Ouro pode abrir/reabrir portas na Seleção A



O vôlei brasileiro fechou o Pan de Guadalajara com 100% de aproveitamento.

Depois da Seleção feminina e das duplas Alison/Emanuel e Juliana/Larissa, a Seleção masculina fez sua parte nesta madrugada, após vencer Cuba por 3 sets a 1, parciais de 25/11, 24/26, 25/18 e 25/19 (foi duro aguentar até  2h e tanto da madrugada, não?).

Mais do que o ouro, o Brasil deve comemorar a certeza de que alguns atleta do time B poderão, em breve, estar no time A.

Fiquei impressionado positivamente com a atuação do oposto Wallace Souza (do Sada/Cruzeiro). Eleito o melhor atacante, ele merecia, na minha opinião, o prêmio de MVP dado ao cubano Leon. Na final, marcou 21 pontos (15 de ataque, três de bloqueio e três de saque) e demonstrou, além de confiança, uma amadurecimento. Lembro que Wallace deixou a desejar na final da Superliga contra o Sesi e foi questionado justamente por ter desaparecido nos momentos decisivos.

Atualmente, ele é a quarta opção para a posição no time A, atrás de Théo, Wallace Martins (do Sesi, que ficou no banco no Pan após ter jogado Liga Mundial, Copa América) e Leandro Vissotto, que parece se recuperar no Cuneo. Vejo que Wallace Souza, pela idade do trio acima citado, terá chance mesmo no próximo ciclo olímpico, para os Jogos do Rio em 2016. Para Londres, só deverá ter chance caso os “rivais” se machuquem.

Os mais experientes também corresponderam à altura o que se esperava deles. Bruninho fez uma competição muito regular e pareceu muito à vontade com este grupo, algo que não vejo tão claramente na Seleção principal. Ganhou merecidamente o prêmio de melhor levantador. Talvez ganhe a confiança que falte para a Copa do Mundo.

O central Gustavo, como já escrevi durante a competição, ainda tem jogo para estar no time A. O saque continua calibrado e possui uma das melhores leituras de bloqueio do planeta. Estaria na minha lista para a Copa do Mundo.

Já Mário Júnior, melhor recepção, confirma ser o substituto imediato de Escadinha para o próximo ciclo olímpico.

Concordam? Acrescentam mais alguém à lista acima?



MaisRecentes

Vaivém: Ribeirão apresenta novo elenco



Continue Lendo

Vaivém: Claudinha chega com moral ao Osasco/Audax



Continue Lendo

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo