Os testes do Brasil no início do Grand Prix



José Roberto Guimarães definiu a equipe brasileira que vai iniciar a disputa do Grand Prix, que acontecerá na cidade de Lodz, na Polônia, entre 8 e 10 de junho, contra italianas, polonesas e sérvias. E, como já anunciado pelo próprio treinador, será um momento de testes.

Ele definiu o grupo com as levantadoras Dani Lins e Fernandinha; as opostos Tandara, Jú Nogueira e Joycinha; as ponteiras Paula Pequeno, Mari, Fernanda Garay e Gabi; as centrais Adenízia, Juciely, Andressa e Natasha, além da líbero Camila Brait.

Em Saquarema, permanecerão treinando as levantadoras Fabíola e Claudinha, a oposto Sheilla, as ponteiras Jaqueline, Natália e Priscila Daroit, as centrais Fabiana e Thaisa e a líbero Fabi.

Zé voltou a  dizer que testará Mari na saída de rede.

– A Mari ficou fora do Pré-Olímpico, por contusão, e precisa jogar. Como ela está se recuperando bem, quero testá-la um pouco na saída de rede também. E a Paula vai porque a Priscila ainda se recupera de uma lesão que sofreu durante a Superliga e achei melhor dar um pouco de ritmo a ela, já que também jogou pouco no classificatório.

Entre os demais testes, estou curioso para ver Fernandinha, Gabi e Camila Brait, que terá chance de jogar partidas inteiras, já que Fabi permanecerá no Brasil.



  • Afonso RJ

    Me parece que o Zé sabe o que está fazendo. Pelo menos demonstra algum critério.
    Estou mesmo ansioso por ver caras novas na seleção, mesmo porque das antigas (apesar de merecerem todo nosso respeito), algumas já não estão inspirando lá tanta confiança. Uma mescla de juventude e experiência pode ser uma receita poderosa. Vamos torcer e ver no que vai dar.

    • Jairo(RJ)

      Concordo com você Afonso

  • juliana

    e melhor msm principalmente para adenizia de vez virar titular ja que fabiana nao joga faz tempo desde que sair do rio

  • Leo

    Uma pena que Priscila não se recuperou totalmente ainda! Queria muito vê-la nesse Grand Prix! No mais, tomara que Ju Nogueira mostre a que veio e que Mari e Gabi arrasem!

  • Naty

    Estou bem ansiosa para ver esse time. Quero ver a Fernadinha jogar….eu gosto do jogo dela, mais rápida que Fabiola. Aliás, eu acho que o grande problema do Brasil é não ter uma levantadora mais rápida.

  • debygoiania

    Daniel,tudo dentro do esperado.
    Só estou estranhando essa quantidade de opostas, 03, e mais a Mari.
    Não entendi.

  • César Castro

    Parece que o ZRG aprendeu uma lição importante: não sobrecarregar as atletas as vésperas da competição-chave.

  • thiago

    e a sassá onde está nesse momento ? esqueçeram de uma das jogadoras mais importantes do brasil ?

    • Daniel Bortoletto

      machucada

MaisRecentes

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo

Vaivém: Vôlei Nestlé confirma apresentação de peruana



Continue Lendo

Vaivém: Polonesa é esperada em Barueri



Continue Lendo