vôlei Nestlé. Quer mais?



Continue Lendo

Agora líbero, Murilo volta a ser relacionado após 8 meses



Continue Lendo