Os grupos do Mundial feminino. Análise do caminho brasileiro



A FIVB sorteou hoje o complemento dos grupos do Campeonato Mundial feminino, que será disputado na Itália, entre 23 de setembro e 12 de outubro.

O Brasil terá pela frente, no Grupo B, Sérvia, Turquia, Bulgária, Camarões e o Norceca 4 (Porto Rico? Canadá? Cuba?).

Não dá para chamar de grupo da morte, apesar da força do trio europeu. As sérvias possuem jogadoras técnicas (estamos vendo “ao vivo” Mihajlovic na Unilever e Sanja Malagurski no Molico/Osasco), as búlgaras dependem demais de Vasileva, que na temporada passada defendeu o Vôlei Amil, enquanto as turcas crescem a cada competição, fruto de uma liga local forte e uma boa safra de atletas. Deverão ser jogos bem interessantes contra a Seleção Brasileira, que buscará o inédito título. Camarões será aquele treino de luxo, com chance zero de tropeço. Já o representante das Américas do Norte e Central ainda é uma incógnita, com o confuso sistema de classificação prestes a começar.

No papel, é perfeitamente possível o Brasil passar em primeiro para a fase seguinte.

Os demais grupos ficaram assim:

A – Itália, Alemanha, Croácia, Tunísia, Argentina e Norceca 2

C – Rússia, Holanda, Tailândia, Cazaquistão, Norceca 1 e Norceca 6

D – Japão, China, Bélgica, Azerbaijão, Norceca 3 e Norceca 5

 



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo